Terça-feira, 25 de Maio de 2010

Campo de jogos ??

  Todos os dias   passo por aqui e quase todos os dias penso no mesmo:  como é possível possuir um campo desportivo numa área nobre de uma vila e ao mesmo tempo presenciarmos um cenário de total desertificação?

  Parece que entramos numa área inóspita e hostil à vida ao ar livre; não há uma sombra, apenas cascalho, pó, pedra ... e arame farpado!!

  Do outro lado estacionam camiões de longo curso.

  Melhor é possível, não?

 

Aqui ficam as imagens!

publicado por Ana Narciso às 08:00
endereço do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De anonymous a 25 de Maio de 2010 às 09:50
Alguém por aqui já lhe chamou, a esta área, o penico de Porto de Mós.Cada vez mais acho que tem razão.
Sim, era possivel fazer melhor,mas para isso era necessários saber mais :-)
De Marco a 25 de Maio de 2010 às 09:59

Bom dia,

Porto de Mós perdeu uma oportunidade histórica, na minha opinião, de construir na Várzea, um complexo desportivo digno desse nome quando foi obrigado a relvar o actual estádio.

Nessa altura e com centenas de jovens para colocar a jogar podia e devia ter sido outra a solução.

Solução, que na minha opinião, seria abandonar o actual local, que não tem condições para receber um jogo de futebol, basta olhar para os acessos ao estádio, a opção de adquirir os terrenos de lado foi também errada.

A venda daqueles terrenos permitindo a construção, é claro que já li que haveria muita especulação imobiliária e tal, e que tal darmos o exemplo e através de um concurso público claro e transparente vender pela melhor proposta financeira em conjugação com o melhor projecto para o local? (Já sei sonhador ... )

Dai resultariam verbas mais do que suficientes para se construir um novo estádio, um ou dois campos sintéticos em anexo, piscinas, campo de ténis, e outras mais valias, permitam-me um conselho, visitem a zona desportiva do Entroncamento.

Cumprimentos,

P.S. - Para aqueles que veneram as tasquinhas ... também haveria espaço para elas ... até porque o terreno é enorme, basta pensar ... e rentabilizá-lo.
De anonymous a 25 de Maio de 2010 às 11:14
Até tinham espaço para fazer uma pista de atletismo para os bombeiros fazerem exercicio, mais um conssitente argumento para "plantarem" os bombeiros naquele sitio...
Marco, com os cortes de despesa estão proibidos de viajarem para aprenderem com os outros,não é que não tenham humildade para aprender e ouvir os outros..., só para outras coisas...
De Jorge Oliveira a 25 de Maio de 2010 às 11:17
Sinceramente, que se lixe a várzea. Porque ontem fiquei a saber que a escola básica do 1º ciclo do Tojal, onde penso/pensava colocar o meu filho no próximo ano, é considerada a PIOR do distrito, vou só enumerar alguns dados que poem qualquer pai de cabelos em pé.

Não tem arrumos, os produtos de limpeza estão a um canto da sala.
Os fios eléctrico estão se a descolar das peredes e os professores voltam a colá-los com FITA-COLA, estando estes acessiveis a crianças pequenas.
As secretárias têm dezenas de anos e para além do elevado estado de degradação e com o crescimento das crianças, algumas já não CABEM com as pernas.
Os WC são minusculos, um adulto se quiser ajudar uma criança tem de ser fora visto não caberem os dois.
No inverno só uma professora pode ter o aquecedor, que trás de casa, ligado porque, se na outra sala a professora ligar o dela o quadro eléctrico desliga.
O recreio é composto por terra, sem um único equipamento de bricadeira, um baloiço que seja.
O almoço é dado na sala de actividades da Pré-escola
O telhado e o estuque das paredes ameaça RUIR.
Não existe um retoprojector, que quando necessário os professores trazem de casa e projectam num LENÇOL.
O pais juntaram-se e compraram uma fotocopiadora, visto após várias tentativas a câmara não o ter feito, agora a câmara não dá os toners como faz com as outras escolas porque afirma que não foi ela que deu a máquina, RIDICULO.
A comissão de pais eleita vai pedir uma reunião com o executivo camarário, após essa reunião e do que lá saír serão tomadas as devidas providências.
Isto sim tem a haver com o FUTURO da nossa terra e do nosso país.
De anonymous a 25 de Maio de 2010 às 11:21
Isso resove-se tudo com o nosso director do agrupamento.Fale com ele e vai ver...é que ele tem um programa fantástico em termos de projecto educativo...
De Anómico a 25 de Maio de 2010 às 12:22
Á escolas em freguesias onde não falta nada, até têm em duplicado. A do Tojal falta tudo, e algumas coisas que lá existem foram particulares que arranjaram, incluindo moveis. O Sr. Presidente e Sr. Vereador, já á muitos anos que andam a prometer, mas nunca fizeram nada, a não ser remendos. Obras como deve ser só para as escolas das Freguesias amigas.
De Anómico a 25 de Maio de 2010 às 18:59
Nas escolas "gasta-se" dinheiro porque as crianças não podem andar com uma placa às costas com a inscrição "inaugurada....". Neste momento só uma dura tomada de posição pode acabar com o actual estado de coisas. A Câmara nunca disponibiliza dinheiro para nada. A manutenção não existe é o parente pobre. Se procurarem bem há outras escolas na miséria, só porque são geridas com mão de ferro (somítica) que com ou sem dinheiro não têm capacidade para mais. Força reúnam com quem de obrigação e batam o pé pois há pessoas que têm mentalidade (birrenta) de criança. Não largam o dinheiro por birra, e esta só passa com aquela palmada na hora certa. Melhor que a comida que comem. Força denunciem estes casos porque não se fiem que alguns senhores que por aí andam não lêem blogs.
cifrão
De Pedro M Crespo a 26 de Maio de 2010 às 15:41
Saudações!

Vim com vontade de ler e de bar opinião sobre a Várzea mas confesso que já fiquei enjoado com a escola do Tojal...
Parece que isso está pior do que pensava...
(Avante...)

A Várzea de Porto de Mós até podia ser apenas um terreno anexo à vila sem importância especial, mas acontece agora é o ÚNICO que existe e ainda por cima está na Principal "porta de entrada" da vila.
PM está cercado de encostas e apenas podia crescer horizontalmente para o outro lado do rio ou para a Ribeira de Cima. Depois de se ter limitado o crescimento para sul com a barreira formada pela Cooperativa e pela Secundária, em cima dos melhores solos da vila, assistiu-se à ocupação de S.Miguel e agora só resta a Várzea...

Esperava eu que houvesse a capacidade de visão em criar um espaço de ocupação verde, leve, convidativa para os cidadãos e que fosse um cartaz de boas vindas aos que nos visitam.
Nas Várzeas de Leiria, quer perto do hospital, quer na zona desportiva, criaram espaços onde coexistem espaços desportivos e de lazer, jardins e bosques...
Parece-me óbvio que não vamos ter o urbanismo das capitais, nem o mar como a Nazaré nem os mosteiros como Alcobaça e Batalha, nem teremos aparições como Fátima; resta-nos o nosso PATRIMÓNIO NATURAL.

Aquilo que fizerem da Várzea vai marcar em definitivo a imagem que se quer dar do concelho.
A escolha é entre as "gaiolas" artificiais que lá existem e querem fazer, ou entre os espaços verdes, livres e naturais, convidativos para todos e em consonância com uma política de apoio da natureza.

Acredito que as pessoas que querem passar uns dias em locais que lhes proporcionem lazer, natureza e descanso poderão vir a visitar PM e que até poderá vir a funcionar como âncora, dando "um saltinho" às vilas vizinhas mas regressando à nossa terra para ficar descansando mais uns dias...

Saudações!

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds