Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Carlos o Pescador, a vida está muito dificil

Se Carlos anda preocupado, mais ficou por estes dias. O derby está à porta,  os dois clubes rivais preparam as suas equipas. Carlos, afinal, não foi convidado para a festa anual do seu Clube, primeiro ficou algo triste, mas depois de saber o que se lá passou, esqueceu rapidamente a sua tristeza e segue a sua vida, na faina, e a tentar ganhar o pão para a mesa sem se preocupar, muito, com o Clube. Se não o querem para quê se preocupar com o resultado do derby, se quiserem contar com ele sabem em que barco ele vai e sabem com o que podem contar.


Mas desta vez o Carlos está mesmo muito triste, Carlos nunca pensou que o seu retorno e tentativa de intervir no campeonato, de pesca desportiva, pudesse prejudicar indirectamente, quem não se dedica à pesca, quem não tem clube, mas que é muito próximo de Carlos.


Carlos, soube que alguém muito próximo dele e que vive da venda de quadros, e artigos de decoração, foi colocado de parte, sem consulta prévia na venda desse material depois de lhe ter sido garantido,pelos responsaveis do clube que ganhou o último campeonato, que a venda estava assegurada, até porque essa venda era para um edifício que vai ser argumento, de peso, para o campeonato de pesca desportiva, é o edifício onde se reparam as embarcações. Carlos nem queria acreditar no que ouvia. Apeteceu-lhe fazer e dizer muita coisa, mas só lhe restou ter pena por ter descoberto que na pesca desportiva vale tudo,só porque alguém  gosta da pesca desportiva e não é do mesmo clube do vencedor do último campeonato.


Carlos anda triste muito triste. Mas não vai desistir.

 

música: O Carlos também gosta dos "Indios da meia praia"
publicado por Pedro Oliveira às 07:06
endereço do post | comentar | favorito
12 comentários:
De Platypus a 3 de Dezembro de 2008 às 09:58
A ser verdade o que muito se diz desse clube de pesca de favorecer uns em prejuizo de outros com uma arrogância tipica dos que não sabem vencer e para eles a vitória é um fim em si mesmo, não me espanta visto que esse clube tem pessoas com um histórico nessas façanhas, enquanto dirigentes de outras secções desportivas.
E como dizem os pescadores "Há mais marés do que marinheiros".
De Pedrosa a 3 de Dezembro de 2008 às 10:28
O Carlos esqueceu-se de um pormenor fundamental, é que já ninguém compete por "desporto" e que os clubes são muito desconfiados dos filhos pródigos. É muito mais fácil vir um desconhecido que até foi "despedido" do clube da sua terra natal e só porque dá uns toques na bola, ser aceite. É normal esse estrangeiro liderar secções, clubes e mandar a seu belo prazer com a cumplicidade de quem está porque ele, o que veio de fora, é que sabe.
Infelizmente hoje em dia os clubes têm poucos sócios, ninguém se importa, são eleitos por eles próprios e são eles que ditam as regras, e as regras resumem-se a uma só, ou estás comigo ou estás contra mim,mas com uma nuance que é a mais maliciosa dos clubes, que cada vez se parecem mais com seitas, isto também serve caso um dos teus familiares estiver contra mim.Se tiveres algum familiar que seja contra mim, também levas por tabela, e gera-se um clima de medo e intimidação para garantir que seja o memso clube a ganhar campeonatos. O que podemos depreender dos dois textos é que o Carlos está a prejudicar indirectamente alguém muito próximo dele, por ser de um clube diferente,o Carlos, do que é actualmente campeão, mas o paradoxo é que o próprio clube não a aceita por pensar que ele quer ser o lider do clube.Não lhe invejo a vida em termos associativos.Talvez mandá-los todos a aquele sitio que todos sabemos e denunciar a situação não fosse má ideia.É que normalmente esta gente lida mal com a comunicação social....
De anonimo a 3 de Dezembro de 2008 às 11:32
Não sei o que se passa, mas pelo escrito e pelas letras das duas excelentes canções do Zeca, só pode ter que ver com politicos de vão de escada, que a nossa "democracia" desenvolveu, criou e multiplicou.
Aprendi na vida a protestar e a denuciar, que não falte coragem aos "carlos" para denunciar quem mama à nossa conta e ainda se ri no fim.

LA
De Ferreira-Pinto a 3 de Dezembro de 2008 às 12:36
Como é que é?
Até na pesca desportiva há guerras de campanário?
Realmente ...
De Rui Fonseca a 3 de Dezembro de 2008 às 14:07
Bem avisei!!
Este vosso projecto, é um projecto original, credivel e de muito trabalho, mas choca com a tal mentalidade provinciana que está enraizada não só em Porto de Mós, como no país.Esta mania que o PS e PSD mexem em tudo e em todos,não é um polvo é mesmo a saga do "padrinho".Por isso é que sempre valorizei a coragem do Pedro, porque os outros; o Vala desapareceu, a Ana ninguém lhe liga, ao Presidente da AM, que podia se afirmar como alternativa, não dá o tiro de partida e o irmão, desde que foi colocado na ordem, nem se vê.Portanto Pedro eu avisei-o que não lhe podendo pegar, iam à sua familia, e assim foi, pelo que escreve em relação ao Carlos.E mais, não são só os do PS que estão contentes,os seus amigos do PSD devem estar a delirar.
Este país é um conjunto de amorfos, nada colocam em causa; parasitas, vivem à conta dos outros; de chulos, ganham com a actividade dos outros; oportunistas, aproveitam as fraquezas dos outros; corruptos, vivem para enganarem os outros e os que não se calam, aqueles que cada vez são menos e que sofrem por pensar nos outros.
Neste momento, em Porto de Mós fomentamos todos menos os corajosos, são muitas as vezes que oiço que o Pedro Oliveira ainda se vai dar mal por dizer o que pensa e em vez de se injurgirem só oiço um ai vai vai.
Ninguém se revolta,ninguém põe a boca no trombone, isto é normal?
Força Pedro, não desista.Aqueles que recorrem á táctica de prejudicar terceiros para o afectarem só mostram quão reles são e os que não o apoiam e não o querem são feitos da mesma massa.
É uma vergonha o que está nas entrelinhas, prejudicar um ente querido porque você escreve no Vila Forte é cobardia.Descanse que no PSD seria a mesma coisa, andaram todos a ler da mesma cartilha.

Eu não pactuo com esta pouca vergonha, não vivi estes anos todos para assistir a isto, onde está o POVO!?
De Ana Narciso a 3 de Dezembro de 2008 às 17:25
Rui Fonseca, pela parte que me toca, confesso que não faço nem escrevo porque me" ligam" cada vez faço mais por impulso e porque gostaria de deixar um mundo melhor aos meus netos. Pelo menos podem ver que tentei... mas não me ligaram nenhuma. E sabe tem toda a razão. Não ligam mas moem. Não ouvem mas ruminam, não aprovam , mas nem sequer sou cumprimentada. Veja lé o que aconteceria se me ligassem!! Será que cortariam o meu vencimento na escola? Impediriam que eu tivesse alunos? Seria sujeita ao saneamento por delito de opinião. Ainda bem que não me ligam. Livra!!! assim só deixo de ser cumprimentada . Ou melhor tanto me apertam a mão como o pescoço! Imagine se me ligassem!! Cruzes canhoto!!
De simplesmente anónimo a 3 de Dezembro de 2008 às 14:56
Quandoise fala que os comentários são anonimos ou que os blogs anónimos são cobardes, está qui bem expresso o porquê. Sabendo de antemão que os nossos politicos são avessos ao argumento válido e da contra-proposta, só um suicida pode dar a sua opinião de cara destapada e denunciar, sem ter as costas largas, acham que um comum dos cidadãos tem condições para o fazer?
Eu não vou pela onda de dizer que o Pedro é um corajoso, mas sim que é um suicida e que isto vai piorar, a não ser que tenha as costas largas....Como não me parece que é o caso, isto vai doer mais, olá se vai.
Mas é um episódio triste, mas é o pão nosso de cada dia, que ninguém duvide.Denúncias, nada! Tudo como dantes aqui no quartel de Abrantes!
De Paulo Sousa a 3 de Dezembro de 2008 às 23:44
Toda a triste gestão do poder que nos é dado a assistir mostra o débil espírito democrático dos nossos governantes locais.
É colocada pressão sobre todos os que não os aplaudem, e se tal for necessário, com já vimos, o mesmo aplica-se ao circulo pessoal do visado. Toda a possível crítica é demonizada por sistema e tenta-se empurrar os não concordantes
para fora da participação na coisa pública. E o mais fácil e mesmo voltar as costas à miséria que é a política em Porto de Mós.
De Maria Antonieta a 3 de Dezembro de 2008 às 15:09
Eu ando a ver se tiro esta história a limpo e se conheço este pescador porque eu consumo muito peixe e se calhar dava-me jeito.
De decoração gosto muito e at´dizem que tenho bom gosto. Até agora népia. Ainda não cheguei lá.
Pode ser que um dia destes alguém que eu encontre por aí me faça o favor de me explicar melhor esta história.
E já agora vai haver cenas dos próximos capítulos?

De patti a 4 de Dezembro de 2008 às 01:11
Pois é isso mesmo. E no próximo capítulo do Carlos, vai-se esclarecer mais alguma coisa.
Oh pedro, não demore muito a voltar, ouviu bem?
De Dinis a 5 de Dezembro de 2008 às 23:52
Não percebo e continuo a não perceber e se calhar nunca vou entender, esta surpresa, há alguém que não aplaude que ainda não foi vitima da ditadura que vigora em Porto de Mós, eu fui, mas já sabia o que me ia acontecer e vivo muito bem com a consciência tranquila porque dei em tempo, que considerei útil, o meu contributo e continuarei a dar sempre que achar oportuno e válido.

Sobre o Pedro e os restantes que tanto já criticaram tudo e todos, aguardo pelo momento em que deixam de teclar/blogar e começam a assumir responsabilidades e fazem algo em prol do concelho, é preciso agir, porque melhor do que está basta mexer.
De anónimo a 6 de Dezembro de 2008 às 14:51
Mas se continuarem a ser proscritos pelo próprio partido não vai ser fácil...E eu até acho bem senão o vilaforte acabava e não sabíamos muita coisa.Eu também digo mal de todos, governo, PSD,Salgueiro,eidtores vila forte...e não é por isso que me vou candidatar a alguma coisa, era o que faltava .Um gajo para ter opinião ter que estar ligado a um partido.

LA

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds