Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009

Transportes públicos

A ida ao Porto e mais concretamente ao Sea Life estava prevista há algum tempo, foi no sábado. Um problema, eramos 6 pessoas  tinhamos que ir em dois carros.E se fossemos de comboio e de metro? Assim foi, partimos de Coimbra no inter-cidades, na campanhã apanhámos o metro e depois de uma caminhada de 15 minutos estávamos a visitar o Sea Life, local que recomendo.

Foi a melhor solução, deu para ler, conversar, dormitar e apreciar as vistas. No metro do Porto fomos surpreendidos pelo sistema de controlo que considero inovador no que diz respeito à cidadania e confiança nas  pessoas, o que lá está é nosso e deve ser pago por todos nós em respeito por todos, não há torniquetes nem "portinholas", valida-se o bilhete e já está. O próprio bilhete não deve ser colocado no lixo pois pode ser "carregado" com mais viagens.Gostei!

 

Há uns tempos, 2 anos, porque faço Leiria-Marinha Grande e vice versa todos os dias e  porque constato as dezenas de carros para lá e para cá  só com um passageiro, enviei mail a um dirigente politico com reponsabilidades distritais e natural da Marinha Grande, a sujerir a construção de um metro de superficie entre as duas cidades e um transporte urbano eficaz (com horários e paragens úteis ás pessoas) e eficiente (sem atrasos e com frequência adequada) nos dois centros. Até hoje não obtive resposta, mas quer Leiria quer a Marinha Grande já têm transportes urbanos.Há menos tempo falei nesta ideia com um autarca da Marinha Grande que achou a ideia interessante, mas duvido que avance pois cada cidade está mais interessada em olhar para a sua "capelinha", como se fosse possivel não pensar em rede e com visão de ganhos nesta sinergia....Tenho poucas dúvidas que um metro de superficie entre as duas cidades tão próximas em articulação com os meios de transporte urbanos, existentes, podiam potenciar ainda mais esses transportes e fazer com que pessoas como eu deixassem o carro em casa ou num parque de estacionamento e ir trabalhar levado pelo metro e depois pelo autocarro.

Não tenho dúvidas que a qualidade de vida das pessoas da zona metropolitana do Porto melhorou muito, fruto da visão dos autarcas daquela região, nós por cá também devíamos exigir o mesmo.Mas em altura de eleições há outras preocupações....

publicado por Pedro Oliveira às 07:28
endereço do post | favorito
De Platypus a 27 de Agosto de 2009 às 09:38
O Pedro tem razão quando se vive numa cidade grande, vejamos se eu quisesse fazer a viagem que ele fez, saindo de Porto de Mós, Tinha de fazer 20 kms de carro até Leiria e depois tinha duas opções ou a mais rápida em que apanhava dois comboios, o inter-regional até Coimbra e depois o Alfa até ao Porto a viagem (só comboio) sem contando a espera no transbordo em Coimbra e a deslocação até Leiria, demoraria 2h35m e custava 21,75€ por pessoa em 2ª classe, ou a mais barata o regional que custaria 11,55€ e demoraria 4h45m e teria de apanhar 4 comboios diferentes. Como se vê facilmente quer num caso pelo preço, p.ex para uma família de 3/4 pessoas, ou pelo tempo no outro caso a viagem de comboio que fez não é claramente opção.
De Pedro Oliveira a 27 de Agosto de 2009 às 09:46
O nosso amigo platypus está a introduzir mais dados ao problema, muito interessantes, que o meu texto quer também levantar(daí a questão do metro superficie MG-LRA), que é a questão dos transportes públicos na nossa região, seja no concelho, seja entre "vizinhos" ou com ligação aos "ramais" nacionais, sejam eles autocarros ou comboios.
É urgente mudar de paradigma, também, nesta área.Pensar diferente a mobilidade das pessoas.
O que pensam populações (problemas )e o que pensam os nossos autarcas e candidatos (soluções).Esta questão tem ou não que ver com a qualidade de vida que falámos há dias? Eu penso que sim e muito.
De Eduardo Louro a 27 de Agosto de 2009 às 17:38
Não fosse o nosso tão português fetiche pelo automóvel e lá estariam vocês a contribuir para afundar ainda mais a já afundada indústria automóvel. Já para não falar da GALP...
Claro que estou a brincar (começo a ter necessidade de eslarecer quando estou a brincar ou a falar sério)!
Um sistema de transportes que respeite critérios de mobilidade, de racionalidade económica e de eficiência ambiental é o principal cartão de visita das sociedades desenvolvidas, estrategicamente organizadas em função das pessoas e planeadas com visão de futuro. Mas nós estamos muito longe disso... É também uma questão cívica, de cidadania, de cultura e de educação. Estamos formatados para o individualismo, para o culto do carro estacionado em cima do passeio mesmo à porta do emprego, quando o há. Porque memo que o não haja, carro é que haverá sempre!
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds