Segunda-feira, 20 de Julho de 2009

Agrupamento de escolas

Sou caloiro nestas andanças de orgãos de gestão das escolas, mas este ano como estou no Conselho Geral de um agrupamento na Marinha Grande vou tendo uma outra visão da coisa.

No agrupamento a que me refiro, há Jardins de infância, escolas do 1º,2º e 3º ciclo, ou seja abranje uma vasta população estudantil e um vasto conjunto de niveis escolares.

A semana passada tivemos uma reunião para analisar resultado de uma inspecção externa e resultados escolares dos alunos, da apresentação apercebi-me que apesar de serem todos do mesmo agrupamento a "coisa" funciona sem uma estratégia e articulação, vou dar um exemplo:

Chegou-se à conclusão que os alunos da escola x e da escola y do primeiro ciclo, são responsaveis pelo engrossar de problemas de disciplina e de maus resultados académicos nos anos posteriores.Foi uma constatação, uma justificação para inspector ver e mais nada.

Ora aqui é que entra aquilo que penso que deve ser uma agrupamento de escolas e que fiz questão de explicar na dita reunião.

 

Para mim um agrupamento escolas tem sentido se, tiver como ponto de partida aquilo que o Concelho quer ter como cidadãos, na sua estratégia de desenvolvimento, tendo em conta os contextos sócio económicos e se as escolas do agrupamento estiverem alinhadas.

Ora se a escola X e y, são fornecedores de "matéria prima" com alto risco de contaminar a restante população estudantil e se há no segundo e terceiro ciclo, carências gravissimas de Português e Matemática, pergunto qual é a estratégia do agrupamento para actuar nas escolas x e y em parceria com a Autarquia e Instituições de solidariedade social entre outras, e o que está a ser feito desde o jardins de infância e restantes ciclos para que nas áreas detectadas de maior incusso para que a médio prazo em vez de ser um ponto fraco seja um ponto forte?

Vou dar o exemplo que dei na reunião que foi elogiado pela Presidente do Conselho Geral:

O Ajax conhecido clube europeu de futebol, tem como estratégia, ter o mesmo sistema de jogo deste as escolinhas até aos séniores, inclusive os treinadores são escolhidos pelo sistema que o clube utiliza para não haver desperdicios, isto leva a que por exemplo o defesa esquerdo quando chega aos seniores sabe o que pretendem dele naquela posição, e a adaptação é muito mais rápida, com todos os beneficios que daí advém. Já o Sporting, também conhecido cube formador de jogadores em Portugal foi até há bem pouco tempo o maior viveiro de extremos,Futre, Figo,C.Ronaldo,Simão,.., e agora tem como treinador principal um técnico que joga sem extremos, tem lógica?

 

Como é óbvio não obtive respostas ás minhas questões, mas sei que fui ouvido com atenção.

 

Isto tudo para dizer que sou favorável aos agrupamentos escolas desde que, as sinergias criadas sejam potenciadoras de mais valias para os nossos filhos e das nossas terras, se a visão for "reclamações no próximo guiché", então andamos todos a brincar à educação, a prejudicar e a comprometer o futuro das nossas crianças, logo do País.

publicado por Pedro Oliveira às 12:44
endereço do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds