Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008

(im)Produtividade à Portuguesa

Um dia o Manel deu um mau jeito, pelo sim  pelo não, foi no dia seguinte a uma cllinica, com autorização patronal, para ser visto por um Médico.O Médico não viu nada de especial,mas pelo sim pelo não, mandou-lhe fazer exames que ficaram marcados para daí a uma semana,equipamento indisponível, assim o Sr. Dr. passou-lhe uma baixa para duas semanas para, o Manel lhe mostrar os exames no tempo da baixa e o Sr. Dr. certificar-se que tinha razão quando no diagnóstico disse "isso não é nada foi só um mau jeito,mas pelo sim pelo não..."".Pelo sim pelo não o Manel esteve 2 semanas de baixa e afinal não era mesmo nada.

Ao que parece tudo isto é normal, pelo sim pelo não....não trabalha,não produz."Tásse bem!"

publicado por Pedro Oliveira às 07:33
endereço do post | comentar | favorito
12 comentários:
De patti a 17 de Outubro de 2008 às 09:30
Pedro, e se pelo sim pelo não, se tivesse descoberto alguma coisa mal?
Parece que tudo, afinal tem sempre os dois lados da questão.
De Pedro Oliveira a 17 de Outubro de 2008 às 10:03
A questão Patti, é que se o médico tinha feito o diagnóstico que não era nada, para quê 15 dias de baixa?Não estou contra ele ter mandado fazer testes para confirmar o seu diagnóstico, agora estar 15 dias de baixa para fazer exames e mostrar ao Sr. Doutor é que me parece Descabido.
Penso que uma situação como:
Sr. Manel vou-lhe passar uns exames, entretanto passo-lhe uma receita de uma pomada(o que também aconteceu), se isso não passar volte cá,mas pode trabalhar.Hoje em dia os Srs. Doutores passam baixa por tudo e por nada sem terem a noção das consequências para o País em termos de produtividade, é mais fácil mandar para a baixa,assim não chateiam.

nota final: Este Sr. Manel ao segundo dia já não lhe doia nada,mas como tinha que fazer exames e os mostrar ao Sr. Doutor,manteve-se "em casa".Apesar de saber que pode, por iniciativa própria, interromper a baixa,mas infelizmente maior parte dos portugueses,gosta muito de "barafustar" contra os empresários e dizer que tem direitos, mas quanto aos deveres...
Como é evidente a entidade patronal deste Manel fez queixa a quem de direito.Não que fosse resolver o problema porque para este já não havia nada a fazer,mas para que situações idênticas sejam tratadas de forma menos leviana.
De Isabel Vieira a 17 de Outubro de 2008 às 09:52
Bom dia, há muita injustiça nas baixas médicas, baixas onde é indicado doença directa e a pessoa está de baixa há 2,5 anos e a receber sem nunca ter ido a juntas médicas porque estás não são sujeitas a isso, embora se passeie para baixo e para cima na boa, grávidas de baixa e com gravidez de risco que andam de um lado para o outro como se estivessem (e estão) no melhor, enfim é assim, no entanto há aquelas que são dadas porque o indivíduo foi sujeito a uma cirurgia e esses sim ao fim de 15 dias já estão a ser chamados para uma junta médica. A isto chama-se justiça, e quem é o culpado de tudo isto - são os médicos de família que (alguns) cedem facilmente ás solicitações dos seus doentes.
De Ferreira-Pinto a 17 de Outubro de 2008 às 11:14
Eu, pelo sim, pelo não comento ... não vá acontecer-me alguma.
Penso que a questão das doenças profisionais e dos acidentes de trabalho não devem, nem podem ser menosprezados.
Assim como o acompanhamento e a tentativa de diagnóstico correcta.
Pensemos que há anos atrás queixas de dor constante seriam mal vistas e hoje podem ser fibromialgia.
Admito, contudo, que também há profissionais da doença e péssimos profissionais no sector da Saúde que, na dúvida e face à sua própria ignorância, prescrevem em catadupa e dão logo baixa para não sei quantos dias.
De Sónia Pessoa a 17 de Outubro de 2008 às 14:40
Dão baixas a torto e a direito, não é bem assim.... lembras-te do caso daquela senhora que não há muito tempo deu uma reportagem que mostrava a pobre desgraçada numa cadeira de rodas, mal se podia mexer e exigiam que ela regressasse ao emprego, numa junta de freguesia, não me lembro qual... esse facilitismo não é para todos.
De Pedro Oliveira a 17 de Outubro de 2008 às 21:19
Cara Sónia e restantes AMIGOS do Vila Forte, como costuma dizer Carlos Magno, há uma regra/lei que nunca deve falhar-BOM SENSO-
Nem 8 nem 80.
De Sónia Pessoa a 17 de Outubro de 2008 às 21:41
eu fui o 8 e tu o 80?... ups, agora fiquei na dúvida! Numa coisa tu tens razão, no meio está a virtude... beijocas Pedro
De bluevelvet a 17 de Outubro de 2008 às 15:48
Pelo sim pelo não, o que acontece é que ninguém sabe a quantas anda.
A este deram-lhe 2 semanas de baixa e à prof com cancro que nem podia falar, recusaram-na.
Pelo sim pelo não, talvez emigrar.
Beijinhos e bom fim-de-semana
De Rafael Marcelino a 17 de Outubro de 2008 às 17:26
Bom, já agora que estamos pelo sim e pelo não, e porque (deveria ser assim) após um acidente de trabalho o paciente dirigir-se a um centro hospitalar no imediato diagonisticavam e radiografavam para então procederem a uma solução mais precisa e justa. No entanto ainda não existe nenhuma máquina no Mundo que consiga desmentir o paciente de que quando ele diz DOI.
Os Hospitais estão equipados com profissonais para julgar e consultar.
Nem tudo é justo, mas neste casos deveriam ser tratados no imediato nos Hospitais.
Nunca se pode julgar ninguém pelas desconfianças, apenas as certezas e como disse atrás ainda não existe máquina para julgar se doi ou não com a verdade.
Conheço um caso que foi adiado por 15-dias uma simples queda(Culpa o Paciente-adiado) em que foi diagnoticado depois com uma ernie discal,com os dias o caso agravou para uma incapacidade de trabalho à vida.
De Paulo Jerónimo a 17 de Outubro de 2008 às 18:35
reportagem da zonaTv sobre a inauguração do CIBA.
Penso que gostarão de ver:

http://videos.sapo.pt/IeOMT7bT9zszeLICftS4

Cumptos a mesa!
Paulo César
De carlosbarbosaoli a 18 de Outubro de 2008 às 00:07
Pois é, Pedro, mas se por acaso tivesse , o m´dico o mandasse trabalhar e acontecesse alguma coisa errada, oda a gente estava agora a zurzir no médico...
Abraço
De Paulo Sousa a 19 de Outubro de 2008 às 09:18

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds