Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

A Senhora Deputada

"Viver na Cidade de Paris só a mim diz respeito"

   Inês de Medeiros ao Diário de Noticias de 23 de Abril de 2010.

 

Não tenho a veleidade de pôr em causa a legitimidade da Senhora Deputada e Vice-Presidente da Bancada Socialista, por viver em Paris. Por mim pode viver em qualquer parte do mundo. Mas ter que contribuir com os meus impostos para que o erário Público lhe pague as deslocações semanais de e para a sua residência em Paris, diz-me respeito e discordo.

A Senhora Deputada quando aceitou candidatar-se ao cargo, pelo circulo eleitoral de Lisboa já residia em Paris, logo sendo pessoa esclarecida saberia concerteza que o regimento da Assembleia da Republica não prevê que as deslocações de Eleitos pelos Circulos Eleitorais do Continente, sejam pagas a Residentes fora deste território.

Mesmo assim a Dra Inês de Medeiros, Eleita Deputada da Nação pelo Circulo Eleitoral de Lisboa, acha que só a ela diz respeito viver em Paris e que lhe é devido o pagamento das ditas viagens.

Pois eu acho mal!

A Assembleia da Republica entendeu pagar e a Senhora Deputada vai passar a receber.

Uma excepção que não assenta bem na figura pública que conhecemos e muitos reconhecem

Uma excepção entre muitas que uma vez mais a Assembleia da Republica criou, qual fato à medida, de consequências futuras imprevisiveis e reprovável sobretudo quando a actual conjuntura nos obriga a permanentes cortes na despesa. 

Defendo que os Deputados quando Eleitos, em primeiro lugar devem preocupar-se em servir o País, mas sempre com a responsabilidade de manterem uma relação de proximidade com os "seus" Eleitores. Por isso deveriam residir no Distrito que os elegeu.

Defendo ainda que não faz sentido que num País com a dimensão de Portugal a Assembleia da Republica tenha mais que 100/120 Deputados.

Mas para que possa pensar-se em alterar aquilo com que quase todos concordam, é necessária uma revisão Constitucional. Algo que a maioria dos Partidos considera complexo, de dificil concretização e pouco prioritário. Afinal quem é que quer perder direitos, lugares e deixar de poder criar excepções?

Com tudo isto o que a classe Politica dificilmente evita é o clima de suspeição e de descrédito, que a Senhora Deputada considera muito perigoso.

E é!

Mas afinal quem é que contribui para que seja assim? Os Eleitos ou os Eleitores?

publicado por Jorge Vala às 14:00
endereço do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Bea a 28 de Abril de 2010 às 14:26
Que vergonha!!
Juntem-se todos os portugueses para revogar esta decisão deste pagamento ilegal.
Quando é para aumentar as precárias reformas dos idosos, discute-se 0,5% de aumento, e deitam-se fora milhares de euros por ano para satisfazer os caprichos de uma deputada que ñada faz pelo nosso País.
De José Ferreira a 28 de Abril de 2010 às 14:28
Jorge

É o exemplo acabado da forma como são gastos os dinheiros públicos.
Desloca-se a Lisboa por saudades do seu cantinho, "da sua desditosa patria amada".
Se a verba fosse retirada do montante atribuido ao vencimeto dos Srs Administradores da AR que autorizaram a excepção, por certo, que a decisão seria outra.
Assim, daqui a uns meses pede-se um reforço da rubrica, ao orçamento de estado, diga-se a nós, e o dinheiro aparece.
Seria interessante perguntar aos eleitores do circulo por onde a Srª deputada foi eleita,saber se concordam com tal despesa.
Entretanto, "visto.Pague-se"
Está despachado.
Um abraço.
De anonimo´s a 28 de Abril de 2010 às 15:46
Lembram-se das viagens dos SRS DEPUTADOS?

Era psd, era ps...o problema está na qualidade pessoal....de serviço público.
De Maria Antonieta a 28 de Abril de 2010 às 16:27
Inês de Medeiros está a ser pouco inteligente ao continuar a alimentar esta polémica.
Apenas este comentário.
Mas muita outra coisa se poderá deduzir por ilação.
De Maria Antonieta a 28 de Abril de 2010 às 16:38
Sei que não tem nada a ver com o post anterior,mas não quero aqui deixar passar em claro aquilo que considero muito importante.
Pedro Passos Coelho teve a postura de um Grande Líder ao assumir as conversações com o Primeiro Ministro.
È assim que se faz a diferênça entre os Politicos e os politiqueiros.
O PSD está de parabéns e o Dr Pedro Passos Coelho a nível de cidadão português e de líder do maior partido de oposição pautou-se por uma postura de verdadeiro estadista.
De Maria Antonieta a 28 de Abril de 2010 às 16:46
Depois do comentário anterior por favor não me venham dizer que vou para o PSD.
Já disseram em outra altura que eu iria para o PS.
Os tempos estão muito dificeis para Portugal e para os Portugueses e mais dificeis se tornarão de ora adiante com enormes conflitualidades sociais.
È urgente terem-se posições de responsabilidade cívica e de interesse nacional.
Foi isso que aconteceu hoje entre dois homens que colocaram Portugal e a sua imagem a nível internacional acima dos Partidos.
Dizia um jornalista da Sic noticias" um facto inédito"
Digo eu:
Um bom prenúncio para que se passe a fazer politica de forma diferente
De Marco a 28 de Abril de 2010 às 16:56

A Sra. Deputada perdeu uma grande oportunidade para estar calada.

Estão lhe a pagar um belo ordenado para fazer sabe-se lá o quê ... muito menos pelo circulo que a elegeu ... e ainda goza com os portugueses ...

Na minha opinião era rua e já ... perdia o mandato ... também ninguém a elegeu a ele elegeram o partido e por sorte dela estava na lista. ... chatice ...

Uma Assembleia com tanta gente ... com tanto ordenado e tanto luxo ... e vai siga cortando ... em quem ? em quem trabalhar ... em quem precisa do trabalho pata viver ...

Olhem para aquele última fila ... olhem para os seus ocupantes ... que emprego dourado ...

Fica aqui a minha total disposição para ser eleito ... é fácil trabalhar assim ... é fácil viver assim ...

Cumprimentos,

P.S. - Eu como faço 120km todos dias ... alimentação ... desgaste do carro ... desgaste físico ... será que se fizer uma requisição à Assembleia da República me dão alguma ajuda de custo?

GANHEM VERGONHA

culpados eleitos que mamam e mamam ... e eleitores que não votam (olhem a taxa de abstenção)
De Rafael Marcelino a 28 de Abril de 2010 às 17:37
É disto que o meu povo gosta..como dizia o saudoso Jorge Perestelo

1 – Vencimento de Deputados ……………………………………………12 milhões e 349 mil Euros
2- Ajudas de Custo de Deputados………………………………………..2 milhões e 724 mil Euros
3 – Transportes de Deputados …………………………………………….3 milhões 869 mil Euros
4 – Deslocações e Estadas …………………………………………………..2 milhões e 363 mil Euros
5 – Assistência Técnica (qual?) …………………………………………… 2 milhões e 948 mil Euros
6 – Outros Trabalhos Especializados (quais?) …………………………3 milhões e 593 mil Euros
7 – Serviço restaurante, refeitório, cafetaria…………………………………………… 961 mil Euros
8 – Subvenções aos Grupos Parlamentares………………………………………………970 mil Euros
9 – Equipamento de Informática ………………………………………….2 milhões e 110 mil Euros
10 – Outros Investimentos (quais?) …………………………………….. 2 milhões e 420 mil Euros
11 – Edificios ……………………………………………………………………2 milhões e 686 mil Euros
12 – Transfer’s (?), Diversos (quais?)…………………………………..13 milhões e 506 mil Euros
13 – Subvenções aos Partidos representados na A.R. …………..16 milhões e 977 mil Euros
14 – Subvenções estatais para campanhas eleitorais ……….. 73 milhões e 798 mil Euros

A soma prevista para o corrente ano, orça os 191.405.356,61 EUROS (ver folha 372 do Diário da República nº28 – 1ª Série -, de 10 de Fevereiro de 2010 (ver link abaixo).

Para consultas suplementares, podem visitar o seguinte link. http://www.dre.pt/



De Rafael Marcelino a 28 de Abril de 2010 às 17:51
Uma viagem Paris/Lisboa (ida e volta) em executive custa a módica quantia de 1.164,05€ a preços actuais. Ou seja esta senhora deputada vai custar ao erário público cerca de 4.656,2€ por mês ou 55.874.40€ por ano ! Isto só em viagens para que a srª deputada Inês de Medeiros viaje em executiva com todo o conforto que a "dignidade" parlamentar exige...
É por estas e por outras que a escumalha parlamentar nao está nada interessada em aprovar a lei da eleição dos deputados p/ circulos uninominais.
Qualquer dia surge um artista deputado que muda a sua residência para Bahamas e o Lello da altura lá estará para exercer o seu "voto de qualidade" e aprovar as viagens do melro à custa do contribuinte...
E os tansos somos nós...
De João Paulo a 28 de Abril de 2010 às 18:35
Caro Marcelino, não é que esteja de acordo com o pagamento das viagens feita à Sr ª</a> Deputada, mas mais uma vez o Sr . diz meias verdades para valer a sua posição o que é lamentável.
Foi decidido que o preço da viagem da Sr .ª não pode ser maior que o custo de uma viagem para a Madeira e se Sr . for ver na TAP um voo em executivo de ida e volta custa no máximo 185,91€ em 48 semanas (considerando 4 de férias) a assembleia pagará no máximo 8.923,68€ ou seja menos 46.950,72 € do que aquilo que o Sr afirmou. Reafirmo não se deveria pagar nada pelas razões já espostas por outros comentadores, mas a verdade tem que ser reposta.
De anónimo socialista a 28 de Abril de 2010 às 19:09
A este preço eu compro.
Ainda há 3 meses fui á Madeira numa low cost e regresso TAP e paguei 400€.
Só se a senhora tem mais descontos.
De Jorge Vala a 28 de Abril de 2010 às 19:41
Ao que sei a AR prevê gastar cerca de 100.000€/ano com esta Senhora Deputada
De João Paulo a 29 de Abril de 2010 às 08:59
Só viagem ou com hotel incluido? é que se foi só viagem, basta ir ao site Flytap.com, para confirmar o que eu disse anteriormente, e que o Sr. foi mas é numa HighCost.
De Rafael Marcelino a 28 de Abril de 2010 às 19:47
Caro Joao Paulo, com todo o respeito quero-lhe dizer que o seu raciocinio tem alguma verdade no que concerne a custo e despesas de clientes organizados. Mas esta familia viaja no dia e hora que quer e a isso é os preço de custos, o quer dizer Urgentes. Eu sei bem o que custa viagens no dia e hora. Ainda há 3-semanas tive de pagar ou melhor dizendo enfardar e bem.
Experimente telefonar para Air-France por exe. para na hora viajar em 1ºclasse e depois diga-me o custo.Vai ficar surpreendido.
Mas desde que não sejamos nós próprios a pagar é baratíssimo.
Apenas lhe sito um ex. referido atraz, a Air-France
pediu-me MIL-dollares a MAIS para viajar no próprio dia e em classe regular.Sei do que falo neste caso.
Barato..barato é sempre quando não precisamos e acontece sempre aos outros.
Os meus Cumpts. e Santo Dia
De Rafael Marcelino a 28 de Abril de 2010 às 21:01
Mas há mais.. pelo que li no Jornal Noticias em 11-02-2008. Deve de estar já desatualizado...

Almoço a menos de cinco euros
Os deputados e assessores que transitoriamente trabalham para os grupos parlamentares pagam 4,65 euros de almoço, que inclui sopa, prato principal, sobremesa ou fruta. E salada à discrição. Um aumento de 0,10 euros desde 2006. Nos bares, um café custa 25 cêntimos, uma garrafa de 1,5 litro de água mineral 33 cêntimos e uma sandes de queijo 45 cêntimos.

A propósito da Madeira e Açores

Ir às ilhas com bilhetes pagos
A resolução 57/2004 em vigor, de acordo com a secretaria-geral da AR, estipula que os eleitos pelas regiões autonómas recebem o valor de uma viagem áerea semanal (ida e volta) na classe mais elevada entre o aeroporto e Lisboa, mais o valor da distância do aeroporto à residência. Por exemplo, 512 euros (tarifa da TAP para o Funchal com taxas) multiplicados por quatro ou cinco semanas, ou seja, 2048 euros. Mais o número de quilómetros (30, por exemplo) de casa ao aeroporto a dobrar (por ser ida e volta) multiplicado pelas mesmas quatro (ou cinco) semanas do mês, e a soma é multiplicada por 0,39 euros, o que dá 936 euros. Ao todo 2980 euros.


Mas ainda há mais contudo isto para muito boa gente é normal e é tudo inveja.
Depois queixem-se porque o FMI deve de chegar breve à Portela vindo de Atenas.
De João Paulo a 29 de Abril de 2010 às 09:04
Caro Marcelino, sabendo o que iria dizer, quando fui ao site da tap , simulei uma viagem para o próximo fim de semana ou seja em dois dias, e foram apresentados vários preços para a classe executiva consoante a hora do voo e o que eu apresentei foi o mais caro de todos os preços. Não pode comparar rotas que se fazem várias vezes por dia com rotas com frequências mais reduzidas, porque nas outras é como diz existe uma grande especulação quanto ao dia, o que não é o caso.

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds