Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

Porto de Mós, Censura e Medo

Segundo a wikipedia: Censura é o uso pelo estado ou grupo de poder, no sentido de controlar e impedir a liberdade de expressão. A censura criminaliza certas acções de comunicação, ou até a tentativa de exercer essa comunicação. No sentido moderno, a censura consiste em qualquer tentativa de suprimir informação, opiniões e até formas de expressão.

 

O Manuel Alegre tinha razão e o seu texto cada vez está mais actual aqui pelas terras de Porto de Mós.

 

Recentemente, um responsável autárquico do município de Porto de Mós, disse em Público, para um responsável autárquico da freguesia do Juncal: “Pensas que podes dizer o que queres?”, exercem ambos cargos executivos. O que disse a frase, na Câmara Municipal, o que a ouviu, na Junta de Freguesia do Juncal, ambos foram eleitos pelos munícipes de Porto de Mós.

 

Mas, o Vilaforte não será objecto de CENSURA.

 

estou:
publicado por Luis Malho às 23:23
endereço do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Irene Pereira a 5 de Novembro de 2008 às 00:05
Na última reunião de câmara o Senhor Presidente resolveu desautorizar-se a si próprio - tinha proibido a referência a blogues nas reuniões de câmara, para dizer naquele tom de aviso de quem de todos suspeita, que quem quer que fosse o Barbichas, o dono do tal blogue que existiu e que desapareceu, iria sentar-se na casa ai lado do telhado preto... O eufemismo para tribunal... Ninguém ligou grande coisa à conversa, eu é que chamei a atenção ao Presidente para o facto de estar a transgredir as suas próprias proibições...
Mas ficou o aviso no ar relativo à casa do telhado preto....
A liberdade para o bem e para o mal tem destas coisas e o poder tem o dom de fazer vir ao de cima a natureza das pessoas....
Noutra reunião já O Senhor Vereador da Educação tinha ameaçado o colega Vereador com uma inspecção na escola....
De Armindo Vieira a 5 de Novembro de 2008 às 09:43
É lamentavel este caso. Mas não me espanta. Eu que tenho passado por várias ameaças deste tipo, devido ao meu serviço.
No entanto, digo que, se partiu de pessoas que se arvoram em defensores dos direitos democráticos e dos que "lutaram pela liberdade" então isso é muito grave.
Devido a muitos casos que ultimamente têm acontecido por esse país fora, é costume dizer-se que "estamos como no tempo da outra senhora" e eu costumo rematar "estamos pior, porque nesse tempo sabiamos que falando seriamos imediamente presos, agora nunca sabemos quem ouve nem quando seremos alvo de represálias".
Armindo Vieira
De Pedro Oliveira a 5 de Novembro de 2008 às 15:33
Alguém um dia escreveu isto:

" se queres ver o,verdadeiro, carácter de alguém dá-lhe poder"
De Pedrosa a 5 de Novembro de 2008 às 12:00
É só mais um caso, dirão os mais incautos.
O que a mim me preocupa é a passividade com que a população e oposição demonstram perante estes casos. Será tudo isto normal?
É esta a democracia que os partidos politicos querem?
Os dirigentes partidários nada dizem e tudo se passa com toda a tranquilidade.Por isso é que espaços como este blog, devem ter o devido destaque na sociedade Portomosense, a sua coragem e vontade de mudança é ,infelizmente, anormal na nossa terra.
O Obama ganhou nos EUA porque acreditou que podia fazer parte da mudança.Que alguém acredite e invista nestes 5 Portomosenses.
Bem hajam.
De Pedro Oliveira a 5 de Novembro de 2008 às 15:31
Diria mais Luís, no Vila Forte não há censura nem medo!
A constituição dá o direito aos cidadãos de processar outro cidadão,mas também dá o direito do processado se defender.E como alguém aqui escreveu ontem, Verdade só há uma!
O Paulo disse tudo quando escreveu que se querem ser consequentes que o sejam. Não se esqueçam é que o preço,para ele, pode ser muito alto, demasaido talvez,em termos politicos.

Quem tem medo compra um cão!
De 7 Setes a 5 de Novembro de 2008 às 18:07
Pois é Pedro, infelizmente nem com cão a malta se safa, o salgueiro ao querer ser presidente a todo o custo foi obrigado pelo partido que o "adoptou" a colocar certos individuos na lista, que fazem ameaças veladas, que deixam de cumprimentar porque o vizinho do tio do primo está de acordo com eles, que têm um historial de compadrios pelas instituições onde passaram, quem é capaz disto é capaz de qualquer coisa e deste tipo de gente quero distância
De olho de lince a 6 de Novembro de 2008 às 00:22
Caro Miquel 7 não vá por ai. Só tem razão em parte. Todos sabemos como funciona o ti salgueiro e o grupo dele mas o caso é outro.
Cais ameaças, cais carapuça. O Neves ferve em pouca água e o Junior tava a pedi-las portanto estão bem um para o outro. Foi só um arrufo.
Se a politica portomosense não tivesse batido no chão como bateu, o Junior já se tinha enxergado e apresentado a demissão.
Mas não, preferiu ir ver a obra que por todas as formas e feitios tentou impedir, e tava à espera que o tratassem com carinho? Levou cacetada de todos e passou a vítima.
De dlim!dlim! a 9 de Novembro de 2008 às 22:03
Camus afirmou a ideia de que um homem e mais homem pelo que se cala do que pelo que fala!
Ofereça isto p.f. para que se cale.

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds