Segunda-feira, 19 de Abril de 2010

A Cabra da Igreja Cega!

Não é tradição no Vilaforte editores responderem a editores, mas a propósito disto, gostava de ser politicamente incorrecto, ou outra coisa pior, conforme o julgamento que cada um faça deste post.

É fácil “malhar” nos desprotegidos e ao contrário daquilo que a Telma diz, eu acho que a Igreja, neste momento, é uma instituição desprotegida! Será que aquilo que a Telma interpreta como arrogância, não será mais que uma reacção de defesa?

O que diz um Padre não é obviamente a posição da Igreja.

Recordo que no caso Casa Pia, que a todos nós nos chocou, ninguém ainda foi condenado e se é verdade que aparentemente é chocante ninguém ter sido condenado, se quisermos viver num Estado de Direito não podemos ser nós a condenar seja quem for, só pela mediatização dos temas que “tem direito” a chegar à comunicação social e temos que aguardar pela justiça, por muito má que ela seja.

O que é que a igreja pode fazer mais, que expulsar um dos seus, quando cometem um crime? Não percebo.

Quem não concorda com as regras da igreja tem bom remédio, sai. Nunca percebi porque é que as pessoas não concordam com o facto de a igreja não aceitar para padrinhos divorciados e ao mesmo tempo quererem baptizar os seus filhos ou casarem pela igreja. As regras são da igreja e é claro que na nossa tradição/educação se confundem muito com os nossos hábitos, mas simplesmente devemos de respeitá-las.  

Será que a vinda do Papa a Portugal tem alguma coisa a ver com a frequência destas noticias em Portugal? Ou somos todos inocentes e é pura coincidência?

Não sei onde é que a Telma viu aquelas declarações, mas quinta-feira a Conferência Episcopal a propósito deste tema, entre outras declarações, através do seu vice-presidente D. António Marto, disse o seguinte:

“Cada caso é um caso e nós não temos possibilidade de averiguar toda a verdade ou toda a falsidade”, o que é óbvio.

“… em países como a França, Itália, Espanha, não nos pareceu necessário haver uma comissão”, é uma opinião.

a pedofilia “é um dos pecados mais graves que existem”, é a posição da igreja por estranho que pareça.

e com toda a humildade e sem certezas diz, não se poder provar que haja qualquer campanha contra a igreja, apesar de parecer digo eu.

Telma eu conheço-te como defensora dos desprotegidos e a Igreja precisa de ajuda!

Espero que este post não acelere aquilo que mais desejas neste momento!

publicado por Luis Malho às 14:00
endereço do post | comentar | favorito
16 comentários:
De Pedro Santos a 21 de Abril de 2010 às 12:47
Sr. Luis Malhó,

Ou o senhor não percebe nada do que está a passar ou anda a querer tapar o sol com a peneira, tal como faz a igreja. <

A igreja é um clube privado, com demasiadas regalias garantidas pelo Estado, é certo, mas é um clube privado. Isso dá-lhe o direito de estabelecer as regras que quiser. Só adere, quem quer.

Mas a igreja não está acima da Lei. Os bispos e os padres que abusaram de crianças ou esconderem os abusos devem ser punidos. E essa é a questão que está em jogo. É que durante décadas a igreja fomentou essas práticas, escondendo os casos da justiça e implementando uma politica de silêncio que todos os dias nos vai mostrando onde chegou esta prática hedionda. São esses crimes que são denunciados e que devem ser julgados pelos tribunais. Mas, para espanto de todos, o que a Igreja tem feito, é desculpar-se da forma mais ridícula e repugnante que podia, inventando e dizendo as maiores barbaridades. Chama-se sacudir a água do capote, embora a igreja goste de dizer que os homens da igreja também erram.

Não venha agora dizer que a pobre coitada da igreja está sob ataque, como se isso não fosse normal. Como se não fosse essa a obrigação de cada cidadão: atacar os responsáveis da igreja, para ver se pagam pelo sofrimento que causaram aos milhares de crianças. Crianças essas que acolherem por bem, em nome de Cristo, porque eram os mais fracos e desprotegidos. Veja-se como as trataram.

Fosse Cristo vivo e estaria a crucificar-se de vergonha, pela cambada de tarados que usam o seu nome para abusar de menores!
De José Ferreira a 21 de Abril de 2010 às 18:30
Como estariam a passar muitos milhares de portugueses, se não fossem os apoios sociais atribuidos pelas organizações que trabalham e dependem da igreja portuguesa.
E do trabalho voluntário dessas organizações.
Esta ideia de que a Igreja é um clube de e para ricos, só revela um profundo desconhecimento da missão das organizações religiosas e em particular, no caso, da igreja católica.
Como dizia Confucio:
" Quando nasceste tu choravas e todos se riam.
Faz uma vida que, quando morreres, todos chorem e tu sorrias"
Bons ensinamentos.
Cumps.
De Pedro Santos a 22 de Abril de 2010 às 01:11
Caro José Ferreira,

Não ponho em causa a obra Social da ICAR, nunca pus, nem penso fazê-lo. «Como estariam a passar muitos milhares de portugueses, se não fossem os apoios sociais atribuídos pelas organizações que trabalham e dependem da igreja portuguesa» - acho-a de louvar e não poderia estar mais de acordo consigo.

Bom, mas não podemos esquecer os factos, e os factos são que, «Em 2007, um total de 59 por cento das receitas das instituições sociais católicas, teve origem no Estado». Não sou eu que o digo, é o Público sobre um estudo da U. Católica que foi analisado pela CEP.

Para saber mais siga este link: http://www.publico.pt/Sociedade/estado-financia-maior-parte-das-receitas-de-instituicoes-sociais-ligadas-a-igreja_1431743

Aliás, o que a Igreja faz é o que fazem as escolas privadas, ou outras instituições que recebem dotações de dinheiros públicos, vão buscar dinheiro ao Estado para fazerem o que Estado não quer fazer e só quer pagar. É por isso que são privadas.

Mas o importante, nesta discussão da pedofilia escondida pela igreja é não esquecer os factos: Durante dezenas de anos a ICAR - com o conhecimento das suas mais altas esferas - compactuou com o abuso de menores.

É por isso que a igreja está sob ataque. É sobretudo pela sua natureza social e pela confiança que grande parte da sociedade lhe deposita, que o delito se torna mais grave, mais desrespeitoso. É por esta falta de decência que deve continuar a ser atacada. Para que nada disto se volte a repetir.
De José Ferreira a 22 de Abril de 2010 às 17:52
Pedro
De facto não podemos esquecer nem desculpar os implicados.
Responsabilize-se-os e caso, culpados, punam-se.
Mas uma coisa são os Homens, outra são as Instituições.
Naturalmente as instituições oferecem sempre resistências.
A Igreja está cheia de maus exemplos.
Mas também está cheia de bons exemplos.
Sem pretender recordar muito, basta lembrar algumas enciclicas, que foram da maior importância, para a definição do modelo social, que ainda consideramos o melhor, para os padrões de direitos e deveres do HOMEM.
Aliás não se esqueça que de forma consciente ou inconsciente, muitos dos valores que defende tiveram origem na igreja.
No que respeita ao financiamento, não conhecia os numeros. Não me espantam.
Só que acredito que os 59% do Estado, para se atingirem os mesmos indicadores, se tal montante fosse gerido directamente pelo Estado, por certo, far-se-ia menos.
Quero dizer, um centimo no Estado, vale 1 centimo.
O mesmo centimo gerido por uma IPSS vale mais.
Com o mesmo, faz-se mais.
Mas isto prende-se com outras questões, organizações, responsabilidades pesoais e participação civica, enfim, um modelo social, em que se substitua o termo HOMEM, por PESSOA.
Um é BIOLOGIA.
O outro é SER.
Na enciclica REDEMPTORIS MISSIO - A Missão do Redentor- (1989) João Paulo II, escreve: "A igrja propõe,não impõe".
Quer dizer a igreja católica respeita"os outros" como um "outro" que também buscaa verdade e a bondade; a Igreja pede que o crente e os "outros" entrem em conversação, num diálogo que leve a um enriquecimento mútuo, em vez de a um profundo cepticismo sobre a verdade.
No dia em que escrevo, A fRANÇA PROIBIU A GURKA.
a FRANÇA dos direitos humanos e da revolução das liberdades.
Será por questão religiosa?
Será por limitação de liberdades?
Será por questão de segurança interna?
Num mundo perigoso, creio que é pela ultima das hipoteses.
Se quer que lhe diga,por tal motivo, estou de acordo.
Cumprimentos.

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds