Sábado, 22 de Agosto de 2009

(sem )Razões para uma candidatura

O Dr. Mário Pragosa ( desculpa amigo, mas  nesta questão somos adversários políticos) apresenta as razões da sua candidatura à Assembleia Municipal de Porto de Mós ( in, jornal O Portomosense). Desculpa, mas esperava melhor. Aqui não estamos a discutir currículos  académicos ou militares estamos a tratar  da política do concelho e de quem deve assegurar os destinos  desta terra . E sobre esta matéria a tua postura  tem sido pouco "isenta". Se bem me lembro ,  pertenceste à Comissão de Honra da candidatura de um candidato  do PSD .

Honrado com o convite  do PSD , honrado com o convite do PS? Afinal como é?

publicado por Ana Narciso às 00:26
endereço do post | comentar | favorito
12 comentários:
De António carvalho a 22 de Agosto de 2009 às 01:49
Acabei de ler o jornal o Portomosense de ontem e fiquei a conhecer o médico Mário Pragosa, em virtude da sua excelente folha de serviços.
A sua apresentação pessoal no espaço politico/partidário que o jornal afectou para as eleições autárquicas às forças partidárias do concelho, deixou-me um pouco preocupado, pois o candidato diz que a Assembleia Municipal deve ser o orgão da maior importância politica na vida da Autarquia e portanto fora da intriga politica.
Eu, que por algum excesso de participação na vida social deste concelho vou acompanhando e até presenciando algumas assembleias municipais do actual mandato, cheguei a uma trista conclusão. Não foi a intriga politica que descredibilizou a Assembleia Municipal de Porto de Mós. Foi a falta de respeito pessoal entre pessoas, a falta de preparação técnica e politica da maioria dos temas em discussão e a arrogância partidária que afastaram os municipes de uma participação efectiva e participativa dos interesses do concelho. E olhe que os deputados municipais do partido pelo qual o Sr Dr. agora se candidata, estarão muito perto de serem campeões nessa matéria de arrogância, desrespeito e de linguagem pouco abonatória, para um orgão tão relevante, para a discussão politica.
Estranho ainda que não estando desligado da sua intensa actividade médica e cientifica que presumo vai continuar a exercer, isso seja interessante para os eleitores saberem, visto que o que está em causa é saber quais são efectivamente os seus pensamentos e conceitos politicos, se tem algum pensamento estruturado sobre o desenvolvimento futuro do concelho e como deve ser exercido o mandato.
Experiência politica, o Sr. Dr. afirma não ter, porque a sua condição de militar não lha permitiu.
Já que se candidata a tão importante cargo municipal, pensa por exemplo propor a nomeação de um "Provedor do Municipe" onde os mesmos possam reclamar das "prepotências, abusos de poder e invasão de propriedade" que eventualmente o executivo pratique?
Também gostaria de saber se no caso de vir a ser eleito presidente da Assembleia, pensará exercer medicina privada em Porto de Mós e se essa eventual actividade seria uma mais valia para o nosso concelho, dado a nossa deficiente estrutura de saúde pública, nomeadamente na "prevenção da toxicodependência" ou na "Imagiologia e Fisiatria.
Com os melhores cumprimentos.
De Ana Narciso a 22 de Agosto de 2009 às 19:31
Eu espero que a entrada de um militar na bancada socialista traga alguma ordem a quem não sabe respeitar as regras do jogo democrático.
De Puck a 22 de Agosto de 2009 às 14:20
"Homens honestos são travesseiros macios e confortáveis sobre os quais os canalhas descansam e engordam" .
Thomas Otway, dramaturgo inglês, sec.XVII.
O Dr. Pragosa é um homem honesto, mas politicamente ingénuo.
O Dr. Pragosa que sempre se assumiu de esquerda, mas defensor de principios de coerência,que devem orientar o nosso comportamento, pondo acima dos partidos, a verticalidade dos principios, como pode agora, servir de travesseiro?
Ao apoiar Salgueiro, depois destes 4 anos, é como apoiar bons propósitos.
Mas como dizia Oscar Wilde ( romancista irlandês, sec XIX)
" Bons propósitos são cheques sem cobertura"
De Maria Antonieta a 22 de Agosto de 2009 às 18:52
Dra Ana desta vez não estou de cordo com a senhora. Não me parece tão imcompatível poder ser-se da Comoissão de honra do PSD e em outras eleições ser-se da comissão de honra de outro partido.
Há inumeros exemplos de pessoas muitissimos bem conceituadas neste país politicos de renome que já pertenceram a Comissões de honra de diferentes partidos.
O Dr Mário Pragosa é um militar e como tal sem filiação partidária. Não me espanta que possa concordar com um projecto politico sem mesmo se preocupar de que partido esse projecto é.
Um projecto politico pode ser bom ou mau independente do partido.
È verdade que as candidaturas não são jogos de curriculluns mas uma coisa é certa:
o artigo no Portomosense prova a grande humildade deste homem
Poderia optar como muita gente o faz por esconder as suas origens Não o fez e a meu ver essa atitude calou fundo no coração de muitos portomosenses-
Provou o valor do trabalho, desmitificando o facto de para se vencer tem de se nascer em berço de oiro ou ser filho de doutores.
Dr Mário Pragosa irá em qualquer circunstância fazer parte da Assembleia Municipal e de uma coisa estou certa:
ele será como muitos outros mesmo de partidos diferentes mais valias para o concelho de Porto de Mós.E esse é grande objectivo
De Mirense a 22 de Agosto de 2009 às 19:03
E qual é o projecto politico?
O Mentiroso-
2a série, com novos episódios.
De Ana Narciso a 22 de Agosto de 2009 às 19:41
Antonieta , nem sempre nem nunca, é a máxima que se aplica ao facto de não concordarmos sempre. Mas tenho um reparo afazer , hoje o Dr. Mário Pragosa não faz parte da comissão de honra é candidato pelo PS à Assembleia Municipal é diferente de pertencer a uma Comissão de honra. Abraça presidência de um órgão sem alegadamente conhecer o projecto , apenas assegurando que vai dar voz aos cidadãos isso é mais fácil através da Internet. A assembleia municipal é muito mais do que isso e uma das funções é fiscalizar e exigir a prestação de contas do executivo através dos seus eleitos. Continuo sem perceber como se pode apostar num determinado projecto e depois encabeçar outro com prioridades absolutamente diferentes. Mas talvez venha a perceber durante a campanha, uma vez que já percebemos que há proibição dos seus candidatos de escreverem no Vilaforte.

De Rua Direita a 23 de Agosto de 2009 às 11:09
Que eu saiba não foi no PS qiue se proibiram candidatos de falar no Vilaforte, mas sim no PSD, por determinação da Comissão Politica, ou não é assim ?
De anonimo a 23 de Agosto de 2009 às 14:13
Hoje soube aqui na esplanada que a ordem foi dada via familiar do candidato a Presidente à Câmara de Porto de Mós que é chefe directo da pessoa que agora só pode comentar no vila forte fora da hora de texpediente.É só democracia e gente sem escrupulos nos dois partidos, em que quem vamos votar? Porto de Mós sem solução é o que é.
De Francisco a 25 de Agosto de 2009 às 00:20
O sr. por acaso tem alguma empresa e os seus funcionarios passam muito tempo no MSN, ou a tratar de blogs e por acaso isso não o afecta,? por aquilo que estou a ver não deve ter responsabilidade perante nada.
O Sr. deve ser um daqueles que é empregado e passa muito do tempo que devia estar a trabalhar a teclar, a fazer tudo menos o que deve.
Nao sei do que fala nem de quem fala, mas se alguem esta a utililzar na hora normal de trabalho a internet para passar tempo e fazer comentarios nos blogs, deve sim senhor ser probibido de o fazer ou entao crie ele ou ela a sua própria empresa.

Isto tanto se aplica a PSD, PS, familiares de candidatos ou outros quaisquer empregados.

Meu amigo, trabalhe e deixe se de lançar confusão.

Beijocas

Francisco
De anonimo a 25 de Agosto de 2009 às 09:06
Ó Francisco Laranja não me digas que foste tu que deste a ordem, mas olha que vem com anos de atraso, ninguém ficaria a rir-se de vocês se tivessem feito isso à mais tempo, agora na semana em que ele se candidata à Junta de Feguesia de S.Pedro?
Já agora a proibição é só neste blog ou também se estende ao da ADP, ou nesse ele pode escrever e comentar à vontade?
Pois, foram apanhados na própria ratoeira, acontece aos melhores.
Já agora, posso continuar a não fazer nada ou a inveja tem tinha?
Ganhem juízo que já têm idade.
De Luis Costa a 25 de Agosto de 2009 às 13:28
Seja onde for, tento sempre dar o meu melhor em prol dos Portomosenses, seja na ADP, seja enquanto candidato à Freguesia de São Pedro, seja a nivel profissional, seja onde quer que seja.
Não tentem criar conflitos onde não os há, mas acima de tudo tentem é preocupar-se com o desenvolvimento da nossa terra.
Façam um favor a vós mesmos, respeitando as pessoas, sejam elas quem forem, que é o que eu faço diáriamente na minha vida.
Infelizmente verifico que em Porto de Mós, cada vez mais, as pessoas se preocupam em criar confusões entre si.
Não contem comigo para isso, pois não vou, nem quero alimentar polémicas.
De Ana Narciso a 23 de Agosto de 2009 às 18:04
e assim nascem boatos: ofilho da vizinha e o cumhado da afilhada que também ia a apassar mais o papagaio que fala... Oh! valha-me Deus!!

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds