Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Quotas e o falso problema

Os partidos politicos andam muito preocupados com a falta de mulhers na politica e vai daí inventaram a lei das quotas.Num país onde mais de 60% da comunidade estudantil, Universitária, é feminina, onde há cada vez mais Mulheres na gestão de topo nas empresas, onde trabalho somos 6 directores e estamos empatados 3 a 3, os politicos "acharam" que seria necessário impor quotas para que as Mulheres fossem para a politica, quando o problema está em conseguir levar para a politica gente de qualidade, Homens ou Mulheres.

Esta semana o meu filho, mais velho, chegou-me a casa com uma noticia que pode tranquilizar os politicos preocupados com esta questão das quotas, é que na Escola dele vai haver eleições para a Associação de Estudantes e, a maioria dos que integram as listas são raparigas e fazem o pleno à candidatura à liderança:São todas raparigas!

Ou seja, a continuar assim, vem aí a lei das quotas para os Homens... 

publicado por Pedro Oliveira às 07:31
endereço do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Armindo Vieira a 15 de Janeiro de 2009 às 09:44
Bom dia. Quotas para quê?
Elas devem assumir a liderança ou qualquer outra candidatura quando assim o entenderem.
Veja-se o caso dos Bombeiros da Batalha, em que depois de anos com liderança só de homens e, mais tarde, com algumas mulheres pelo meio, foi constituída uma lista só com mulheres de todo o concelho que assumiu a liderança da Associação do Bombeiros e, já tomou posse.
O resultado desta eleição foi quase unânime, mas apareceu um voto branco a estragar a festa.
Se calhar de um homem que não se rendeu à evidência, ou então não conseguiu constituir uma lista mista.
Armindo Vieira
De patti a 15 de Janeiro de 2009 às 11:03
Oh Pedro, este era o lema das Spice: Girl Power
De Pedro Santos a 15 de Janeiro de 2009 às 11:16
As cotas não privilegiam as mulheres. A Lei diz que em qualquer lista tem de haver pelo menos 33% de um dos géneros e, diz também, que os candidatos de uma lista têm de ser intercalos: por cada dois se um génro tem de estar outro do género oposto.
A Lei é da paridade e fala-se em géneros para tentar salguardar situações onde sejam os homens a minoria, como acontecia com as mulheres.
De Hugo Besteiro a 15 de Janeiro de 2009 às 14:16
O problema não são os números.

O problema é dar condições às mulheres para a participação na vida política activa. O exemplo das escolas e dos locais de trabalho não é bem o mesmo.

Numa sociedade (ainda) maioritariamente patriarcal a mulher depois do seu trabalho chega a casa para um outro trabalho.
De Ana Narciso a 15 de Janeiro de 2009 às 15:18
Já hoje defendo quotas para homens no Ensino. Pode acontecer a qualquer rapaz fazer toda a sua infância e adolescência só com mulheres...
Em relação à lista em concreto , também não me parece razoável que os rapazes fiquem ausentes dessa lista . A escola não é só feminina ( e podia ser) portanto devem estar representados os dois sexos e não só um. Se o Mundo um dia , for governado só por mulheres, eu estarei na linha da frente a defender as quotas para homens.

De salvoconduto a 15 de Janeiro de 2009 às 17:08
Quotas, só as do clube de vídeo...

Comentar post

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds