Terça-feira, 21 de Abril de 2009

Só queria carinhos

Por ignorância,por acreditar que quando algum casal decide adoptar uma criança, é porque sente a maternidade e paternidade de uma forma tão intensa que quer dar amor a uma criança, e como os futuros pais adoptivos passam por várias fazes até a criança ir para as suas casas, sempre pensei que a ligação afectiva jamais poderia ser quebrada.Engano meu, afinal são devolvidas(palavra chocante, mas real).Há dias, ficámos a saber que um casal ,devolveu uma criança, porque ela era meiga de mais e estava sempre a querer carinhos.Fiquei de rastos.Como é possivel?Então não é suposto as crianças serem meigas,carinhosas e necessitarem de mimos,ainda para mais estas que foram deixadas pelos seus pais de sangue?Que sociedade é esta que troca uma criança por um cão, porque ao cão só damos festas quando queremos?

Recomendo a leitura do texto do Jorge Soares, que é uma Pai fantástico e fundador da Missão Criança que aqui já divulgámos.

 

Adiciono mais este link, pois trata-se de um assunto de extrema importância e tem que ver com esses seres maravilhosos que são as crianças.

publicado por Pedro Oliveira às 07:50
endereço do post | favorito
De Portomaravilha a 23 de Abril de 2009 às 22:54
As mulheres não tinham menstrução nos campos da morte. Sabiam ?

Eu, o narrador, sou humanista !

Efectivamente, o 25 de Abril está a bater à porta.

Foi uma página muito importante para a história de Portugal, mas também da humanidade. Não há que ter medo das palavras. E não há que esquecê-lo.

Senhor Jorge Oliveira, transcrevo, aqui, para si e para todas e todas, as palavras de Maria de Medeiros, publicadas no cartaz que anunciava a saída do filme, "Capitães de Abril", em França, a 24 de Janeiro de 2001.

Passo a traduzir : " Num mundo infestado de conflitos armados, dominado pelas corridas loucas pelo poder, "granguenado" por corrupções de qualquer espécie, a história de estes soldados que combateram pela paz sem cair nos horrores da guerra , que acederam ao poder deixando-o, que ficaram apaixonados pelos conceitos de justiça, liberdade, de democracia, parece-me ultrapassar muito depressa os limites nacionais. É um conto universal."

Fala-me de Otelo e dos ressabiados. Não lhe posso responder porque, não vivendo em Portugal, não estou a par do caso concreto de Otelo.

Mas visto de fora uma coisa é certa : Debaixo do fascismo Portugal tinha um taxa de mortalidade infantil extraordinária ( sem falar da taxa de esperança de vida ) . Compare-se a mesma ( ou mesmas ) taxa actualmente.

Assim, estando feita a transição, ficando-se no campo da história da humanidade, parece ilógico ou propagandista, comparar a exposição àcerca de Darwin e a exposição "Our Body".

Até hoje, as únicas exposições de cadavares foram as exposições de múmias Egipcias. Estas estão inseridas num contexto histórico e civilizacional. Ademais, os cadavares das múmias ( museu do Louvre ) nunca foram expostos em "mulambos".

Senhor Jorge Oliveira, não vejo , francamente, em quê a exposição "Our Body" pode permitir um melhor conhecimento da anatomia humana. Salvo erro meu, os estudantes de medicina já há muito não andam a passear com esqueletos debaixo do braço.

Assim : Uma coisa é Darwin que a apresenta uma hipótese de evoluução . Outra coisa é "Our Body" que apresenta a estagnação, o passado ( reminiscências nazis ? ).

Senhor Jorge Oliveira, como deve saber, a exposição foi retirada após uma queixa, ganha em tribunal, pela associação "Ensemble contre la peine de mort et Solidarité Chine" / "Juntos contra a pena de morte e Solidários com a China".

Há quem argumente que se tratam de cadavares de jovens chineses executados. Aí não sei. Não tenho opinião porque não há provas concretas.

Pefiro escrever que não se conhecem as origens dos cadavares. Todavia, tudo leva a pensar ( segundo alguns grandes médicos Franceses / Vive l'Exception Culturelle Française ) que se trata essencialmente de corpos que não apresentam qualquer patologia.

Penso que não se pode atentar à dignidade humana.

A comercialização do corpo humano e , pior ainda, a comercialização da morte não podem ser aceites humana e juridicamente.

O culto ( não confundir com ritual) da morte é o que nos faz humanos. O que nos diferencia das outras especies animais.

Mas tal não era e não é o objectivo da ideologia nazi que nos quis tornar animais para melhor reinar !

Quem experimentou cruzamento entre câes e mulheres/ humanos.?

Mas as Mulheres, elas que dão à luz e têm a sabedoria da vida, não tinham menstruação nos campos da morte. Sabiam ?

E Viva o Porto !






Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds