Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Sobre o PSD

O PSD a nível nacional, podemos  fazer o paralelismo a nível local, vive momentos dificeis na actual conjuntura politica pois sofreu derrotas estrondosas nos últimos actos eleitorais.Na sequência desses resultados o normal, direi eu, seria o partido reunir e tirar as devidas lições do que aconteceu, mas desta vez não foi assim, quem não se lembra por exemplo do que se passou no PSD Porto de Mós após a primeira vitória de João Salgueiro?

Quer a nível nacional quer a nível local, o PSD preferiu deixar tudo na mesma, sem perceber que o seu eleitorado tem muita dificuldade em entender esta situação, últimas sondagens "dão" ao PSD cerca de 27% de intenções de votos.

Fazendo análise politica sobre o estado actual do PSD, Carlos Magno fez uma pergunta que devia ser o mote para uma discussão interna, séria, dentro do partido e foi a Gil Vicente buscar uma frase que faz todo o sentido neste PSD:

 

Para que serve o PSD?

 

" prefiro um asno que me leve  a um cavalo que me tombe"

 

 

publicado por Pedro Oliveira às 07:53
endereço do post | comentar | favorito
10 comentários:
De anonimo a 19 de Janeiro de 2010 às 08:52
O PSD tem falta de ideias e nao de homens.
O PSD nasceu por conveniência, e foi ofuscado por lideranças fortes.
Em tempos de lideranças fracas há sempre o mesmo paleio ou problema.

Social-democrata, liberal, democrata-cristão, conservador?
Ninguém sabe ou não querem saber.
Pois, mas sao as ideias que mandam.
As ideologias não acabam.
Se é preciso a enxada, é preciso saber fazer com a enxada.

O actual momento partidário é especialmente dificil para o PSD.
Os militantes com ambições ... sao pura e simplesmente ambiciosos, esquecendo que o país exige a competência, a excelência e NUNCA a mediocridade, o basismo de ideias.
Exige-se um João Salgueiro ou um Ernâni Lopes em vez de um Frasquilho; exige-se um Rui Machete em vez de um Guilherme Silva, exige-se.
Nao estão em causa nomes, mas há nomes a deitar fora.
Exige-se gente com provas dadas na aceitação comunitária, com provas dadas no levantar a nossa aldeia, o nosso País.
De Marco a 19 de Janeiro de 2010 às 11:14

Bom dia,

Exige-se competência em lugar de compradio ...

Exige-se pessoas com formação cívica e profissional com ideias clara para o futuro do partido do país em lugar do compadrio ....

Exige-se que o PSD eleve os valores pelos quais se regia quando foi criado ...

Exige-se ao maior partido da oposição a EXCELÊNCIA ...
De Ferreira-Pinto a 19 de Janeiro de 2010 às 12:57
Mais que se exigir ao PSD seja o que for, impõe-se uma refundação do arco constitucional.
PPD e PS, na altura, disputavam o mesmo espaço eleitoral.
Hoje sobrepõem-se. E assim não pode ser.
Ou se fundem e sai quem tiver de sair, ou que haja a coragem de fazer emergir novos programas.
De Anonimo socialista a 19 de Janeiro de 2010 às 17:44
Aqui no nosso burgo o que precisamos é de alguem que saiba gerir e governar um concelho. Especie que não temos á mais de 20 anos. o problema é esse não é de partidos quer ps quer psd.

E o nosso povinho gosta disso.

Quando á tanta gente a votar Salgueiro, nofim de ter votado Ze ferreira 12 anos, realmente estamos mesmo doentes.

Não se queixem, tem o que merecem.



De anónimo a 20 de Janeiro de 2010 às 15:29
Candidate-se homem...nao olhe para o seu mundo, o seu ângulo, a sua visão...dê de si!
De Paulo Sousa a 20 de Janeiro de 2010 às 16:58
Essa logica fazia com que no nosso concelho apenas 4 pessoas podessem opinar sobre politica, o que e algo redutor e que o excluiria tambem a si de opinar Felizmente isso nao acontece.
De Pedro Oliveira a 20 de Janeiro de 2010 às 17:17
Paulo, sabemos que a cultura democrática em Portugal e em particular em Porto de Mós é uma cultura em que a classe politica não pode ser criticada.
Ainda na segunda feira, ainda não estavas connosco, falou-se na eleição para a distrital do PSD, alguém com conhecimento de causa chamava a atenção para que mais de 80% dos candidatos,provavelmente perto dos 100%, andam na poilitica,activa, há mais de 20 anos, onde está a renovação nos partidos?Será que ainda não perceberam que ao não aceitarem ser criticados, ao não permitirem o contraditório estão a fazer com que os jovens se estejam a borrifar para eles?
Como dizia uma das pessoas presentes, fazem de propósito para se eternizarem nos cargos hoje como autarcas,amanhã como deputados e a armarem-se em coitadinhos porque ninguém aparece, pudera!
Nós por cá vamos continuando a pensar alto.Temos pena!!
De anónimo a 20 de Janeiro de 2010 às 22:14
O PSD tem como fim o seu desmenbramento, pois quer PPC, alguém inócuo, quer PR um conservador nato, só podem levar á deserção dos verdadeiros social democratas.
Em porto de mós essa catarse já foi feita, o PSD neste momento simplesmente não existe, existe um conjunto de pesssoas sem qualidade e sem conteúdo politico-ideológico que se lembraram de tornar o partido numa tertúlia futebolopoltico tipo coutada.Com alto patrocinio dos dinossauros ana narciso e Jorge vala que foram em listas separadas para adistrital.Em Abrantes tudo bem como dantes.São felizes deixai-os ser,mas nunca mais ganham a câmra disso não tenho dúvida.
De Paulo Sousa a 21 de Janeiro de 2010 às 00:04
Se me é permitido opinar...

Será natural que neste momento o PSD de Porto de Mós viva um espírito próximo de uma das frases de Lincoln que há dias aqui trouxe: 'uma derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa'. Isso eu compreendo e concordo que tenham motivos para o sentirem.
Mas o que não compreendo é que após os vários meses que decorreram após a eleição nada se tenha feito. Dirão que fizeram uns cominicados, mas já vimos que a aposta nos comunicados durante a campanha autárquica não deu frutos. Contacto com o público exige-se. Um Fórum pelas freguesias fora de período eleitoral mostraria uma naturalidade saudável e poderia criar um hábito de participação cívica saudável.
Urge fazer algo. Por uma derrota muito menor foi exigido à Comissão Política das anteriores autárquicas a demissão.
Com uma re-eleição interna a Comissão Política legitimar-se-ia. E com isto não digo que as pessoas tenham de mudar, mas deveriam ser recolocadas no cargo. Poderia não passar de um ritual, é verdade, mas há rituais que são importantes e quando são esquecidos podem permitir más interpretações, pois todos sabemos que em política o que parece é.
De anónimo a 21 de Janeiro de 2010 às 07:38
O PSD de Porto de Mós é igual ao de Bragança, Faro ou Aveiro.
O PSD é um partido nacional.
Logo pouco relevante é discutir-se o de porto de mós...por favor.
O de porto de mós é o quê?
Sem liderança que instrua a cabeça dos seguidores acríticos...o que é? Nada, tal como em Tavira ou Melgaço...

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds