Terça-feira, 11 de Maio de 2010

O Papa em Portugal

Está prestes a chegar a Portugal o Papa Bento XVI.

Uma visita do Papa é sempre um acontecimento; uns gostam, outros reclamam e alguns ( poucos ) ignoram; certo é que ninguém é indiferente!

Muitos jornais e revistas têm dado eco deste acontecimento trazendo à luz do dia episódiso da história da Igreja que não dignifica ninguém, nem os Papas, nem quem os serviu; a Humanidade nem sempre esteve no seu melhor. Ainda hoje.

Eu apenas me interrogo; como é possível uma Instituição  com tão graves e sérios problemas ao longo da sua história, chegar até nós com esta força e intensidade!! Este é para mim o maior mistério da Igreja. Houve Padres e Papas que não foram, nem Santos, nem seguidores da  Palavra de Cristo, a Santa Sé  nem sempre esteve do lado certo na defesa do bem comum nem dos mais indefesos, mas nunca perdeu, fiéis, nem crentes, nem seguidores em todo o mundo, mesmo que platónicos. Essa é a sua força! 

De tudo o que li ( alguns episódios bem sórdidos) cheguei à conclusão de  que um poder absoluto, sem um escrutínio apertado tem invariavelmente o mesmo fim; a decadência. Quando aprendemos a lição?

 

 

 

publicado por Ana Narciso às 08:00
endereço do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Anonimo´s a 11 de Maio de 2010 às 09:35
A força reside na defesa inquebrável de valores e princípios. Não é intolerância, é defesa do que é (algo que vem sendo raro nas mentes contemporâneas).
Aquando de mudanças, essas são feitas com reflexão, com ponderação, em que a velocidade do tempo não é critério de decisão.

Agora, não fale em decadência. Isso é pressupor que abusos cometidos é uma regra, quando é uma excepção!

A regra não é a total participação. A banalização da palavra qual justiça distributiva. Isso é esquecer as competências ou as faltas de cada um.

Não se perverta!.

De Ana Narciso a 11 de Maio de 2010 às 09:51
Podia não ter conseguido escrever da forma mais correcta o meu pensamento, mas estou inteiramente de acordo consigo. Mas na nossa vida quotidiana, terrena a histórica não engana; toda a perversão e inversao de valores acabou na decadência . A excepção é a Fé.
Os homens pecam; pecam mais se não são escrutinados por uma sociedade exigente , informada e crítica.
A Fé essa permanece para além do tempo e dos Homens .
Talvez não tenha sido clara . Fui mais clara agora?
De Anonimo´s a 11 de Maio de 2010 às 10:03
Claro que sim, Ana!

Numa altura, de , como bem diz, sujeição à crítica, temos que ser mais rigorosos, porque caso contrário entra-se na espiral hermenêutica da polifonia (todos falam mas não se sabe o que todos falam em comum...).

Partilhemos pois ....

De ricardo a 11 de Maio de 2010 às 13:03
É a maior religião do mundo apesar de tudo....
Deve ser a instituição mais velha do mundo ainda presente nestes diás.

Não acho que se precise a força toda arranjar milagres para que o João Paulo II seja canonizado. Ele é homem e como tal deve também ter errado mas para mim é sem dúvida alguma um homem santo.

Quanto a Bento XVI há algo reflectido nos olhos dele que não me deixa vangloriar-lhe a sua santidade.
De Pedro Oliveira a 11 de Maio de 2010 às 16:05
Até parece que o tempo parou.A semana ideal do "estado novo", nem Salazar conseguiria melhor: Benfica, Fátima, aumento impostos, obras de regime,suspensão13º mês. Não é lindo este país?...

De Maria Antonieta a 11 de Maio de 2010 às 17:59
Muito mesmo .
Partindo do principio que os aumentos dos impostos é o nosso Fado, aí está tal qual como noutros tempos:
3 Fs.
concordo perfeitamente nem Salazar teria feito melhor:
mas nós acrescentámos outro F....feriado dia13....somos eficientes quando nos empenhamos.
Está perfeito
De Rafael Marcelino a 11 de Maio de 2010 às 20:15
O que você mencionou é bem verdade.
Mas o que vai mal neste País há muito ano é falta de JUSTIÇA, Educação, S. Social, Sistema de Saúde e como é óbvio uma formação profissional exigente e adequada às capacidades de cada um. Mas também Uma Boa formação Empresarial. Pois o que se tem visto e acho que deve de estar de acordo é que apartir de que Portugal foi para UE-CEE e recebeu os fundos Comunitários para reforçar a F. profissional e outros afins como aumentar a capacidade competitiva das empresas, o Dinheiro foi para grandes Carros e Casas bem como outros fins escuros por falta de JUSTIÇA a sério em que lhes fizessem prestar contas. Foi-se tudo e agora tudo e todos gritam.Oh da Guarda...Os sindicatos no mesmo tempo exigiram condições em regalias que hoje ninguém pode dar. Nem o Estado.Foi o tempo das vacas gordas.Agora quem quiser leitinho tem de tratar da vaca e bem.
Uma santa noite
De José Ferreira a 11 de Maio de 2010 às 21:40
Aprendemos a lição sempre que quisermos.
Só Cristo não peca porque é Deus..
Não seremos todos puros.
temos é de evitar voltar a cometer os mesmos pecados.
A Igreja tem de ser mais transparente, mas somos todos fracos.
Em vez de nos escandalizarmods com os pecados dos outros, devemos perguntar: o que fazer para ter um mundo melhor.
Não temos a obrigação de ser santos, mas todos temos um pouco de santos e muito de pecadores.´

Bem Hajam.

De paulo a 12 de Maio de 2010 às 00:01
São sem dúvida tempos difíceis , de mudança e de reflexão no seio da Igreja. Todos os pecados registados no seu seio são graves.
Nao podemos também ter a ilusão que tudo surge agora "por acaso".

Em 2.000 anos muitos factos aconteceram, muito mudou e o mundo também evoluiu. O peso de uma instituição como a Igreja sofre com todos os problemas de pedofilia e outros escândalos Mas é muito mais que tudo isso, É a Fé, a Esperança....muito mais que não se explica em pouca palavras.

Mas se resistiu a Papas como Alexandre VI, dos Bórgias , não terá ainda força para renascer e se reforçar , mesmo no tempo da Globalização?

Eu acho que sim!

De Coincidências (ou tal vez não) a 13 de Maio de 2010 às 13:37
Já repararam que os países com mais pessoas que se dizem religiosas (Europa do Sul, América do Sul e central, África, Médio Oriente e Ásia subdesenvolvida(filipinas, Indonésia, etc) São imcomparávelmente mais pobres que os países da mesma zona geográfica que não têm na sua população maiorias religiosas?
Exemplos: América do Norte vs América centro e Sul; Europa do Norte Vs Europa do Sul; Ásia Subdesenvolvida VS Japão e Austrália.
Isto deveria ser necessário para que não se transmitisse nos três canais generalistas portugueses ao mesmo tempo o Papa a dar missa, é como dar um jogo do Benfica ao mesmo tempo nos três canais (deve ter tantos seguidores como a igreja catolica). Faz mal ao cérebro.
De Paulo Sousa a 13 de Maio de 2010 às 14:03
Existe uma correlação próxima, não entre os países serem ou não 'religiosos', mas entre os países maioritariamente católicos e os protestantes.
De anonimo´s a 13 de Maio de 2010 às 16:33
Anda a ler WEBER? Leia. É isso, a etica protestante e o capitalismo...
De ... a 13 de Maio de 2010 às 14:20
Na maioria dos países muçulmanos também não se vive lá grande coisa.
Em relação aos protestantes tens razão, apesar de a maioria das pessoas desses países se dizerem não religiosos, pelo simples facto de, e como a palavra indica são pessoas com opinião, protestam, não usam "palas", ou seja não é nenhum papa ou Ayatollah, que os "guia" para onde estas organizações multinacionais querem.

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds