Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

Melhor é possível

Por qualquer razão , alheia à vontade dos dois ( minha e do Director do Jornal) o texto publicado está truncado o que dificulta a leitura do mesmo.

 Assim , aqui fica o texto com as devidas correcções a bold

 

Melhor é possível

 Esta terceira semana de Maio poderá ter significado uma viragem na organização do Ensino em Porto de Mós; a eleição do Director do maior Agrupamento de Escolas do Concelho.  A escolha deste dirigente foi o ponto final  num ano lectivo atribulado, impreciso e confuso que colocou toda a comunidade  escolar à beira de um ataque de nervos. Rui Neves , actual Vereador  na Câmara Municipal, foi o escolhido pelo Conselho Geral Transitório para liderar um Agrupamento  onde apenas se juntaram Escolas e não as pessoas.  O Novo Director tem uma enorme tarefa pela frente: identificar os pontos fortes e fracos sem ferir susceptibilidades,  será a primeira das prioridades. Depois, este candidato tem  o vento a se favor: uma excelente e privilegiada relação com a Câmara, uma notável carteira de contactos e  uma motivação forte para fazer melhor. Os dados estão lançados. O tempo será a melhor resposta a este desafio.

 Eu acrescento que esta candidatura teve ainda outro aspecto que nunca é demais realçar: a partilha de poder entre as escolas em presença. A concentração  numa só escola; sede de agrupamento, Presidência do Conselho Pedagógico,  Director e Presidência do Conselho Geral Transitório sempre me pareceu uma solução que, a longo prazo , traria mais inconvenientes do que vantagens.  Quebrou-se  este anel de poder :  caberá ao novo Director encontrar as melhores soluções,  as melhores personalidades para darem rosto e corpo ao seu projecto de intervenção para 4 anos.

 Temo, contudo, que esta decisão traga alterações significativas  à vida do “ novo” Director : ( salvo melhor opinião) Rui Neves não poderá acumular as suas funções de Vereador mesmo sem pelouro. Estou, totalmente de acordo com o espírito da lei.. Art.26 ª nº 1.  do  Decreto –lei nº 75 /2008 :O regime de dedicação exclusiva implica a incompatibilidade do cargo dirigente com quaisquer outras funções, públicas ou privadas , remuneradas ou não. O Agrupamento, é um parceiro único e singular na política educativa do Concelho ; não pode estar à mercê  das  decisões políticas de um outro órgão do qual depende  

 Só lhe ficaria bem se abdicasse  sem delongas;  o Agrupamento que vai dirigir precisa de tranquilidade e da total disponibilidade e dedicação dos seus dirigentes. Para desassossego bastou este ano lectivo.

 Uma palavra de conforto ao actual Presidente Rui Claúdio: um homem bom que dirigiu com paciência e  espírito de sacrifício  este  Annus Horribiles: perdera Direcção não significa menos credibilidade e as Novas Tecnologias nunca progredirão sem o seu contributo.

publicado por Ana Narciso às 18:00
endereço do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Anómico a 27 de Maio de 2010 às 21:02
De facto é esperar para ver.
Rui Neves ganha para Director e sai da câmara onde tinha sido encostado à boxe pelo Salgueiro. Deixa uma câmara que se encontra ao Deus dará, dias inteiros sem que haja uma voz de comando, deixa uma substituta na educação e na acção social que já o tornou competente, deixa um PS esfrangalhado. Sai dum ninho de vespas, pelo próprio pé e entra por mérito próprio como dirigente num cargo de chefia.

Desta foi inteligente, tire-se-lhe o chapéu.

Não deixa de ser irónico que a escola secundária sempre tão avessa ao agrupamento, sempre tão fechada nela mesma, sempre tão contra os professores do 2ºciclo venha agora a ser comandada por um professor do 2º ciclo. Imagino os azedumes que por lá circularão!
De Paulo Sousa a 27 de Maio de 2010 às 22:16
Estamos certos que agora irá exigir competência no desempenho das AEC's, assim como sabedoria na escolha por parte da Câmara. É a pessoa certa para fazer descansar os pais sobre este assunto.
De Joao Manuel a 28 de Maio de 2010 às 08:24
Será que é agora que será alguém do Concelho a assumir as Aec`s?
De Anómico a 28 de Maio de 2010 às 11:15
Só se podem fazer votos para que faça um bom trabalho. Há coisas em que Rui Neves tem a vida facilitada, por um lado tem na escola uns antecedentes que são para esquecer, por outro tem na Câmara um sucessor (não é a vereadora da Mira mas sim o Super (Bino) Vereador - este vai a todas) que faz com que haja saudades dele e fica com a vantagem de se ver definitivamente livre do tal Super, sem fazer ondas para uma possível futura eventualidade. À pessoas cheias de sorte!
Pede-se que agora conhecedor como ninguém das dificuldades das escolas em tudo, desde o liquido de lavar a loiça, até às AEC's passando por outras coisas (ver post do Jorge Oliveira), se inponha e comece por tentar pôr a Câmara na ordem, obrigando-a a cumprir as suas mais elementares obrigações. Um Concelho que não aposta na educação dos seus jovens é um concelho sem futuro.
Pensei que a teoria do arrecadar do ouro no cofre já tivesse sido moda mas vejo que estava enganado
De rainha-de-copas a 29 de Maio de 2010 às 10:43
Deixem lá o homem...que ensinem! O resto é desculpas de nada fazer a atender à mostra dos exames que andam por aí.Ensinem! è para isso que são pagos. Senão, rua...há mais por onde investir.

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds