Sábado, 16 de Maio de 2009

É a economia estúpido

 

Numa pequena vila e estância de veraneio na costa sul da França chove e nada de especial acontece.
A crise sente-se!
Toda a gente deve a toda a gente, carregada de dívidas.
Subitamente, um rico turista russo entra no foyer do pequeno hotel local. Pede um quarto e coloca uma nota de 100 € sobre o balcão, pede uma chave de quarto e sobe ao 3º andar para inspeccionar o quarto que lhe indicaram, na condição de desistir se lhe não agradar.
O dono do hotel pega na nota de 100€ e corre ao fornecedor de carne a quem deve 100€, o talhante pega no dinheiro e corre ao fornecedor de leitões a pagar 100€ que devia há algum tempo, este por sua vez corre ao criador de gado que lhe vendera a carne e este por sua vez corre a entregar os 100€ a uma prostituta que lhe cedera serviços a crédito. Esta recebe os 100€ e corre ao hotel a quem devia 100€ pela utilização casual de quartos à hora para atender clientes.
Neste momento o russo rico desce à recepção e informa o dono do hotel que o quarto proposto não lhe agrada, pretende desistir e pede a devolução dos 100€. Recebe o dinheiro e sai.
Não houve neste movimento de dinheiro qualquer lucro ou valor acrescido.
Contudo, todos liquidaram as suas dívidas e estes elementos da pequena vila costeira encaram agora optimisticamente o futuro.
 
(recebido por mail)
publicado por Pedro Oliveira às 08:15
endereço do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Pronúncia a 16 de Maio de 2009 às 10:29
Muito interessante.

O problema é que todos os habitantes envolvidos na cadeia dos 100€ continuam sem dinheiro para gastar pelo que se precisarem de algo vão ter que ficar novamente a dever.

Podem não ter produzido nada, mas pelo menos... ficou o optimismo. E isso é bom!

jocas e bom fim de semana
De Jorge Oliveira a 18 de Maio de 2009 às 09:27
Atenção a essa matemática, o do hotel ficou sem o dinheiro e acumulou um prejuizo de mais 100 euros.
De Rui Ribeiro a 18 de Maio de 2009 às 11:53
O do Hotel não ficou sem o dinheiro, porque não alugou o Quarto! A condição era restituir os € 100,00 caso o Russo não gostasse do quarto, que foi o que aconteceu! Mas enquanto o Russo esteve a ver o quarto, os € 100,00 de "caução" serviram para pagar as dívidas anteriores. Ninguém ficou com o dinheiro, mas todos ficaram sem dívidas. Certo??
De Pedro Oliveira a 18 de Maio de 2009 às 10:30
director diz à secretária:
- Vamos ficar no exterior por uma semana, para um Seminário. Faça os preparativos da viagem!

A secretária faz uma chamada para o marido:
- Vou viajar para o exterior com o diretor por uma semana. Cuide-se, querido.

O marido liga para a amante:
- Minha mulher vai viajar para o exterior por uma semana, então nós vamos poder passar uma semana juntos, meu docinho!

A amante telefona para um menino a quem dá aulas particulares:
- Estou com muito trabalho, na próxima semana não precisa vir às aulas.

O menino liga para o seu avô:
- Vô, na próxima semana não tenho aulas, a minha professora estará ocupada. Vamos passar a semana juntos?

O avô, que é o director desta história, liga para a secretária:
- Vou passar a próxima semana com o meu neto, então não vou mais participar daquele Seminário. Pode cancelar a viagem.

A secretária liga para o marido:
- O diretor da empresa mudou de idéia e acaba de cancelar a viagem.

O marido liga para a amante:
- Não poderemos mais passar a próxima semana juntos, a viagem da minha mulher foi cancelada.

A amante liga para o menino das aulas particulares:
- Mudança de planos: vamos ter aulas normalmente na semana que vem.

O menino liga para o avô:
- Vô, a minha professora disse que vou ter aulas semana que vem. Desculpe-me, não vai dar para lhe fazer companhia.

O avô liga para a sua secretária:
- Meu neto acaba de dizer que não vai poder ficar comigo na semana que vem. Continue com os preparativos da viagem ao Seminário!

Entendeu agora o que é um ciclo infinito???

De Pedro Oliveira a 18 de Maio de 2009 às 10:31
Como com simplicidade se consegue explicar a maior crise dos últimos tempos.......

Entenda a Crise do Subprime; Este 'gajo' devia ir ao Parlamento, explicar a crise financeira mundial!!!
Para quem não entendeu ou não sabe bem o que é ou gerou a crise americana, segue breve relato económico para leigo entender...

O Ti Jaquim tem uma tasca, na Vila Carrapato, e decide que vai vender Copos 'fiados' aos seus leais fregueses, todos bêbados e quase todos desempregados.
Porque decide vender a crédito?
Porque assim pode aumentar um pouquinho o preço da dose do tintol e da branquinha (a diferença sobre preço é o que os pingas pagam pelo crédito).

O gerente do banco do Ti Jaquim, um ousado administrador formado em curso muito reconhecido, decide que o livrinho das dívidas da tasca constitui, afinal, um activo recebível, e começa a adiantar dinheiro ao estabelecimento, tendo o 'fiado' dos pingas como garantia.

Uns seis executivos de bancos, mais adiante, rastreiam os tais recebíveis do banco, e os transformam em CDB, CDO, CCD, UTI, OVNI, SOS ou qualquer outro acrónimo financeiro que ninguém sabe exatamente o que quer dizer.
Produtos estruturados e agora chamados tóxicos (não sabia que o vinho era tóxico, a menos que a martelo).

Esses adicionais instrumentos financeiros, alavancam o mercado de capitais e conduzem a operações estruturadas de derivativos, na BM&F, cujo lastro inicial todo mundo desconhece (os tais livrinhos das dívidas do Ti Jaquim).

Esses derivativos estão a ser negociados como se fossem títulos sérios, com fortes garantias reais, nos mercados de 73 países.

Até que alguém descobre que os bêbados da Vila Carrapato não têm Dinheiro para pagar as contas, e a tasca do Ti Jaquim vai à falência. E toda a cadeia sifu...deu.

Muito simples...!!!
De Pedro Oliveira a 18 de Maio de 2009 às 12:15
Já que estamos nesta:
Será que seria protecionismo comprarmos mais do que é nosso?
(tal como os outros este é mais um texo recebido por mail)
Como ajudar a resolver a crise

O João, depois de dormir numa almofada de algodão (Made in Egipt), começou o dia bem cedo, acordado pelo despertador (Made in Japan) às 7 da manhã.

Depois de um banho com sabonete (Made in France) e enquanto o café (importado da Colômbia) estava a fazer na máquina (Made in Chech Republic), barbeou-se com a máquina eléctrica (Made in China).
Vestiu uma camisa (Made in Sri Lanka), jeans de marca (Made in Singapure) e um relógio de bolso (Made in China).
Depois de ouvir as notícias pelo rádio (Made in India), ainda bebeu um sumo de laranja (produced in Israel), entrou no carro Saab (Made in Sweden) e continuou à procura de emprego.
Ao fim de mais um dia frustrante, com muitos contactos feitos através do seu telemóvel (Made in Finland) e, após comer uma pizza (Made in Italy), o João decidiu relaxar por uns instantes.
Serviu-se de um copo de vinho (produced in Chile), ligou a TV (Made in China) e pôs-se a pensar porque é que não conseguia encontrar um emprego em PORTUGAL...


Talvez esta notícia devesse ser enviado às empresas e aos consumidores portugueses.

O Ministério da Economia de Espanha estima que se cada espanhol consumir 150€ de produtos nacionais, por ano, a economia cresce acima de todas as estimativas e, ainda por cima, cria milhares de postos de trabalho.



De Jorge Oliveira a 19 de Maio de 2009 às 10:00
e sem crédito

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds