Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

O sintético de Porto de Mós e a vaidade presidencial!

Nós, os Portomosenses em geral e quem segue o futebol/desporto concelhio em particular, TODOS, temos dificuldade em perceber para que serve  o sintético, os campos de ténis e mais uma espécie de parque desportivo, infantil, na zona da "Central" quando nas Eiras da Lagoa estão concentradas as actividades desportivas e de ocupação de tempos livres asseguradas pela ADP.

O que se calhar muitos não sabem é que para além dos problemas de homologação dos sintéticos, aquele espaço é um espaço de vaidades.

Não compreendo porque é que a vaidade faz com que  este campo tenha de ficar á beira da estrada  e o multiusos nas suas, sintético, "costas", porque é que a bancada,existente, que podia ser mais pequena, não tem cobertura e por exemplo os balneários têm de ficar tão longe do recinto de jogo, já para não falar da capacidade do esquentador/cilindro em que  os miúdos têm de esperar uns pelos outros para poderem ter água quente.

Aquela zona é uma imensidão de terreno mal aproveitado, que só se compreende, o seu mal aproveitamento, pela necessidade de elevar egos mal compensados e que teimam em colocar Porto de Mós nas terras da fachada em prol do bem das populações.

Aqui já nem falo nas imensas dificuldades logisticas que se colocam aos pais, atletas  e voluntários da ADP para que seja possivel,tentar, rentabilizar aqueles espaços.

Quando não se sabe  o mais proveitoso para todos é não fazer nada, estragar é muito mau, mas pelos vistos ninguém se queixa....

Só mais uma nota final, os sintéticos também necessitam de ser regados, pois assim podem  ter uma qualidade assegurada para a sua "esperança média de vida", dez anos, se isso não for salvaguardado... e o previsto....é daqui a pouquissimos anos conversarmos de novo, não é Luís Costa?

publicado por Pedro Oliveira às 07:59
endereço do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Ferreira-Pinto a 25 de Novembro de 2009 às 11:09
Amigo, sabe como é ... o sintéctico está na moda, logo cada concelho tem de ter um, dois, três, quatro ... enfim!
De Marco a 25 de Novembro de 2009 às 12:35

bom dia Sr. Pedro,

Relativamente ao assunto que aqui descreve, o sintético bem como toda a zona envolvente está muito mal aproveitado, a falta de condições para a pratica desportiva é evidente, mas pelo que parece, a obra era obrigatória e como é natural fez-se e depois vai-se pensar como se deve fazer.

Como se refere à "ZONA DESPORTIVA" das Eiras da Lagoa, deixo aqui a minha opinião, quando o clube Portomosense teve de relvar o campo, não teria sido mais natural, óbvio, rentável, ter-se mudado logo TUDO para a zona desportiva, tendo feito logo um complexo desportivo capaz de assegurar as necessidades do clube Portomosense , bem como de todos aqueles que quisessem utilizar?

Isto em lugar se se continuar a investir num local, que para mim, está totalmente desadequado às necessidades actuais: porquê comprar terrenos para se fazer um campo pelado? Para que continuarmos a investir em novos balneários e muros e salas, num espaço muito limitado ao nível de acessibilidades com uma zona desportiva pronta a rentabilizar?

Deixo aqui o exemplo de que cada vez que tenho de ir ver um jogo ao relvado longe e mal estacionado!!!! onde por vezes penso que até uma ambulância tem dificuldades em ter acesso ao campo ... mau estacionamento dos veículos ...

Mas siga ...

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds