Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

Como se injecta dinheiro na economia e para quê?

A evolução da massa monetária de uma economia determina  o seu crescimento económico assim como o crescimento dos preços. O crescimento económico pode ser avaliado pela evolução do PIB, Produto Interno Bruto, e o crescimento dos preços já sabemos ser a taxa de inflação.

Em cada economia cabe ao seu Banco Central (BC) determinar objectivos para estas duas variáveis. Quando há um grande crescimento da massa monetária, sem que seja acompanhado por um aumento do PIB existem riscos de inflação. Nesses casos os BC’s tentam retirar fundos da economia, através do Mercado Monetário Interbancário (MMI). Na prática conseguem-no se ofereceram aos Bancos taxas superiores às praticadas entre eles no momento anterior. Perante uma taxa mais favorável os Bancos entregam os seus fundos ao BC. Esta operação é designada por ‘secagem’ do mercado.

O contrário acontece quando há falta de liquidez e/ou de confiança no MMI o que leva a um aumento do preço do dinheiro, entenda-se das taxas de juro. Um aumento das taxas de juro provoca no primeiro momento uma desacelaração do crescimento económico, pela aumento do custo dos investimentos. Nesse cenário e se o BC não desejar esta desaceleração económica injecta dinheiro na economia. Na prática consegue-o adquirindo títulos do tesouro detidos pelos bancos ou simplesmente cedendo fundos a taxas inferiores às praticadas no mercado.

No últimos dias a ruptura do Lehman Brothers, Merrill Lynch, American Internacional Group e HBOS criaram uma tal instabilidade no mercado que levou a um grande aumento da procura do dinheiro, assim como do seu custo, por parte dos restantes bancos e instituições financeiras. Esta procura levou a que a Euribor assim como outras taxas de referência subissem a níveis que ‘congelariam’ a economia.

Hoje os Bancos Centrais Europeu, Inglês, Canadiano, Japonês, Suiço e a Reserva Federal Americana, em acção concertada injectaram uma quantia inédita de milhões para tentar travar a subida das taxas de juro.

Espero que esta modesta explicação, que poderá ter algumas falhas técnicas, permita entender melhor as notícias dos últimos dias.

tags:
publicado por Paulo Sousa às 00:23
endereço do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds