Quarta-feira, 4 de Março de 2009

Na sala de espera

Ver imagem em tamanho realOntem numa clinica em Coimbra, a conversa entre Médicos era sobre o Incêndio no Hospital dos Covões.Um dizia que ainda bem que aquela m***** tinha ardido, para ver se assim faziam as obras necessárias, outro dizia que deviam era fechar o Hospital pois não tem as minimas condições para quem lá trabalha e para os doentes.

Ao ouvir esta conversa lembrei-me dos beberetes nas inaugurações das auto-estradas, do TGV e do novo Aeroporto, tudo prioridades de um Portugal que assiste a isto tudo impávido e sereno, até quando?

Na hora do almoço, ouvi o Director do Hospital dizer que o técnico responsável tinha referido que nada fazia prever aquela situação porque, nem no Verão estamos e as temperaturas eram baixas á hora da ocorrência, será que ninguém é capaz de dizer que o PT,sua potência, dos Covões não chegava para "as encomendas" e por isso é que "berrou"?

publicado por Pedro Oliveira às 10:05
endereço do post | comentar | favorito
5 comentários:
De patti a 4 de Março de 2009 às 11:26
Mas desde quando o que não dá lucro é prioridade neste país?
De Armindo Vieira a 4 de Março de 2009 às 12:34
E desde quando a saúde tem que dar lucro?
Desde que estes iluminados governantes estão no poder!!!!!!!!!
Armindo Vieira
De Ricardo a 5 de Março de 2009 às 01:15
Achas que a saúde não dá lucro?


Segue o racioccinio....


As pessoas que estão "doentes" deixam de ser pagadores de impostos para receberem as baixas. Obviamente que a empresa deixa de contar com um activo e não o conseguindo (Para já) substitui-lo precáriamente está a perder laboração logo, perde dinheiro. O estado tem de deixar de receber para pagar.

E assim!

Quanto mais depressa se debelar o problema de saúde mais depressa esta pessoa volta ao activo, bom para a empresa e bom para o estado pois volta a receber os seus "dividendos".

Conclusão: Melhor saúde, mais rapidez na cura. E assim mais depressa o estado volta a contar com o seu activo.
Este (estado) deixa de pagar duas vezes para receber por duas vezes.

Será que a saúde não dá lucro?
De Armindo Vieira a 4 de Março de 2009 às 12:31
Peço desculpa por fazer este comentário aqui, poisnão vem nada a propósito do post, no entanto devo um esclarecimento aos leitores do vilaforte, esclarecimento prometido aquando do meu comentário relativo aos suplementos das freguesia a publicar n"O Portomosense".
As freguesias que não aderiram são Mira de Aire e Pedreiras.
Não sei quais as trazões invocadas nem sequer me interessam.
Mas. a minha indignação vem sobre as Pedreiras, a minha freguesia.
Este ano, a 5 de Agosto e 19 de Dezembro, respectivamente, comemoram-se os 85 anos da criação da paróquia e da freguesia.
Não sei se haverá intenções das respectivas instituições comemorarem a efeméride, mas entendo que a publicação do suplemento, seria um bom veículo e uma boa altura para promoverem essas comemorações...
Assim não entenderam os responsáveis. Tudo bem.
Aceito, embora contrariado.
Armindo Vieira
De Pedro Oliveira a 4 de Março de 2009 às 13:44
Há razões que a própria razão desconhece,meu caro Armindo.

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds