Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

MUDAM-SE OS TEMPOS...(II)

Mudam-se os tempos...

É o titulo que Albino Januário deu ao texto que escreveu na qualidade de Presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários de Porto de Mós, no livro que assinala os 50 anos desta Instituição.

Um texto bem a propósito e que, embora escrito em Abril de 2000, continua actual.

Este brilhante texto termina assim:

(...) "Nessa constante preocupação, espero: das entidades oficiais, centrais e locais, o habitual apoio material e o reforço dos beneficios destinados ao voluntariado, de modo a fomentar e consolidar esse espirito que é tradição de valor incálculável nos Bombeiros Portugueses;" (...)

Como é do conhecimento geral Albino Januário candidatou-se há 4 anos nas listas do PS e no programa eleitoral lá está o apoio  social aos Bombeiros Voluntários, inclusão feita provavelmente a seu pedido.

No entanto coube a Albino Januário, Vice-Presidente da Câmara, em conjunto com Salgueiro e companhia decidirem recentemente afrontar exactamente esse espirito do voluntariado como foi amplamente noticiado e está bem patente neste texto.

 

Tanto rigôr, tanto diálogo...tanta preocupação com as causas do voluntariado...

Ou será que o Poder Autárquico o obrigou a alterar a opinião que tinha quando estava no Poder Associativo?

Aliás neste outro texto Albino Januário (ainda Presidente dos Bombeiros) volta a relevar a importância do "espirito do voluntariado".

 

Conclusão:

Mudam-se os tempos...mudam-se as vontades

Muda-se de cargo...muda-se de opinião...

e quem fica a perder é sempre o "mexilhão"!

publicado por Jorge Vala às 13:37
endereço do post | favorito
De Anómico a 6 de Outubro de 2009 às 14:46
Pelos vistos agora os bloguistas mudaram a a agulha para o vice-Albino... É o desespero... O que é estranho é que apesar de ser o pior dos vice-presidentes há 4 anos o PSD tenha querido recrutá-lo para as suas listas... Compreende-se o amargo de boca destes laranjinhas...
Mas quanto a vice-presidentes o que dizer do nº2 da lista do PSD: Sr. Luis Almeida?

No início do mês de Agosto, no Jornal O Portomosense, li uma publicação que me deixou perplexo, tendo em atenção o teor do assunto e auto promoção do autor Luís Almeida
Refere, de forma bem evidente, a sua vasta acção de voluntariado, que identifica como carolice.
A CAROLICE, entendo-a como uma acção voluntária, de grande disponibilidade e dedicação, sendo que, em caso algum, deva ser aproveitada para auto promoção política, social ou pessoal.
Neste contexto, destaca a sua actividade enquanto desportista em diversas colectividades, por amor à camisola. Considerando que esta sua actividade terá ocorrido em princípios da década de 70. Pergunta-se como é que os clubes de futebol sobreviviam? Como é que os jovens ocupavam os seus tempos livres?
A carolice, essa sim, era dos dirigentes a quem competia manter em funcionamento os clubes de futebol, frequentados por jovens, que na altura ali procuravam ocupação (gratuita) para os seus tempos livres, por falta de outras actividades ou alternativas, sobretudo no meio rural, o que me leva a considerar que o seu interesse pessoal, se sobrepunha à carolice.
Em certos clubes, dirigentes houve que prejudicando a sua vida particular, suportavam a inscrição das equipas, com os seus próprios meios financeiros. Deve lembrar-se disso! Ou não?
As ajudas camarárias eram nulas. Havia simplesmente algumas empresas que colaboravam e as parcas receitas derivavam disso e da quotização dos sócios mais fiéis do clube.
Actualmente, a situação é um pouco diferente. As crianças e os jovens dispõem de outras facilidades. Existe uma variedade considerável de actividades, para ocupação dos tempos livres. Já existem apoios camarários para a cultura e para o desporto, e, em alguns clubes de formação desportiva, os pais também contribuem com uma quota mensal.
Reportando-me ainda à questão da auto promoção, e sobretudo neste caso concreto, quando as pessoas se tentam auto promover, devem falar abertamente da sua vida, nomeadamente da profissional, e não apenas evidenciar aquilo, que lhes dá jeito para garantirem o voto do eleitorado a seu favor na lista que integram para a Câmara Municipal.
Todos sabemos, por exemplo, que a prestação profissional é de grande importância, daí que seria conveniente que os eleitores fossem informados também sobre a sua actividade actual, os postos de trabalho ocupados, e ou as funções desempenhadas no passado, em Instituições ou empresas e como foi aí avaliado.
Decerto que o eleitorado concelhio iria ficar melhor esclarecido!
É a este eleitorado, que compete decidir sobre o futuro do seu concelho, sendo que para tal, necessita de informação global sobre todos os candidatos, o que no caso em apreciação não se verificou, pois só teve a amabilidade e pressa de o informar sobre as suas actividades associativas.
POR AQUI ME VOU FICANDO, JÁ QUE É TEMPO DE FALAR VERDADE!

Candido Vala
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds