Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Obama ganhou

 

publicado por Paulo Sousa às 06:10
endereço do post | comentar | favorito
13 comentários:
De Ferreira-Pinto a 5 de Novembro de 2008 às 12:53
Ganhou e bem!
Vamos agora é aguardar pelo anúncio dos convites e das escolhas para o Gabinete, para perceber até onde vai o homem do momento.
De Rafael Marcelino a 5 de Novembro de 2008 às 14:52
Os EUA escolheram B. Obama. Sinais dos tempos. Tudo mudou e vai Mudar.Esperamos...para ver.
Enquanto os EUA estão tranquilos e confiantes, em Portugal para muitos foi um dia negro.
De Pedro Oliveira a 5 de Novembro de 2008 às 15:37
Caro Rafael,

Essa do dia NEGRO correu-lhe bem,eheheheh.
Que os sinais politicos desta eleição sirvam para que a vida nos EUA melhore e por globalização,também no resto do mundo.Fiquei espantado pela margem da vitória,pelos níveis de participação e pela vontade que o povo demonstrou em mudar,porque tinham alternativa.
Nas Autárquicas,nas Europeias e legislativas(em Portugal), a mudança só pode ocorrer se houver alternativa com visão e valores.Depois não nos queixemos...
De Rafael Marcelino a 5 de Novembro de 2008 às 18:03
Caro Pedro Oliveira, para mim Obama ou MacCain é tudo farinha do meso saco. A única certeza é aquela que o Mundo espera e os Americanos assim o demonstraram em mudar os rumos e lutar por uma vida e paz mais justa.B. Obama, demonstra ser firme, mas o tempo vai ditar as suas virtudes e defeitos. Para mim o conflituoso é a politica externa dos EUA. Quanto ao resto...tomariamos saber viver como vivem os Americanos sem subsidios da UE. Trabalho e Justiça. A vitória de Obama só demonstra o quanto os EUA querem e anseiam por uma mudança. Não a esperemos para curto ou médio prazo. O homem é apenas um presidente, não uma divindade. E um país não é governado apenas por um único homem. Obama pode ser um político de excelência, mas terá que se fazer rodear por outros com a mesma vontade e empenho com que ele se apresenta.
Herda uma conjuntura de guerra (2)muito grande para resolver o que o Criminoso do BUSH dizia, que eram favas contadas e fácil, depois tentaram destruir tudo e todos os compadres de Bush com o aumento do Petroleo, saíu-lhe o tiro pela colatra, agora sem salvação veio a descida NUNCA Vista, e a crise económica com repercuções gravíssimas para os EUA e Mundo.
Saiba que no CANADA nunca ninguém apoiou Guerras e muito menos BUSH. Lutou-se muito pela não-Guerra..
Em Portugal é só carolas, os resultados estão à vista de todos e se ganham bem...
Estamos tramados com a familia politica em Portugal, isto vai andando com os subsdios da UE.
Obrigado Pedro, sempre ás ordens.
De 7 Setes a 5 de Novembro de 2008 às 17:52
Onde estão agora todos os "anti-amercanistas", após esta grande lição de democracia em todos os niveis, e para esses arautos da sabedoria, alguma vez votariam num descendente de angolanos, ou os fanceses que tanto criticaram os USA votariam num argelino, os ingleses num paquistanês, os espanhois num marroquino, ou os alemães num turco, não me parece.
Agora se mudará alguma coisa para melhor não sei, mas que se fez história lá isso fez.
De Rafael Marcelino a 5 de Novembro de 2008 às 18:15
Os EUA deram uma lição ao Mundo de como é possível fazer e acreditar numa Mudança.B. Obama é um sinal dos tempos e quando se dizia que o após o 11-Setembro o Mundo nunca mais seria o mesmo, acho que este acto eleitoral demonstrou mais um desses capítulos, independentemente de gostos ou simpatias pessoais. Eu apenas sou um crente em melhorias, porque para pior é impossível ir, por muito mal que as coisas possam correr.
Recorde-se que segundo estaisticas nos EUA em 2030 é de maioria negra. Para eles hoje é um dia grande , as histórias da escravatura negra nos EUA não foi uma miragem. Muita gente tem sofrido e trabalhado para a sua grandeza.Ele é apenas um descendente, mas tem muito significado.
De Luis Malho a 5 de Novembro de 2008 às 18:17
Ganhou sem margem para dúvidas. Tem sido sempre assim, fim ciclo novo ciclo, a rotatividade normal entre os dois principais partidos.
Em Portugal como na Europa, está tudo eufórico, como estavam há uns meses com a Srª Cliton, que entretanto ficou pelo caminho.
Parece-me que daqui a uns meses a euforia termina, dizer "mudança" (Change) milhões de vezes não é suficiente para mudar. E se Obama se virar essencialmente para dentro (problemas internos) e "deixar de tomar conta do mundo" certamente que o mundo ficará muito mais perigoso.
É por isso, que ao contrário dos outros 250%!!! de europeus, e mesmo depois de saber dos resultados, teria votado no McCain.
De Rafael Marcelino a 5 de Novembro de 2008 às 18:47
Eu também estou de acordo com ser benéfico não sermos todos iguais.Mas há bons e maus,e,por vezes,os que são bons para uns são maus pra outros. Pois claro que o homem não é um Messias,mas,pelo que vejo,assim é considerado por muita gente na América e no mundo.Já vi manifestações histéricas em terras como o Quénia e a Indonésia. Muito parecido com fervor bíblico.Francamente,isto até é mau para ele.Por cá,também a esquerda embandeira em arco.Só o PCP estraga a festa,queria um Obama comunista.Bem,felizmente para o mundo, ele lá isso não é.
Que outra coisa seria de esperar dos caceteiros Estalinistas do PCP. Para eles é trampa o que eles PCPs fazem, em que não ficam a dever nada à actuação da ex-PIDE-DGS é que é bem feita. Tudo o resto não conta.
Isto só revela que está na hora do camarada Jerónimo fazer as malas e dar lugar a outro. Nos EUA o Bush fez trampa, mas após 8 anos dá lugar a outro. Só no PCP é que os cargos são ocupados pelos mesmos caceteiros durante 40 ou 50 anos (caso do Jerónimo, caso do Carvalhao da Silva, etc., etc.).
De José Ferreira a 5 de Novembro de 2008 às 19:09
Esperemos que o EU não tenham eleito uma espécie de António Guterres.
Grande orador,sempre em nome dos desprotegidos, mas de uma ineficácia que nos atirou para o pantano.
Aguardemos e esperamos estar enganados.De forma sincera.
Depois do Bush, só uma mudança.
Pessoalmente se fosse americano, estava muito preocupado.
Se rejeitava Maccain, não tinha razões para votar Obama.
Pela simples razão de que- fala muito bem, é um pregador.
Mas será um fazedor? E fazer o quê? Que ideias? Que projectos?
Não se viu na campanha, nada mais que palavras inflamadas e dizendo. o que se espera ouvir.
No campo das ideias poderemos afirmar que os EU entraram na era do vazio.
Será que assina o acordo de Quioto?O Tratado dos Oceanos?
Que pensa dos paraìsos fiscais?
Que estimulos para o desenvolvimento das energias alternativas?
Conflito israelo-palestiniano?
Relação com a Europa?Veio cá dar-se a conhecer. E mais?
Com a quantidade de latino-americanos,que nele votaram, que pensa fazer com o barril de pólvora a sul-Venezuela,Bolivia,Equador,Nicarágua,etc
Qual a reacção ao anúncio hoje da Russia para instalar,baterias de mísseis,junto a fronteiras de países da UE?
Vai-se empenhar na desactivação dos arsenais nucleares?
Como vai sair do Iraque?e reforça no Afeganistão?
Enfim um mar de questões, que necessita de uma primeira resposta- como readquirir a credibilidade e transparência nos mercados financeiros,para sairmos TODOS desta crise?
Ele que denotava permanentemente no discurso um tom evangélico- ou Deus, ou o grande Arquitecto,ou a razão-o que quer que seja, o ajude.
Chega ao poder depois de 8 anos, marcados por 2 grandes factos:
o atentado do 11 de setembro em 2001;
a maior crise financeira desde 1929.
Tem os olhos do mundo sobre si.


Enfim um mar de questões
De Paulo Sousa a 5 de Novembro de 2008 às 20:14
Todos os riscos que aqui apontaram em ter Obama como presidente foram assumidos pelos americanos ao votar nele.
Como diz o 7setes, os europeus tambem votariam Obama para os EUA, mas para o seu país não arriscavam tanto.
Essa é uma das forças dos EUA, é serem capazes de acreditar, Yes we can!. Nós os europeus, e em especial os portugueses, preferimos desconfiar.
Quem escolhesse votar Mcain porque poderia mais facilmente assumir o papel de controlador dos regimes autoritários, também preferiu Bush a Al Gore e a John Kerry, e deu no que deu.
A reacção à vitória de Obama de países como o Irão, a Russia e a Venezuela, deu para ver que hoje se vive uma realidade diferente do que se viveu há poucas semanas durante a crise na Geórgia. Com Obama no poder será que o Presidente Georgiano teria iniciado os confrontos contra a Ossétia? Chamem-lhe softpower ou que queiram, mas todo o mundo espera algo de novo deste orador carismático. E será que ele irá ser capaz de fazer a américa e mundo mudar realmente? Aguardemos para ver, sendo que a maior dificuldade que antevejo tem a ver com as elevadas expectativas criadas.
De Ana Narciso a 5 de Novembro de 2008 às 20:39
Eu ainda estou a digerir esta vitória. Quem diria que um país que teve um processo violento de libertação dos negros, teria em 40 anos um Presidente Afro-Americano! É esta vitalidade e a enorme capacidade de nos surpreender que me impressiona nesta Democracia . O futuro pode não ser fácil, mas o presente e o dia de hoje foi um marco histórico na história da Humanidade que eu pude presenciar e acompanhar. Os Americanos acreditaram que Obama lhes traria a mudança necessária para a consolidação da sua economia , eu como não sou Americana continuo com dúvidas. Mas isso é para amanhã. Hoje o Dia é de festa!!
De Paulo Sousa a 5 de Novembro de 2008 às 22:42
Adorei ver a reportagem de Mario Crespo nas ruas de washington. Os muito contidos americanos buzinavam os carros pela rua como se a selecção (do tempo de scolari) tivesse ganho, um sem abrigo afro-americano disse que adorava os seus irmãos brancos, uma jovem que quis ir ao Lincoln Memorial (onde Martin Luther King discursou o 'tonight I have a dream') para ligar ao marido para lhe dizer que já não ia deixar o país, como tinha dito que faria se Obama não tivesse ganho, muitos outros foram entrevistados, nem todos estavam sóbrios, mas deu claramente para ver que a noite foi de facto histórica.

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds