Quarta-feira, 24 de Março de 2010

A conversão da China?

Nas zonas rurais do centro da China, muitos idosos vivem na miséria material e afectiva. No passado, eram os jovens quem cuidava dos velhos. A chegada da economia de mercado e a migração das gerações mais jovens para as cidades, introduziram modificações profundas na organização social e familiar, assim como nas tradições.

Para agravar este cenário os idosos chineses não têm acesso a seguradoras privadas nem a associações de beneficência, que quase não existem nos meios rurais. O Estado também tem dificuldade em difundir um sistema de protecção social.

Neste contexto, as igrejas cristãs transformaram-se, de repente, em grandes prestadores de cuidados de saúde às pessoas de idade.

Nalgumas aldeias do interior - pouco frequentadas durante a semana - animam-se aos sábados e domingos, quando o movimento aumenta com mulheres e velhos a deslocarem-se para a missa.

Na aldeia de Nangu, na província de Henan, um terço dos habitantes são cristãos. Destes, mais de 80 por cento são mulheres.

"Na nossa aldeia há uma septuagenária que sofre de traqueíte crónica. O filho foi trabalhar para a cidade e a nora não vive com ela. Todos os dias vêm crentes acender-lhe o forno, preparar-lhe uma refeição e limpar-lhe a casa. Acho isso verdadeiramente espantoso!", explica o secretário da célula local do Partido Comunista Chinês.

 

Como a maioria dos jovens deixa a aldeia a partir dos 16 anos, não é fácil recrutar gente para o Partido. A aldeia de Zhongwang tem 56 militantes, 30 dos quais com mais de 60 anos. Desde 2005, o Partido só registou duas novas adesões nesta aldeia, ao passo que, no mesmo período, a religião cristã angariou 20 novos crentes. "Na nossa aldeia, mais de metade das pessoas idosas são crentes", diz Fan Xiangqi. "Quando alguém tem preocupações, vamos à igreja interceder a seu favor e rezar por ele. Quando certas famílias de fiéis passam dificuldades financeiras, a paróquia intervém na véspera do ano novo para as ajudar, porque as receitas da igreja provêm de donativos dos fiéis e devem também ser usufruídas por eles. Há paroquianos que dão directamente esmola às famílias necessitadas e a igreja exige que essa acção seja sincera e espontânea. Todos os anos, o Natal marca o apogeu das actividades da comunidade cristã. Vamos à igreja para representar cenas da Bíblia e dançar."

Se há tantas mulheres crentes, também é porque elas raramente se aventuram a ir além dos limites da aldeia e vivem como rãs no fundo de um poço. Nas zonas rurais onde o machismo reina sem entraves, o cristianismo - que veicula uma imagem de grande elevação da mulher - permitiu, pouco a pouco, uma melhoria da condição feminina, recuperando a auto-estima das mulheres e fazendo nascer sentimentos de empatia no seio da família e entre os membros da sua comunidade em relação a elas. E isto explica a razão de haver mais mulheres crentes no mundo rural chinês.

Apesar de permitir a liberdade de culto desde 1978, o estado chinês não aceita a obediência ao Vaticano, e criou por isso a Igreja Católica Patriótica da China que obedece ao Partido. Existem no entanto muitos locais de culto 'domésticos' que vivem numa espécie de clandestinidade.

As estatísticas oficiais apontam para cerca de 22 milhões de cristãos, católicos e protestantes, mas fontes próximas das igrejas não oficiais calculam que o número poderá atingir os 100 milhões, o que corresponde a mais de 7% da população chinesa.

Será que num país que tem uma visão muita própria do conceito de longo prazo, isto poderá ser o início de uma tendência que poderá vir a mudar a China, aproximando-a dos valores ocidentais?

 

Baseado no artigo da Courrier Internacional, e num artigo da revista Nanfeng Chuang

publicado por Paulo Sousa às 08:00
endereço do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds