Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

A Senhora Deputada

"Viver na Cidade de Paris só a mim diz respeito"

   Inês de Medeiros ao Diário de Noticias de 23 de Abril de 2010.

 

Não tenho a veleidade de pôr em causa a legitimidade da Senhora Deputada e Vice-Presidente da Bancada Socialista, por viver em Paris. Por mim pode viver em qualquer parte do mundo. Mas ter que contribuir com os meus impostos para que o erário Público lhe pague as deslocações semanais de e para a sua residência em Paris, diz-me respeito e discordo.

A Senhora Deputada quando aceitou candidatar-se ao cargo, pelo circulo eleitoral de Lisboa já residia em Paris, logo sendo pessoa esclarecida saberia concerteza que o regimento da Assembleia da Republica não prevê que as deslocações de Eleitos pelos Circulos Eleitorais do Continente, sejam pagas a Residentes fora deste território.

Mesmo assim a Dra Inês de Medeiros, Eleita Deputada da Nação pelo Circulo Eleitoral de Lisboa, acha que só a ela diz respeito viver em Paris e que lhe é devido o pagamento das ditas viagens.

Pois eu acho mal!

A Assembleia da Republica entendeu pagar e a Senhora Deputada vai passar a receber.

Uma excepção que não assenta bem na figura pública que conhecemos e muitos reconhecem

Uma excepção entre muitas que uma vez mais a Assembleia da Republica criou, qual fato à medida, de consequências futuras imprevisiveis e reprovável sobretudo quando a actual conjuntura nos obriga a permanentes cortes na despesa. 

Defendo que os Deputados quando Eleitos, em primeiro lugar devem preocupar-se em servir o País, mas sempre com a responsabilidade de manterem uma relação de proximidade com os "seus" Eleitores. Por isso deveriam residir no Distrito que os elegeu.

Defendo ainda que não faz sentido que num País com a dimensão de Portugal a Assembleia da Republica tenha mais que 100/120 Deputados.

Mas para que possa pensar-se em alterar aquilo com que quase todos concordam, é necessária uma revisão Constitucional. Algo que a maioria dos Partidos considera complexo, de dificil concretização e pouco prioritário. Afinal quem é que quer perder direitos, lugares e deixar de poder criar excepções?

Com tudo isto o que a classe Politica dificilmente evita é o clima de suspeição e de descrédito, que a Senhora Deputada considera muito perigoso.

E é!

Mas afinal quem é que contribui para que seja assim? Os Eleitos ou os Eleitores?

publicado por Jorge Vala às 14:00
endereço do post | favorito
De Rafael Marcelino a 28 de Abril de 2010 às 21:01
Mas há mais.. pelo que li no Jornal Noticias em 11-02-2008. Deve de estar já desatualizado...

Almoço a menos de cinco euros
Os deputados e assessores que transitoriamente trabalham para os grupos parlamentares pagam 4,65 euros de almoço, que inclui sopa, prato principal, sobremesa ou fruta. E salada à discrição. Um aumento de 0,10 euros desde 2006. Nos bares, um café custa 25 cêntimos, uma garrafa de 1,5 litro de água mineral 33 cêntimos e uma sandes de queijo 45 cêntimos.

A propósito da Madeira e Açores

Ir às ilhas com bilhetes pagos
A resolução 57/2004 em vigor, de acordo com a secretaria-geral da AR, estipula que os eleitos pelas regiões autonómas recebem o valor de uma viagem áerea semanal (ida e volta) na classe mais elevada entre o aeroporto e Lisboa, mais o valor da distância do aeroporto à residência. Por exemplo, 512 euros (tarifa da TAP para o Funchal com taxas) multiplicados por quatro ou cinco semanas, ou seja, 2048 euros. Mais o número de quilómetros (30, por exemplo) de casa ao aeroporto a dobrar (por ser ida e volta) multiplicado pelas mesmas quatro (ou cinco) semanas do mês, e a soma é multiplicada por 0,39 euros, o que dá 936 euros. Ao todo 2980 euros.


Mas ainda há mais contudo isto para muito boa gente é normal e é tudo inveja.
Depois queixem-se porque o FMI deve de chegar breve à Portela vindo de Atenas.
De João Paulo a 29 de Abril de 2010 às 09:04
Caro Marcelino, sabendo o que iria dizer, quando fui ao site da tap , simulei uma viagem para o próximo fim de semana ou seja em dois dias, e foram apresentados vários preços para a classe executiva consoante a hora do voo e o que eu apresentei foi o mais caro de todos os preços. Não pode comparar rotas que se fazem várias vezes por dia com rotas com frequências mais reduzidas, porque nas outras é como diz existe uma grande especulação quanto ao dia, o que não é o caso.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds