Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

Afinal quem é liberal e conservador?

Sócrates acusa Manuela Ferreira Leite de ser conservadora e que ele é que é moderno e progressista, mas afinal quem é liberal tendo como base estes exemplos:

 

Lei das uniões de facto: ser liberal é obrigar quem não quer casar a ter os mesmos direitos e deveres de quem é casado?

 

Lei do divórcio: fazer com que não haja responsabilização a quem denuncia um contrato é ser liberal ?

 

publicado por Pedro Oliveira às 12:34
endereço do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 2 de Setembro de 2009 às 16:16
Afinal quem é liberal e conservador?
Pode-se alterar as perguntas.

Lei das uniões de facto: ser liberal é obrigar a casar para ter direitos e deveres?

Lei do divórcio: fazer com que haja culpado, quando a culpa muitas das vezes é dos dois, obrigar a viver amarrado a uma pessoa que não se gosta?
De nao ha bracinho nao ha bolachinha a 2 de Setembro de 2009 às 20:20
caro anonimo .. cuidado que a outra senhora ainda nos houve e mandar chamar a PIDE... que isto de viver amigado nao so é imoral como devia de ser ilegal.. a viver no Bem so casadinhos e truca truca so para procriar que isto do preservativo so serve para se apanhar SIDA
De nao ha bracinho nao ha bolachinha a 2 de Setembro de 2009 às 20:21
pelo menos foi o que o santo padre disse e se um alemao das juventudes hitlerianas o disse é porque é verdade. depois o Deus castiga-te
De Cassandra a 2 de Setembro de 2009 às 21:07
De facto este bracinho está doente.
Digo-lhe
você nem jejuando um mês e praticando o Ramadão consegue limpar esse sótão que está tão desarrumado.
mas também lhe digo, se não se quiser tratar, não lhe faço mais sugestões.
O melhor é passar á frente.
De LR a 2 de Setembro de 2009 às 17:39
Segundo os jornais de hoje o eleitorado com filhos fora do casamento são mais PS e os das familias tradicionais mais PSD.O que que é que isto tem que ver com as perguntas de ser liberal ou não?
A questão principal é que o conceito familia está a mudar na sociedade e a sociedade cada vez mais relega para segundo plano os conceitos de respeito pelo outro e responsabilidade dos seu actos. Como tal confunde-se liberalismo e conservadorismo.
É claro para mim que quem quer casar casa, quem não quer junta-se, e são coisas diferentes,ponto final.Tal como quem casa celebra um contrato, se não quisesse juntava-se, que tem como base direitos e deveres previstos em qualquer contrato, para denunciar contratos hà consequências que devem ser medidas antes de denunciar o contrato. Como tal não tem lógica, dizer podem casar-se,mas depois podem "descasar" sem que haja um responsável, ou ambos, pelo "rasgar" desse contrato.Ora isto nada tem que ver com liberalismos nem conservadorismos, tem que ver com sociedade com valores éticos.
Acho este tema interessante e que deve ser debatido.
Sócrates quer baralhar para dar a entender que é modernaço, o liberalismo e conservadorismo, ou modernices, nada têm que ver com isto.Eu posso ser conservador e ter uma união de facto e posso ser liberal e casar e achar que devo tentar até ao limite evitar o divórcio, e se me divorciar porque deixem de gostar de alguém só tenho é que assumir as responsabilidades.Ou será que ser liberal é ser libertino?
De António carvalho a 2 de Setembro de 2009 às 21:08
A questão de ser liberal ou conservador para o tema em análise, não tem qualquer sentido. Já tive e tenho amigos que são católicos no verdadeiro sentido religioso e que se divorciaram, não deixando de ser conservadores quanto ao pensamento social e de relações inter casais.
Também tenho amigos que afirmam que dificilmente assumirão o divórcio, mesmo apregoando o liberalismo em muitas oitras questões sociais.
Se o casamento é um contrato entre pessoas que decidem viver em conjunto e partilhar bens e afectos durante um período que pode ou não ser vitalício e que a lei permite, porque razão as mesmas pessoas que vivem da mesma forma, mas não contratualmente, perdem a imagem, bastas vezes são apontadas como ereges e outras coisas tais e consequentemente, por exemplo, e ainda o direito a pensão de sobrevivência?
A questão do divórcio e das uniões de facto que agora estão a preocupar tanto (será preocupação ou só levantar poeira) os que não são divorciados e os que não vivem em união de facto, é meramente uma questão de índole pessoal e como o aborto, da decisão exclusiva dos actores diretos dessas questões.É a liberdade de pensar e agir sem prejudicar terceiros. Essa questão é mesmo uma modernice do BE, a que o PS achou piada para se tornar mais popularucho em época eleitoral e conquistar alguns votos na área da Homoxexualidade.
De Miguel a 2 de Setembro de 2009 às 21:28
É bom que seja debatido estas questões, porque o Sr. Sócrates agora quer criar o mito urbano que é de esquerda moderna e que o PSD é ultra direita.Como é evidente as perguntas são irónicas, eu as entendo como tal, e demonstram que Sócrates quer estancar a sangria de votos para o BE nas grandes cidades e através da infeliz tirada do casamento para a procriação, quer fazer crer que MFL é para aí a encarnação da inquisão e a pregadora da boa moral e bons costumes ultrapassados e retrogradas.Como diz o "LR" e antónio carvalho, trata-se de ética e não de conservadorismo ou liberalismo.Sabe lá ele o que isso é quando neste seu mandato foi um catavento em constante mutação?

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds