Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2010

Com a verdade me enganas!

Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

Formar politicos

Quem não se queixa da qualidade, falta dela, dos politicos, da sua formação e preparação para que sejam de forma competente os nossos dignos representantes e que lutem pelo bem geral e não do bem particular?

 

Em tempos, aqui, referi a possibilidade de cativar jovens alunos para a realidade política, convidando-os a conhecer e participar nas actividades dos vários órgãos municipais.Este foi o meu desafio na altura.


Foi com muito agrado que li a notícia sobre a experiência vivida por jovens alunos de Portugal no Parlamento Europeu. O objectivo desta troca de realidades, ainda que por um curto período de tempo, foca-se na mensagem que os jovens eurodeputados irão passar dentro do seu contexto diário, no seu país de origem.
Naturalmente exige um trabalho prévio de preparação, que denúncia o interesse dos jovens em aprender mais sobre a aldeia global e conhecer as rotinas, as práticas, a comunicação entre outras, que fazem parte do mundo do parlamento europeu.
Aos alunos que superaram a prova, os meus parabéns e desejo que os restantes possam tomar este bom exemplo e seguir os mesmos passos.
PARABÉNS!


imagem do forum estudante

 

publicado por Pedro Oliveira às 21:00
endereço do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

Começa a ser degradante

Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

Os ciclos...

No inicio do séc. XX este país era a confusão total em termos politicos e financeiros, era o Império do regabofe, até que veio um senhor da Universidade de Coimbra para ministro das finanças para endireitar a "coisa", não só  gostou da experiência como reforçou o seu estatuto e poder. Depois, bem depois a história é mais ou menos conhecida de todos: fartou-se de "endireitar" o país, à sua maneira...

Continuando a ler notícias destas vai-me parecendo claro que estamos no fim de  um ciclo e no inicio de outro, resta saber é se o perfil do personagem que aí vem é o mesmo do tal senhor....

Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Um suponhamos II

Em 2004 fomos surpreendidos pela ida de Durão Barroso, então eleito Primeiro-ministro(PM), para a liderança da comissão europeia. O normal seria o número dois do governo substituir o PM, no caso seria a Drª Ferreira Leite..., mas o partido,na altura, decidiu indicar o nome de Santana Lopes ao Presidente da República(PR) que o indigitou como PM, o resto da história é mais do que conhecida de todos.

 

Porque motivo recordo eu este episódio da Democracia Portuguesa?

Pois é aqui que entra o meu "suponhamos".

 

Suponhamos então que João Salgueiro é convidado para um lugar de destaque politico e que aceita (para esta análise está fora a questão se tem ou não valor para tal), qual deverá ser o cenário?

 

1- deve ser substituido pelo número dois, Albino Januário

2- deve o partido mais votado indicar outro vereador para Presidente da Câmara

3- deve haver eleições antecipadas

4- ...

 

Pode parecer estranho este texto três dias depois das eleições, mas ás vezes tenho sonhos esquisitos....e como gosto de partilhar convosco as minhas inquietações aqui fica mais uma para partilharmos ideias...

abraço

Sábado, 22 de Agosto de 2009

Eles falam falam, mas não acontece nada

Os politicos dizem à boca cheia que os cidadãos deviam participar mais na vida politica das suas terras, envolverem-se mais no que é seu, tudo muito bonito, tudo muito certo o pior é que na prática, tudo fazem para que os cidadãos tenham que ir bater á porta dos partidos se querem participar activamente na vida politica da sua terra ou do seu país, senão vejamos:

Os movimentos de cidadãos para serem reconhecidos, como tal, têm que angariar mais de 12 000 assinaturas, aos partidos só lhe é exigido 7 500, os partidos estão isentos de IVA nas despesas campanha eleitoral ao contrário do que acontece aos movimentos e para cúmulo, nos boletins de voto não é permitido aos ditos movimentos qualquer simbologia que não seja um número romano.

Digam lá que não vivemos num país fantástico de gente também ela fantástica.

Sábado, 21 de Março de 2009

"As leis contra a corrupção são mal feitas"

Quem o diz é Garcia Leandro, Presidente do Observatório da Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo.

 

“As leis contra a corrupção são mal feitas. Todas as tentativas que têm sido feitas para as corrigir, nomeadamente pelo deputado João Cravinho, que agora já não é deputado, têm sido bloqueadas na Assembleia da República”, diz o responsável, acrescentando que não é possível fazer praticamente nada para condenar alguém por corrupção.

 

Ver mais aqui

publicado por Paulo Sousa às 00:32
endereço do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Quotas e o falso problema

Os partidos politicos andam muito preocupados com a falta de mulhers na politica e vai daí inventaram a lei das quotas.Num país onde mais de 60% da comunidade estudantil, Universitária, é feminina, onde há cada vez mais Mulheres na gestão de topo nas empresas, onde trabalho somos 6 directores e estamos empatados 3 a 3, os politicos "acharam" que seria necessário impor quotas para que as Mulheres fossem para a politica, quando o problema está em conseguir levar para a politica gente de qualidade, Homens ou Mulheres.

Esta semana o meu filho, mais velho, chegou-me a casa com uma noticia que pode tranquilizar os politicos preocupados com esta questão das quotas, é que na Escola dele vai haver eleições para a Associação de Estudantes e, a maioria dos que integram as listas são raparigas e fazem o pleno à candidatura à liderança:São todas raparigas!

Ou seja, a continuar assim, vem aí a lei das quotas para os Homens... 

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2008

Prognósticos?Só no fim do jogo!

A actividade politica em Portugal está um delirio, não quer dizer que esteja bem, ou talvez até esteja, não sei...

Santana Lopes vai tentar ir, novamente, para o local onde não foi feliz, Manuel Alegre aperta cerco a Sócrates para virar à esquerda,apesar de Sócrates considerar o PS um partido popular de esquerda..., uma centena de militantes do PP,incluindo um deputado, diz adeus até mais ver a Paulo Portas, Pacheco Pereira, ao que tudo indica, vai ser o "cabeça de lista" do PSD para as Europeias, enfim anda tudo numa roda viva.

Como todos somos treinadores de bancada,economistas e analistas politicos, o que acham que vai acontecer?

 

Vai aparecer um novo partido à direita com dissidentes do PP e do PSD?

Manuel Alegre vai esticar a corda com Sócrates, com o "argumento" do milhão de eleitores nas Presidenciais, ou vai mesmo formar uma "CDU" com o BE?

Sócrates se ganhar novamente,com maioria absoluta, vai transformar Portugal em República Popular de Portugal...?

Ainda falta um ano para as eleições, em politica é muito tempo,mas parece que algo está para mudar no panorama politico em Portugal.

tags:
Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008

Tumultos na Grécia

1- O quotidiano de Atenas foi interrompido há seis dias para um tumulto que ainda não terminou.

A morte do Alexandro Grigopoulos terá sido o catalizador para um aumento exponêncial do número de manifestantes. Face à dimensão dos estragos, não se pode culpar apenas algumas dezenas de anarquistas e de radicais. O descontentamento da opinião pública perante o governo envolvido com casos de escutas ilegais, corrupção, escândalos sexuais, negócios imobiliários do estado com beneficio de um ministro e com a crise e o desemprego crescente, fizeram das manifestações e greve geral uma válvula de descompressão com efeito contrário, ou seja a pressão para que o governo se demita é cada vez maior. As palavras de ordem pedem eleições antecipadas.

 

 

2- Não terá nada a ver para o caso mas foi ontem apresentados os resultados de um estudo na Assembleia da República com os seguintes dados:

 

Grau de satisfação dos portugueses com a democracia em Portugal:

Em 1985: 40%

Em 1999: mais de 35%

Em 2008: 28,5%

 

Grau de satisfação dos deputados com a democracia em Portugal: 60,6%

 

Sentimento de representação dos portugueses na Assembleia da República:

Portugueses: 19,6%

Deputados: 63,8%

 

3- Quandos vires as barbas do vizinho a arder...

Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

Ninguém se preocupa!?

Pelo que soube, o PSD tem cerca de 30 militantes activos e o PS não chega aos 50(em Porto de Mós),ambas as informações dadas por gente que está nas respectivas comissões politicas, O CDS, o PCP e o BE terão menos ainda, pois quem não está habitualmente no poder não tem,normalmente, capacidade de mobilização, se é que  podemos utilizar esta expressão tendo em consideração estes números. Estamos a falar,  números "redondos", em 100 pessoas, o Concelho tem,mais ou menos, 20 000 habitantes.

Normalmente quando questionamos  estas coisas, a resposta mais rápida que se ouve é que :"nos outros Concelhos ainda é pior", e ficamos todos contentes por isso.

Eu não fico, e em minha opinião, esta situação mostra e prova bem, que a nossa democracia está doente.

Se em outros países há o hábito de as pessoas se reunirem e discutirem os problemas do seu bairro, rua ou freguesia, dei exemplo do que vi em Créteill,em França, em Portugal normalmente isso não acontece e a população, que não está para isso, isso é lá com eles, delega essa função para os partidos politicos.

Porto de Mós tem 13 freguesias, se considerarmos que os militantes nos vários partidos, são aqueles que se sentem motivados para participar activamente no pensar a sua terra, temos  8 pessoas "filiadas" por freguesia.

 

Não acham muito pouco?

 

Em minha opinião é muitissimo pouco.O que têm feito os partidos para inverter esta situação?Porque é que os partidos não são organizações apelativas e abertas à discussão?

São os partidos, nesta altura, o único "meio" para que as pessoas expressem as suas opiniões em prol das populações?

O que devem fazer os partidos para voltarem a ser agentes de dinamização intelectual, de mudança e de esperança num futuro melhor e mais justo?

 

Estas e outras perguntas têm feito "tilt" na minha cabeça nos últimos tempos, e chego à conclusão que neste momento os partidos têm pouco interesse em ter gente que pensa pela sua cabeça, estão cheios de gente que sabe tudo e, como tal, pensam que sózinhos conseguem resolver os problemas, temo é que não sejam os nossos problemas.

 

tags:
Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

Afinal não é traição politica, é politicar...

Politicar-Relações hipócritas e interesseiras, para subir numa escada virtual, em que se agarram os que vão à frente para se empurrarem para trás os que os ajudaram a subir.

 

roubado daqui

tags:
publicado por Pedro Oliveira às 12:44
endereço do post | comentar | favorito
|

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds