Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

"Amanhã será um lindo dia, da mais louca alegria..."

Devido a algumas vicissitudes do meu, muitíssimo, adiantado estado de gravidez, inclusive a dificuldade em escrever por ter braços e mãos dormentes, quero apenas partilhar convosco que a partir de amanhã a minha vida mudará para sempre. Esta consciência de que a decisão de ter um filho é uma decisão para o resto da vida traz um misto de profunda felicidade com uma angustiada responsabilidade pela importância do papel que mais desejei na minha vida. Tudo farei para estar à altura!

 

"Coisas pequenas são

coisas pequenas

são tudo o que eu te quero dar

e estas palavras são

coisas pequenas

que dizem que eu te quero amar.

Amar, amar, amar

(…)

E a hora

que te espreita

é só tua…"

(Pedro Ayres Magalhães)

 

Quero que o meu filho se sinta seguro do amor que lhe tenho e terei, independentemente se é ou não aquilo que eu desejaria que fosse;

Quero que ria e sorria sem receio de se expor;

Quero que se respeite a si próprio e aos outros;

Quero que valorize quem tem na vida e o que tem na vida;

Quero que  os valores da família e da amizade sejam pilares na sua vida;

Quero que reconheça e viva as suas emoções;

Quero que respeite a diferença;

Quero que defenda e persiga aquilo em que acredita, sem receio de assumir as suas convicções, com respeito por ele e pelos outros;

Quero que não desista aos primeiros obstáculos;

Quero que não faça dos outros o caixote do lixo das suas zangas e frustrações;

Quero que tenha a capacidade de se perdoar a si mesmo;

Quero que não tenha medo de tentar;

Quero que se orgulhe da pessoa que é;

Quero que valorize as pequenas coisas e as pequenas conquistas;

Quero que valorize o trabalho;

Quero que sinta que a família é o seu “porto seguro”;

Quero que seja feliz e se orgulhe da família onde nasceu e que não escolheu!

 

estou:
publicado por Telma Sousa às 08:00
endereço do post | comentar | favorito
38 comentários:
De Telma Sousa a 23 de Abril de 2010 às 01:15
Caríssimo ANÓMICO,
Por momentos estava a tentar perceber o intuito do seu comentário mas rapidamente se fez luz! Anómico é aquele que sofre de Anomia, que significa ausência de valores e normas de conduta. “Aplica-se tanto à sociedade como a pessoas: significa estado de desorganização social ou pessoal ocasionado pela ausência ou aparente ausência de normas.” In Dic de Sociologia.
Que tal um outro Nick? Adiante!
Tem toda a razão! Sou lamechas! Não tenho qualquer problema com isso, pelo contrário! Se tivesse não me sujeitaria aos comentários de anónimos e anómicos ou de qualquer outra pessoa. Exponho-me até onde quero com a consciência total do que isso implica. Até aí tudo bem! Tudo o resto que afirma é falta de carácter e vontade de expelir o veneno que parece fazer parte da sua vida. Quem disse que quem não fala, escreve ou demonstra não sente? “Futilidade?”, “Quantas mães não têm computador para descrever estados de alma?” Está a falar de quê? O que isso tem a ver com o que escrevi? Pode não lhe fazer nenhum sentido e achar lamecha agora não coloque lá o que lá não está porque eu não lhe pedi que escrevesse o post comigo! Ria-se, de mim, ou de si e vai ver que a sua vida fica muito menos amarga!

Ah e desculpe lá a minha felicidade por ir ter um filho, sim?
De anonimo´s a 23 de Abril de 2010 às 15:45
Lamechice e MEDIOCRIDADE. CONCORDO.
Anómico, é o que aparece quando se publica o comentario sem nada escrever a identificar. LOGO não suponha, nao conclua, nao deduza. Porque nao acerta. e cinja-se ao assunto!
Lamechice, sim!
Porque nao há a mae, há Mães! E vc espera-se que cumpra o SEU dever. Nao imponha as suas vivencias questionantes (originalidade? OU futilidade?) aos outros quando o assunto é tão somente adveniente da conservação da espécie!

Expôr a vida pessoal é MEDIOCRIDADE. É mostra de vaidade: futilidade pura (gosta de etimologia...). Os anos vão mostrar...

Eu desculpo a sua última questão. Tem umbigo grande.
A felicidade é momentânea, guarde.

E nao faça é os outros de otários.
Se publica (e nao a conheço e nao a quero conhecer), sujeita-se a que alguém lhe diga o que foi dito. Sujeita-se...agora nao critique a sujeição que vc livremente consente. Há actividades que consentem na sua liberdade...sujeitam-se! Não gostou, nao julgue!




De João Sousa a 23 de Abril de 2010 às 23:50
O meu nome é João Luís Sousa, vivo no Juncal e este comentário é-te dirigido “Anómico”.

Embora me considere uma pessoa civilizada, é convicção minha de que há pessoas que só “vêem a luz” com um bom par de murros. Curiosamente, enquadro nessa classe de gente pessoas como tu, capazes de tentar ridicularizar alguém só porque está feliz e quer partilhar esse sentimento com os outros. Em relação à tua pessoa só tenho uma dúvida: será que pertences à subespécie de indivíduos cheios de complexos de inferioridade que, a coberto do anonimato, aproveitam estas oportunidades para lançar sobre os outros os seus recalcamentos? Ou antes pelo contrário, és um daqueles arrogantes que acham que, pelo simples facto de existirem, todos os que os rodeiam têm que levar com o bafo a vómito que exalam sempre que tecem considerações sobre os outros?

Respeito o anonimato nos comentários que surgem nos blogues, mesmo que não concorde com as respectivas opiniões. Desprezo os anónimos que a coberto dessa condição se limitam a lançar veneno e menosprezar os outros. Esses têm um nome: cobardes. É o teu caso.

A resposta a qualquer comentário que venha de ti identificado como “anómico” ou “anónimo” está contida neste mesmo texto. É a chamada “função circular”. Ah… e não vale a pena identificares-te com uma qualquer sigla que nada diz.

Por último, e a título meramente informativo, é sempre possível identificar a origem dos comentários mesmo que não se utilize um IP fixo. Basta conhecer as pessoas certas. E não… não me refiro aos editores do blogue.

PS: Aos editores do blogue: assiste-vos o direito de retirarem este comentário. No entanto seria uma pena esbanjar civismo com quem não o merece.
De José Ferreira a 23 de Abril de 2010 às 16:41
Telma

Eu também a não conheço.
Há comentarios que merecem o epiteto de ANÓDINOS.
É o caso.
Felicidades.
Cumprimentos.
De Anómico a 23 de Abril de 2010 às 17:44
Anódinos ou anómicos, o certo é que ao lançar algo para o espaço virtual estamos a lançar o "nosso" para uma terra-de-ninguém que tem no entanto a qualidade única de todos ali poderem poisar...

A questão é o de saber os limites das nossas esferas.
Há gente que se mete no facebook a fazer diário, outros a fazerem aquilo que nunca foram, etc...

Ora, acalmar as dores (anódinos) é algo de incompreensível. Dores de quê? Só se a lamechice der dor.
A dor é de quem publica lamechices. Guarde-as, ...há quem goste agora de pensar que é o unico a olhar o céu.
Há quem nao goste da dureza dos outros em assinalar que nao está só.
De anonimo a 23 de Abril de 2010 às 19:42
Não conhece a Telma ???
até parece que nunca vai ao Chá da Esplanada em missões especiaias do VF e juntar-se com a familia.
Ou só se é advogado de defesa sem conhecer o cliente.lolll
De Anómico a 23 de Abril de 2010 às 19:47
Boa sorte para a Telma.
Uma discussão para nada.Que seja a melhor Mãe do Mundo para quem vai Nascer que a melhor para mim é a Minha.

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds