Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009

Notícias Frescas

 

 

O Jornal de Negócios publica hoje uma notícia segundo a qual o governo terá feito um aviso/uma ameaça a Alexandre Relvas, líder com Filipe de Butom da Logoplaste, uma das mais bem sucedidas empresas da nova geração de empresários e destacado militante do PSD e Presidente do Instituto Sá Carneiro. Reza a notícia, citando Jorge Bleck, que teria sido aconselhado, por alguém próximo do primeiro-ministro, a medir bem as palavras que iria utilizar nesta última qualidade, sob pena de represálias sobre a sua empresa, particularizadas na relação dessa com a REN, de que é accionista.

 

Esta, como todas as notícias, é verdadeira ou falsa.

 

O primeiro-ministro Sócrates já veio a público desmenti-la. Não sei em que condições: se falando verdade absoluta, se absolutamente mentindo ou, ainda, se pretendendo dizer que ele próprio nada tem a ver com o assunto. Isto é, não sei se ele tem alguma coisa a ver directamente com tão estúpida quanto inadmissível pressão e, portanto, se ele mente ou fala verdade. Mas também não sei se, mesmo que ele nada tenha a ver com isso, se essa pressão/chantagem não tenha partido do aparelho do governo ou do partido.

 

Tenho alguma dificuldade em aceitar que o primeiro-ministro esteja tão tresloucado que possa cometer um erro tão grosseiro. Já não tenho nenhuma dificuldade em aceitar que o aparelho do poder socialista, autenticamente de cabeça perdida, não tenha capacidade de discernimento para evitar erros tão primários.

 

Mas também poderá acontecer que a notícia tenha origem em mais uma cabala, uma das múltiplas de que Sócrates se diz vítima. Caberia ao próprio Alexandre Relvas o devido esclarecimento. Que não fez, limitando-se a uma declaração, insuficiente, de que não mistura a sua actividade empresarial com a política e a adiantar que tudo o que se refira a cada uma das suas actividades será ele próprio a comunicá-lo e nunca outros. É esta última parte que, por mais ambígua que seja, me deixa criar dúvidas sobre a verdade da notícia.

 

Uma coisa é certa: se é verdadeira… está tudo maluco; se é falsa… está tudo maluco! Logo, está tudo maluco!

 

Mais fresca ainda é a notícia da demissão da Direcção de Informação da TVI, na sequência de dificuldades criadas pela administração da TVI ao regresso do Jornal Nacional. Precisamente na véspera da edição que anunciava novas revelações do caso Freeport.

 

Ou seja, um problema velho que tanta tinta fez correr e que tantos negócios fez abortar e nascer e que tem o epílogo há muito anunciado. Que lhe reste o mérito de ter feito abortar negócios menos bons e nascer negócios melhores. Só que, claramente, aqui o negócio é outro!

 

Não sou apreciador do estilo do Jornal Nacional. Muito menos do da sua cara! Mas que isto não é bom não é. E é pior nesta altura do que teria sido no passado.

 

É mais um sinal claro de que, afinal, está mesmo tudo maluco.

 

publicado por Eduardo Louro às 15:57
endereço do post | comentar | favorito
17 comentários:
De Fonseca a 3 de Setembro de 2009 às 16:46
Boas,
Queria só deixar o meu manifesto em relação à nossa ponte, que pelos vistos vai para obras mesmo antes das eleições (como era de se esperar), mas o que mais me intriga, é que numa altura de crise que tanto se apregoa, não estender-mos a mão às pessoas (empresários na nossa terra).
Visto isto, e não estou a por em causa a forma como foi escolhido o empreiteiro (espero que tenham seguido todos os parametros de concurso), só fico um "pouco" indignado com as nossas chefias de concelho, não fazerem uma forcinha para os que sub-empreiteiros da terra, fossem contratados (isto ouvi dizer que a nivel das plataformas de betão foi entregue a uma empresa de fora do concelho)
, visto e segundo ouço uma firma da nossa terra que tanto nos deu, a nós enquanto, quer a nivel concelhia, está a passar por uma grave crise finaceira, e as nossas chefias, em vez de ajudarem, ficaram de braços cruzados.
Meus amigos isto foi um simples desbafo. Só espero que para bem da nossa terra estes ou outros reparem e ajudem.
Cumprimentos
De Maria Antonieta a 3 de Setembro de 2009 às 16:47
Só uma pergunta:
Quando é que de uma vez por todas quem tem responsabilidades politicas neste país, conservadores, liberais ,a favor do casamento,a não favor,em união de facto ou casados, se lembrarão de sugerir medidas que de forma práctica e pragmática resolvam os problemas gravíssimos que todos nós estamos a enfrentar
Parecem todos "velhas comadres" a criticarem-se, a maldizer.
Somos todos responsáveis, os politicos ainda mais, os que estão e os que estiveram.
A situação irá piorar muito e não vai haver milagre que nos valha. Se não quisermos governos de dois anos como muito bem diz Marcelo , então vamos encarar objectivamente a realidade e encontrar as soluções.
Pelomenos as mais prementes.
Depois de 27 de Setembro vai ser inevitável.
Sem ser alarmista, comungo muito daquilo que diz Marcelo, quanto ao tempo de duração da próxima legislatura e do que diz Medina Carreira quanto á situação do País.
È que já ninguém tem pachorra para canpanhas eleitorais e debates tão sem idéias concretas e viáveis.
Assim de certeza que quem será o vencedor será a abstenção.
De Pedro Oliveira a 3 de Setembro de 2009 às 17:35
Quem se mete com o PS leva.Na politica não há coincidências.
De Rafael Marcelino a 3 de Setembro de 2009 às 19:14
Caro Pedro, essa paga direitos de autor..eheheheh
É do Jorge Coelho.Parece que resultou, basta ver o resultado de Felgueiras-Justiça como exemplo.Ah..e Mota A. sempre em obras gigantescas.É tudo dele.É uma alegria.
Bem o PM disse que tem muitos amigos no Governo como JUIZES.Não conheço nenhum nem Ministro, Secretário Est.. etc..
De Puck a 3 de Setembro de 2009 às 19:18
A asfixia democrática é uma expressão feliz da Ferreira Leite.
Não sei se há bruxas, mas como se diz em Espanha, pero que las hay,hay.
São demasiadas coincidencias, com um longo rasto, e ao mais alto nivel, como o caso do procurador do Eurojust.
Sempre em politica se exercem pressões.
Mas desde as ameças do Jorge Coelho, ás campanhas de desinformação e propaganda, lideradas pelo Goebels do regime, Santos Silva, tudo é possivel-
De violeta a 3 de Setembro de 2009 às 20:34
Está tudo maluco, não restam dúvidas...
De Anómico a 3 de Setembro de 2009 às 20:51
Com estes socialistas tudo pode acontecer.Veja-se o caso do processo de rendimento minimo da namorada do super vereador, teve que passar à frente dos outros todos e estes de pessoas realmente necessitadas, com cunha da tal senhora amiga do Salgueiro que trabalha na segurança social.
Se tivessem vergonha nem andavam na rua.
E a camara? Já tem plano de contigência da gripe??? Um passarinho disse-me que não. nada feito.
De Miguel a 3 de Setembro de 2009 às 21:49
É a ruleta russa da maluqueira socialista ao rubro, o problema é que o povão está noutra;O Benfica está a ganhar de goleda o resto que se lixe.
De Rafael Marcelino a 3 de Setembro de 2009 às 22:48
Nesta altura do campeonato Vale Tudo.
Mas cheira-me as coisas estranhas da Manela Bokassa.
Aquilo com o Marido fez doer...
Chegou ao Benfica ficou doido com o que viu das contas fugiu. Azar.
Mas o Manuel Marinho a que trata dela com a gentileza adequada.
De Pedro Oliveira a 4 de Setembro de 2009 às 10:03
De Eduardo Louro a 4 de Setembro de 2009 às 11:31
Seis Notas:

1.Nesta altura, este caso do Jornal Nacional da TVI, ou Manuela Moura Guedes (MMG) para abreviar, prejudica bem mais que beneficia Sócrates. Alguém duvida?

2. É já público que a decisão veio directamente da PRISA, de Espanha. É pública a ligação da PRISA ao PSOE, de Zapatero. Então o PSOE/PRISA prestaram um mau serviço aos seus amigos. Não é para isso que os amigos servem!

3. O produto, o Jornal Nacional de MMG, vendia. Vendia bem, segundo consta. É estranho que uma administração deite fora um produto que está a vender bem. Não é comum. Eliminam-se os que não vendem, porque não tenham mercado. Ou os que estão em fim de ciclo, que dão sinais de degradação das vendas. Não parece ser o caso. Então a Administração tomou uma decisão anti-empresarial!

4. Para mim, e para uma minoria de muito boa gente, o produto não era bom. Não tinha um mínimo de qualidade jornalística. Por isso eu, e essa minoria, não o consumíamos. Será que a Administração mudou de estratégia empresarial, virando-se para outros segmentos?

5. Para mim, e para essa minoria, a MMG não é nem uma boa jornalista nem sequer uma razoável profissional de entretenimento. Ascendeu à custa do poder do marido, que já lá não estava para a segurar. É agora uma heroína mártir: MMG Joana D´Arc! Acontece a muito boa gente.

6. O governo de Sócrates pretende agora que a reportagem supostamente em causa (Freeport, parece que agora com um novo primo) seja exibida. Sê-lo-á? Se o for o sucesso de audiências será estrondoso. Mortal, como diria o boneco do Rangel (o Emídeo) da Contra-Informação.

Está mesmo tudo maluco!
De Ana Narciso a 4 de Setembro de 2009 às 12:14
Quantos produtos maus há na televisão para uma minoria de muita boa gente? Alguém é afastado por isso? Exactamente porque vende! E o jornal das sextas vendia! Vendia por ela ., pelo que dizia e pelo que apresentava, o único que durante muito tempo incomodou fortemente o poder. Será que o marido também lhe fazia os textos!!!!????Oh Valha-me Deus!
De Pedro Oliveira a 4 de Setembro de 2009 às 14:06
Raramente vi o jornal das sextas porque felizmente os jantares Académicos em Coimbra, são mais interessantes que tudo o que passa na televisão seja que programa for. Não gosto do estilo,mas reconheço que o seguidismo parolo e lambe "cricas", em que se tornou a nossa televisão, rádios e jornais, não tinha ali entrada gratuita e só por isso merecia reconhecimento.
Como é óbvio não foi Sócrates que deu a ordem directa,mas para mim essa nem é a questão principal a questão principal para mim é serem uns gajos quaisquer de Espanha a mandar na linha editorial do telejornal de maior audiência no meu País.Mas o que é isto? É tudo castelhano ó quê?
O resto são entreténs para gajos como nós darmos umas opiniões nos nosso blogues e os politicos a mandar umas bocas uns aos outros.
Quanto à qualidade do programa e isso ser motivo para fechar a "loja", se vamos por aí, ou seja, legitimar o quer que seja pelos gostos, estamos bem arranjados.Era o fim da picada.

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds