Sábado, 26 de Dezembro de 2009

Futebolês #07 NATAL

No futebolês também há Natal. E não é quando um homem quiser, é mesmo no Natal.

Não só encontramos alusões ao Natal em incidências ligadas directamente ao jogo, como ligadas ao próprio calendário das competições.

É recorrente o recurso a expressões como prendas de Natal ou mesmo prendas no sapatinho. É, de resto, uma das poucas instâncias onde esta velha expressão resiste. Ora aqui está pois mais um notável contributo do futebolês, neste caso para manter uma expressão e uma imagem bonita que tende a desaparecer. É pena, acho eu, que tenhamos negado às novas gerações o encanto das coisas simples, do sapatinho deixado na lareira, antes de partirmos tranquilamente para um soninho descansado, à espera que o menino Jesus descesse durante a noite pela chaminé para nos deixar uma única e geralmente modesta mas ansiada prenda. Porque nos tínhamos portado bem!

Fomos nós que lhes tiramos isso dando-lhes, em troca, um sem número de prendas que se vão amontoando junto à árvore de Natal e freneticamente desembrulhadas durante a noite. Tantas que, logo depois de abertas deixam de ter valor. Tantas que a abertura da seguinte mata a anterior. Tantas que já não podem ser trazidas pelo menino Jesus. Nem sequer pelo Pai Natal! E que nem é preciso que se tenham portado bem!

Será por tudo isto que, em futebolês, prendas de Natal e prenda no sapatinho são coisas tão diferentes?

A prenda de Natal é uma oferta de um jogador, ou às vezes mesmo de uma equipa, através de um erro ou de um mero acto de infelicidade. É quando, do nada, como também se diz, nasce uma oportunidade. Um brinde para o adversário. Que, agradecendo, aproveita e faz o golo e quantas vezes o resultado.

Já a prenda no sapatinho é destinada aos treinadores, o que os faz transportarem-nos aos nossos tempos de meninice. Como se sabe pelo Natal abre-se o chamado mercado de Inverno que, sendo como que uma segunda oportunidade dada a dirigentes e treinadores, é sempre mais uma oportunidade para agitar o mercado, depauperar as finanças de uns e enriquecer as de outros. É aí que surgem os treinadores a pedir a prenda no sapatinho. Que já não é bem a nossa, dos mais velhos, repito, porque aí era única e normalmente modesta, como referia acima. Quanto menos bem lhes corre a vida mais prendas exigem, já não é só o tal jogador para preencher a lacuna do plantel. Não, já são sempre dois ou três. Bom, mas se o treinador é daqueles que resultam da famosa chicotada, dita psicológica, e ainda em lua-de-mel com o presidente, já não chega o sapatinho. É preciso recorrer à famosa sapateira de Imelda Marcos ou à de Raisa Gorbachev!

O Natal funciona ainda como referência do calendário do futebol. Já vimos que abre uma nova janela de transferências mas assinala ainda a viragem da primeira para a segunda volta do calendário competitivo e, nessa condição, marca as contas que se vão fazendo e atribui mesmo um título virtual: o de campeão de Inverno, que é coisa que não vale coisa nenhuma mas chega para aconchegar o ânimo dos adeptos. Um título no ano passado conquistado pelo Benfica que, meses mais tarde, não lhe valeria mais que o terceiro lugar habitual dos últimos anos. Este ano dizem que é do Braga, apesar de ter os mesmos pontos do Benfica e uma enorme diferença de golos para os encarnados

Mas o Natal costuma ser fatídico é para o Sporting. Do Sporting se diz que nunca chega ao Natal. Claro que chega a esta bela quadra e até faz muitas festas de Natal. O que se quer dizer com isso é que, chegado ao Natal, já o Sporting já não vê luz ao fundo do túnel (e não é porque Luz e túnel estejam na moda!)... O que não será exactamente pretexto para festejar! Mas festejam e muito! Este ano, que não é excepção (12 pontos atrás do glorioso rival), até fizeram a festa de Natal da Juve Leo, onde apresentaram a primeira prenda para o sapatinho do treinador: um ex-benfiquista e ódio de estimação chamado João Pereira. É realmente um clube diferente! Já a apresentação do novo treinador, Carlos Carvalhal, para evitar a ira dos adeptos, fora feita por vídeo, no seu sítio da Internet; agora, para fintar o ódio dos sportinguistas pela nova aquisição, é a claque, e não a direcção, a apresentar o grande reforço. Notável: os anjinhos a abençoarem o diabo! Percebe-se a atitude protectora, só não se percebe é quem é o protegido... Se calhar é o presidente, o que já não é nem novidade nem sobretudo diferente!

Quem também recebeu uma bela e merecida prenda de Natal foi Messi – o novo melhor do mundo – à frente do nosso CR. Que, para além de passar de melhor para segundo melhor, foi passar um dia ao Uzbequistão, onde Scolari papa milhões, a troco de 600 mil euros! Porque é Natal diz-se que os irá doar a uma instituição de solidariedade social! É... Natal deveria ser todos os dias!

 

publicado por Eduardo Louro às 07:24
endereço do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds