Quarta-feira, 24 de Junho de 2009

Começaram as férias e...as preocupações

Ontem assisti a uma conversa, à noite, numa esplanada entre duas mães que mostra bem o dificil que é hoje em dia ocupar os miúdos nas Férias e os custos que daí advém:

 

- Onde é que tens os teus filhos?

 

- Olha estão em casa, os dois sózinhos, mas cala-te lá é uma despesa que nem imaginas, um com 14 e outro com 12, é comida e bebida todo o dia e depois levam os amigos, já assim foi no ano passado, desde que não tenho os avós é uma carestia.

 

- Os meus como são pequenos não os posso deixar em casa sózinhos ficam nos tempos livres o dia inteiro, para cada um são 200 euros, já viste?

 

- No meu tempo íamos trabalhar nas férias e ajudávamos com os dinheiritos a comprar isto ou aquilo agora só podem aos 16 anos, andam à solta  quase três meses.

 

- 3 meses? então mas não vais de férias? os meus só estão nos tempos livres até final de Julho  depois vão de férias connosco.

 

- pois, mas não te esqueças que eu trabalho na empresa "..." e já tivemos as férias por haver pouco trabalho e o meu homem anda a ver se arranja que fazer em Julho quando a fábrica pára, pois isto de dinheiros não está fácil e vem depois o Setembro.

 

As senhoras lá continuaram a falar da vida e eu e  a minha mulher ficámos a pensar naquilo porque, felizmente nós podemos colocar os nossos filhos em sitios onde têm actividades, mas deve ser terrível para os Pais com dificuldades financeiras e sem apoio familiar esta altura de Férias. Será que não era possivel eles, miúdos, terem mais uns dias de férias repartidos ao longo do ano e no verão terem um periodo de férias mais curto?

Será que não era bom criar um regime especfico em que miúdos apartir dos 14 anos pudessem trabalhar em determinados locais, tipo lojas, restaurantes,.....?

tags:
publicado por Pedro Oliveira às 07:46
endereço do post | comentar | favorito
17 comentários:
De voz do goulinho a 24 de Junho de 2009 às 08:57
Não podem trabalhar porque é exploração infantil e então é crime.
Mas como nós todos constatamos nas telenovelas trabalham crianças e algumas bem novinhas .
Mas é chique já não é exploração?
Trabalhar ajuda no orçamento
Trabalhar é aprender
Trabalhar não é vadiagem
Trabalhar é ser responsável
Trabalhar sim mas não com a intenção de explorar as crianças mas sim ensinalas a progredirem na vida.

António Assunção
De Irene Pereira a 24 de Junho de 2009 às 09:27
Post muito oportuno. Cumpre acrescentar que também moras num sítio onde há mais oferta de actividades de férias do que por aqui.
Conheço muita gente com essa preocupação. Jovens em casa durante demasiado tempo, poucos sítios para os ocupar e a carestia de alguns dos que existem.
Concordo com o comentário anterior. O meu mais velho já iniciou o seu emprego de Verão, mas não foi fácil arranjar.
Quanto oa mais novo e atendendo à idade a coisa é mais complicada...
De Ana Narciso a 24 de Junho de 2009 às 09:53
Por favor ! Mais tempo na escola não!!!
Os dias de calor que se fizeram sentir ( graças a Deus que não foram muitos!) colocaram a nu a falta de condições que algumas escola têm nomeadamente a EB2 Dr Manuel de Oliveira Perpétua. Vamos ter quadros interactivos e datashows em cada sala , mas no Verão derretemos e no Inverno gelamos. A climatização das escolas é agora a grande prioridade. Mas afastei-me um pouco do assunto: ocupação do tempo livre dos nossos filhos. Com o rumo traçado pelo BE e que o PS ouve com muita atenção , temo que as famílias estão quase a entregar todo o tempo dos seus filhos ao Estado um Estado que espevita a preguiça e a indolência e condena a ocupação em tarefas sem cair na exploração infantil, essa sim condenável : a única condenável. Há uma diferença abismal entre uma e outra. No último debate na AR, ficámos a saber que para o BE tudo é condenável. Toda a esquerda ouve! E aplaude. O cidadão vota BE . Opções!! Do meu ponto de vista e com toda a frontalidade, opções erradas.
De Maria a 24 de Junho de 2009 às 10:37

Bom dia,

Mais tempo nas Escolas não por várias razões, uma das quais obrigaria os professores a estarem mais tempo na escola e isso não pode ser não pode ser ...

Concordo com o facto de haver um planeamento do ano lectivo diferente ... como sei lá ... perguntem à ministra da educação essa mente brilhante da política nacional ...

Mas se calhar se fossem as próprias escolas a receber estes alunos em actividades, e aqui podiam ser chamadas "extra curriculares", fora do período regular de aulas ... pois um aluno que sai de casa às 7h00 da manhã e entra às 19h00 é por demais ridículo ... mas siga é a vida.

Cumprimentos,
De Irene Pereira a 24 de Junho de 2009 às 11:49
Maria
Isto já foi explicado à exaustão, mas cá vai...
Por acaso sou professora e preciso de sítio para deixar os meus filhos porque estou na escola a trabalhar e os meus filhos estão de féria da escola.
Já percebi que na sua opinião isto não deve ser possível...
Já percebi que pensa que os professores entram de férias ao mesmo tempo os alunos...
De Ferreira Pinto a 24 de Junho de 2009 às 10:54
As suas interrogações e propostas são legítimas, mas temo que as últimas iriam esbarrar em direitos adquiridos, ofensas à escola inclusiva, à escola democrática e coisas por ai ...
De patti a 24 de Junho de 2009 às 11:48
Para muitos pais, é um pesadelo estas épocas de férias.
De Pedro Oliveira a 24 de Junho de 2009 às 11:49
Bom dia a todos,
queria nesta altura só relatar o meu caso pessoal e dos meus irmãos, aos 12 anos todos nós começamos a trabalhar nas férias, foi uma experiêmcia óptima, para a vida, em termos de socialização, de perceber o que custava a vida, no nosso caso ainda era complementado com os trabalhos agricolas ao fim-de-semana,e na compra daquelas sapatilhas que o Sr. Vala tinha e que eram tão fixes, por acaso o meu patrão até aos 17 anos.Sim, fui Sapateiro daqueles à antiga até essa idade, posso garantir que o contacto com clientes desde aquela idade foi fundamental para vida profissional de hoje.
Segundo sei, em alguns Países da Europa as férias são mais repartidas ao longo do ano e as de verão menores.Há que ver para além do nosso quadrado referencial.
Quem não tem avós e pouca margem financeira tem nestes periodos graves problemas.
Alguém que pense nestas situações, as Autarquias podem e devem ter um papel importante na ocupação destes jovens, as escolas estão fechadas e os equipamentos pagos pelos nossos impostos parados durante estas longas semanas, há que pensar diferente.
Penso que seria muito proveitoso, para todos, um regime fiscal e legal para trabalho em férias, basta ver como os outros fazem, nos filmes, principalmente nos EUA, todos vemos jovens a trabalhar, será que nós é que somos os inteligentes?
De Maria a 24 de Junho de 2009 às 12:00

É claro que não penso, Dra. Irene, que os professores entram de férias ao mesmo tempo que os alunos mas temos de concordar que é quase ...

Além disso ambos sabemos o quanto é difícil alterar comportamentos na classe dos professores, veja-se só a questão da avaliação (mesmo que o modelo seja ou esteja errado) por vezes parece que têm de ter um tratamento diferenciado.

Mas numa coisa temos de concordar, as crianças/jovens têm de ter uma ocupação durante as férias.

Julgo que aqui a Câmara Municipal, as Juntas de Freguesia, as Escolas têm um papel fundamental, felizmente temos pinhais para vigiar, piscinas, pavilhão, campos sintético e relvado, uma serra maravilhosa, praias a 25km , etc. etc. etc.

De certo que nas Instituições que referi existem pessoas com ideias? Com capacidade de criar projectos? Mesmo que os país comparticipem estas actividades a um preço de serviço público....

De certeza que haveria muito pai que pensava no assunto, e há infelizmente muita pessoa no desemprego que poderia dar uma ajuda.

De certo que se deixássemos de canalizar verbas para obras claramente com o objectivo eleitoralista e as transferíssemos para este tipo de actividade, ficaríamos todos muito mais satisfeitos.

Mas os eleitos locais ......!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Cumprimentos
De Irene Pereira a 24 de Junho de 2009 às 12:05
Não tenho que concordar que é quase porque isso não corresponde à realidade...
De Maria a 24 de Junho de 2009 às 14:03

quase quase quase não é ... mas é quase ...

Cumprimentos,

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds