Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2010

tweetpost- 11

@joaomiranda É cada vez mais evidente que Manuela Ferreira Leite ganhou as eleições. Governo vai rever construção de auto-estradas

retirada da net

Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

O Orçamento para 2010

 

O Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2010 que o governo apresentará durante o próximo mês é decisivo para o futuro do nosso país. A situação económica e financeira em que Portugal se encontra é, por si só, razão suficiente para a importância deste orçamento no futuro próximo do país. Mas o que se passa noutros países da Europa, e particularmente na Grécia e na Irlanda, mas também em Espanha, agravam exponencialmente a realidade da nossa conjuntura (?) económica e financeira.

Não se compreende muito bem o atraso na apresentação do OGE para o próximo ano. Não há razões objectivas para que não tivesse sido apresentado mais cedo, o que só faz duvidar de que possa vir a estar à altura das responsabilidades que a situação do país impõem. A apresentação, e a forma como foi viabilizado o último orçamento rectificativo, há apenas uma semana, reforça essas dúvidas.

A situação é simples e resume-se em meia dúzia de pontos:

  • Não é possível continuar com os défices na ordem dos 8% pela simples razão de que não há condições, dentro dos limites responsáveis, de os continuar a financiar;
  • Também não é possível manter esses défices durante 3 anos para, em 2013, apenas por imposição da União Europeia, regressar aos 3%;
  • O sentido de responsabilidade obriga, assim, que se comece a reduzir o défice já em 2010 o que, de resto, é o único sinal de credibilidade que se pode passar para os nossos credores;
  • Ora o OGE é um instrumento de governação para um ano;
  • Neste espaço de tempo, mesmo que houvesse vontade política e determinação efectiva, não é possível inverter os estrangulamentos que impedem o crescimento económico;
  • Logo a única forma de atacar o défice já em 2010 passa exclusivamente pelo lado da despesa.

Portanto dizer-se que a despesa é rígida e que não é possível reduzi-la deixa de ser a eterna muleta para o “deixa andar” e nada continuar a fazer. È obrigatório fazer uma análise rigorosa dos gastos do Estado, identificar os desperdícios e, de uma vez por todas, começar a eliminá-los.

Tarefa complicada? De maneira nenhuma, se até todos nós, cidadãos comuns, temos a noção dos enormes desperdícios que nos entram diariamente pelos olhos dentro, como é que isso pode ser complicado para um governo?

Basta vontade. Política ou a que quer que seja!

Poderá perguntar-se, sabendo como tudo funciona em torno do jogo político, se há condições políticas para esse exercício de seriedade. Se é agora, quando o governo não tem maioria na Assembleia da República, que tal será possível.

Creio firmemente que sim. Basta que o governo fale verdade (para o que tem sempre todas as condições) e que se não preste a negociatas, como se prestou no orçamento rectificativo e como deixou claro que se prestaria para o próximo, como o Luís Malhó aqui deu conta há uma semana.

Se for para fazer este caminho, bendito atraso na apresentação do OGE...E, se assim fosse, eu gostaria de ver que oposição é que o inviabilizaria!

Mas parece-me que ninguém percebe que é melhor sermos nós a tomar a iniciativa de acabar com o regabofe do que sermos obrigados a fazê-lo através de chicote alheio! Pelo menos é o que parece quando, em vez de ouvirmos falar do problema, num dia ouvimos falar de regionalização e, no dia seguinte, do tal casamento…

 

Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

O tuga já não tem vara para saltar estes muros

Há umas semanas, Bagão Félix ,no Jornal da 2, em 1-2 minutos não mais, fez contas tipo merceeiro, justificando tim tim por tim tim porque é que tinha quase a certeza que o défice iria estar muito próximo dos 10 % do PIB.

Quais virgens ofendidas, a malta do (des)governo veio logo a terreiro dizer que o Senhor não sabia o que dizia,  que o défice iria ser de 5,9% do PIB, que eramos dos países que iriamos mais crescer em 2009 e isto do desemprego era coisa que nunca chegaria aos 10%.

Pois "tá bem abelha", os números do INE colocam o desemprego em 9,8% ,muito longe dos 10%..., e agora vem o senhor Teixeira dos Santos dizer que afinal o défice pode ser de 8% !  É este o nosso "muro de Berlim" tão bem retratado em números por Pinho Cardão no 4R

Domingo, 15 de Novembro de 2009

Paralelismos

 

 

 

 

 

 

Confesso: os paralelismos a que me vou referir ocorrem-me um pouco na onda do futebolês que aqui trago aos sábados. Mas também pelos acontecimentos que marcaram a semana que está a acabar.

De facto notam-se uma série de paralelismos entre o país e o Sporting.

País e Sporting andam altamente deprimidos. Ambos estão com níveis miseráveis de desempenho e, no entanto, até estão, na actual conjuntura, com bons resultados na II Divisão da Europa. O Sporting, num grupo muito fraquinho da liga Europa, está no primeiro lugar e com grande avanço. Portugal também. Com um crescimento de 0,9% no III trimestre, que se segue aos 0,3% do segundo, e com o crescimento negativo previsto para este ano para 2,9%, contra os 4% da média europeia, o país também apresenta um bom resultado nesta altura desse campeonato. O pior é depois, o que vem a seguir. Mas é bom recordar que estamos a falar da actual conjuntura…

Mas há mais. Se nos virarmos para a governação, do país e do Sporting, então encontramos muitos mais paralelismos. Com uma única diferença: enquanto toda a gente sabe quem manda no governo, ninguém sabe muito bem quem manda no Sporting.

Ambos gostam de se vitimizar. São vítimas de tudo! São vítimas dos jornais, da opinião pública, da oposição…

José Eduardo Bettencourt (JEB, para simplificar) só vê “terroristas” no Sporting. E “cretinos” pagos para fazer oposição. Pois não é precisamente disto que Sócrates se queixa? Mas com uma vantagem: é que Sócrates, ao contrário de JEB, identifica os terroristas – os jornais (alguns) e as televisões, também algumas. Mas o JEB também se queixa da perseguição dos media.

Um jornal deste fim-de-semana faz manchete com a notícia de que Sócrates mentiu ao Parlamento quando ali referiu desconhecer o propósito da PT comprar a TVI. Parece que, nas famosas escutas das suas conversas privadas com o amigo Vara, lá falavam do negócio. Mas Sócrates reage: isso não é notícia, é calúnia. Bem, depois vem a pequena nuance: afinal o governo é que não tinha conhecimento oficial… Ah…daí a calúnia!

Durante a semana os jornais davam conta da decisão do JEB contratar o treinador da Académica – André Villas Boas. Sem dinheiro para mandar cantar um cego (sem ofensa aos inivisuais, é apenas uma consagrada expressão popular), tal como o país, o Sporting falha a contratação e expõe-se ao ridículo, uma vez mais. É então que surge o inefável JEB a dizer que nunca lhe passou pela cabeça a contratação daquele treinador. Que tudo não passou de uma invenção dos jornais. Pois, só que se esqueceu que nem foram necessárias escutas para ficar claro que estava a mentir (é verdade que não era no Parlamento)! É que, poucas horas antes do presidente da Académica anunciar o falhanço das negociações, tinha emitido um comunicado para a CMVM informando-a que se encontrava a efectuar, e cito, «contactos (…) com o representante do treinador André Villas Boas».

A salvação deste país é que é maioritariamente benfiquista! Com o Benfica a ganhar até a economia cresce 0,9%!

 

Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

Debate programa Governo

O Debate pode ser acompanhado AQUI!

Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Uma imagem vale por mil palavras **

 

 

** recebida por mail

 

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds