Sábado, 21 de Março de 2009

"Não se resolve o problema da sida com a distribuição de preservativos. Pelo contrário, o seu uso agrava o problema."

O Papa ou o preservativo?

 

É tempo da Igreja mudar de opinião sobre esta matéria, por respeito pelas  pessoas que morrem vitimas desta doença(SIDA) e para ser respeitada.

tags:
publicado por Pedro Oliveira às 12:34
endereço do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Irene Pereira a 21 de Março de 2009 às 13:07
Acho estas afirmações criminosas!
De Maria Antonieta a 21 de Março de 2009 às 16:36
Hoje entra a Primavera.21/03/2009 é um número cabalistico cheio de energia em que devemos celebrar o Sol, esse energia fantástica que permite a Vida. Como tal recuso-me a entrar ns tricas laricas de uso ou não uso de preservativo.
Sei que o Vila Forte, um blog de que particularmente gosto, se dedica mais a temas politicos, mas desta vez apetece-me infrigir a regra.
Chegou o tempo de semear e semente é Vida, semente é Amor, porque a Terra a recebe com a Amor e a germina.
Hoje é dia de celebrar o Amor e a Vida.
E que tal esta veia romântica.
Deixemos lá o Papa na sua santa paz.
De Jose a 21 de Março de 2009 às 17:53
Ás vezes fico sem saber se devo rir ou se é melhor chorar.O ser humano é dotado de um cortex cerebral que lhe permite pensar, analisar,tomar decisões...Posto isto dou graças a Deus porque o papa tem liberdade para dizer o que pensa e eu sou livre para não aceitar aquilo que ele diz.Desde quando é que eu, como católico, preciso da "autorização" do papa para orientar a minha vida sexual??? Se a SIDA aumenta por não se usar preservativo não culpem a igreja. A culpa é única e exclusivamente de quem não se protege...quanto ao papa deixem-no falar.Não dêm ás suas palavras a importancia que elas não têm...

Se fosse no tempo da Santa Inquisição eu estava feito...não escapava á fogueira sagrada na praça pública...
De Paulo Sousa a 21 de Março de 2009 às 20:12
A posição da Igreja sobre o uso do preservativo, à luz do que consideramos ser o pensamento actual, é retrograda, desactualizada e indutora a que muitos mais seres humanos sejam infectados com o HIV e por isso venham a morrer prematuramente.
Não estou a par dos detalhes teológicos que sustentam esta posição, mas interpreto como estando em defesa do que chamam o respeito pela vida. Nas entrelinhas defendem o sexo apenas para fins reprodutivos e a abstinência sexual como a forma mais asseada de combate a SIDA.
Claro que, também, perante esta posição muitos cidadãos não reconhecem autoridade moral à Igreja para regular a sua vida sexual.
Mas a Igreja é uma instituição milenar. Ao longo dos seus 2000 anos de história cometeu imensos erros, muitos excessos e silêncios. Por outras palavras pecou, e peca, por palavras, actos e omissões. Muito lentamente e nem sempre de forma pacífica acabou por, ora liderar ora se adaptar, à evolução dos tempos. Basta ver que demorou 300 anos a dar razão a Galileu. Também num futuro a prazo indefinido, reconhecerá que pecou por omissão aquando do holocausto e alguns séculos depois reconhecerá que errou sobre o uso do preservativo.
A sua postura é, como sempre, semi-autista, pois pretende que a sociedade se adapte à doutrina da Igreja, quando ela própria muito dificimente se adapta às expectativas da sociedade.
De Portomaravilha a 21 de Março de 2009 às 22:12
Não deixa de ser curioso que o preservativo apareça,cada vez mais , nos discursos oficiais como um meio de contracepção.

Há métodos contraceptivos muito mais eficazes que o preservativo.

O preservativo é pouco eficaz e um "pis aller".

Daí talvez a confusão que se vai generalizando entre os jovens. Daí talvez o número assustador de mães solteiras que estão aparecer por esta Europa fora. Veja-se o caso da Inglaterra. E também em França.

O preservativo como meio de contracepção pertence ao passado.

Assim, parece-me arquaico pensar o preservativo como meio de contracepção.

O preservativo pode ajudar a combater as doenças sexuais transmissíveis. Estas são cada vez mais numerosas. Não é só a sida.

É, quanto a mim, uma batalha pela dignidade humana, que explicar aos jovens, esquematizando, com a pílula existe fiabilidade contraceptiva. E com o preservativo correm-se menos riscos de apanhar uma doença sexualmente transmíissível.

Ou seja, a aliança da pílula e do preservativo é um mais indispensável.

O que me faz andar com a cabeça à roda é que o discurso que acabo de ter mostra que, mesmo no âmbito da sexualidade, existe um fosso enorme entre países do Sul e países do Norte.

Existe a vontade de fazer acreditar que o preservativo é, no século xx1, um meio de contracepção. Porquê ?

Como também não acredito que as mulheres indianas sejam estúpidas ao ponto de engolir a plaquete de pílulas, para uma mês, duma só vez só. E que por iso se passou à esterelização

Descrebilizar a vida ?

E Viva o Porto !
De Maria a 23 de Março de 2009 às 14:10

Sem palavras para comentar as palavras do papa ...

sem palavras mesmo ...

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds