Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009

Falta liberdade de voto em Portugal

«Portugal é, depois da Holanda e de Israel, o país com menor liberdade de voto. A conclusão resultou de um estudo a 26 países que o economista Paulo Trigo Pereira apresenta no seu livro O Prisioneiro, o Amante e as Sereias, publicado pela Almedina.

"Isto não é opinião, é resultado de uma investigação" sobre uma "grande fonte de injustiça" da democracia portuguesa, diz o académico, que participou na comissão da reforma da administração central do Estado e presidiu à revisão da Lei das Finanças Locais.

O índice de liberdade de escolha do cidadão foi construído tendo em conta o número de partidos, a dimensão média do círculo eleitoral e os índices de proporcionalidade; mede, na prática, a liberdade do eleitor, comparativamente com o partido, na escolha dos candidatos. 

 

"Só uma cruz no boletim"

Irlanda, Coreia do Sul e Malta estão no extremo oposto. São países onde os partidos repartem com o cidadão o poder de escolher candidatos, através do chamado voto único transferível. O investigador cita Irlanda e Malta, onde os partidos indicam os nomes dos candidatos, mas os eleitores podem ordená-los por preferência, por exemplo. 

"Nós só fazemos uma cruz no boletim de voto", diz Trigo Pereira. "Percebo que há 35 anos, quando se fundou a democracia em Portugal, se tivesse feito uma Constituição blindada. Hoje não percebo como se pode argumentar em sua defesa."

O investigador propõe modelos moderados, de voto preferencial, usado em países como a Finlândia, Polónia, República Checa e Dinamarca. 

Dar mais liberdade de voto aos eleitores deve ser o sentido da reforma do sistema eleitoral, e essa é "compaginável" com a vontade dos partidos em garantir a escolha de um determinado número de deputados ao Parlamento.

Trigo Pereira também considera que o sistema de referendos precisa de reforma: "É perverso por permitir estratégias de abstencionismo para invalidar referendos", ao exigir um quórum mínimo de votantes para que sejam vinculativos. Os modelos alemão, irlandês e suíço são considerados mais equilibrados e reflexo de uma "democracia com mais qualidade". 

O modelo português "é absurdo" e revela uma "má qualidade da democracia", conclui.»

 

Público, hoje

publicado por Paulo Sousa às 19:36
endereço do post | favorito
De Pedro Oliveira a 27 de Janeiro de 2009 às 10:21
Estamos viver dias dificeis na democracia, tomemos como exemplo o último referendo em Viana do Castelo, masi de 70% de abstenção, as pessoas estão completamente descontentes com os politicos e eles pouco se importam, basta ver a festa que o autarca fez.Como é possivel?
Os politicos queixam-se que ninguém aparece e que se não forem eles, coitados, ninguem se chega à "frente", era bom era saber porquê.Porque é que são os mesmos nos clubes de futebol, nas comissões politicas,nas federações,nas associações,....É o rodar de cadeiras e promiscuidade que leva ao desinteresse das pessoas em aderirem ao quer que seja. É necessário que a politica seja aberta às pessoas e não uma associação de amigos que gerem a "coisa" tipo "coutada" em que só entre quem "pague" ou faça um exame de admissão.Os partidos são necessários à democracia,mas devem estar ao dispor das pessoas.Infelizmente não é o que se passa em Portugal
De Comentador do Vila Forte a 27 de Janeiro de 2009 às 11:21
Citar Pedro Oliveira:
"É necessário que a politica seja aberta às pessoas e não uma associação de amigos que gerem a "coisa" tipo "coutada" em que só entre quem "pague" ou faça um exame de admissão."...
Tipo, como acontece no Vila Forte e tem acontecido, noutras eras, com alguns dos seus intervenientes por onde têm passado!!
De Pedro Oliveira a 27 de Janeiro de 2009 às 11:46
O "exame de admissão" no Vila Forte é fácil como pode ver, até V.Exa conseguiu.Se alguém anda a receber "luvas" dos comentadores, esteja descansado que o dinheiro vai ser bem empregue.
Quanto ao tema, ficámos a saber,desculpe se eventualmente esta conclusão é abusiva..., que concorda com o sempre foi assim, como tal deixa estar que eu gosto, pois é a minha vez.
Agradecido pela visita e comentário.Na justiça, há quem defenda que um não parecer é um parecer, Na blogosfera uma não opinião também se pode considerar uma opinião.
De Comentador do Vila Forte a 27 de Janeiro de 2009 às 12:10
Deixam comentar apenas para dizer que têm audiência.
A verdade é que quando Rui Fonsecas, Largos do Rossio e outros que tais achincalham alguém, os "ilustres" comentadores nem uma palavra de desagravo tecem. Por que será?
Mas se algum comentador isento, fora do clã dos pseudo iluminados, qual grupo dos cinco, faz algum comentário, aqui d'el rei, que nos estão a estragar os planos de pressão política, meu Deus, que há alguém que pensa e que sabe escrever para além de nós. Como é possível!!!??? O nosso espelho disse-nos que eramos os únicos! Os tais do "nós os cinco temos um sonho,muito antes do "I have a dream", a nossa terra estar na vaguarda da inovação".
Se intigra é inovação, não há dúvida, são protagonistas do virar da página da história política de Porto de Mós.
Comentando a matéria do post,
Eu estou de acordo com a proposta de os eleitores escolherem os eleitos, bem como a ordem da eleição.
Corre-se o risco do Magalhães ser escolhido em detrimento do Malhó, pois é uma figura mais conhecida do imaginário portomsense, mas é a democracia e a escolha do Povo, na sua infinita sabedoria.
Claro que o Malhó não deve saber quem é o Magalhães, mas também ninguém lhe pede tanto...
De Pedro Oliveira a 27 de Janeiro de 2009 às 12:22
É um gosto ler os seu comentários.Em relação aos comentários e porque normalmente só vemos o que queremos, recordo-lhe, que entre outros, o comentário de um tal "guarda rios",de ontem, sobre João Neto e Gomes Afonso foi eliminado pelo teor ofensivo aos visados.

Descontraia.Bom almoço para si também.
De Comentador do Vila Forte a 27 de Janeiro de 2009 às 13:40
Bravo, Pedro!

Conseguiu repetir a palavra comentários 3 vezes, em 5 linhas. Para ser mais rigoroso, na terceira vez não utilizou a palavra "comentários", mas sim "comentário". Foi para não parecer mal.
Realmente, com essa qualidade e diversividade lexical, para chumbarem outros comentadores no vosso exame de admissão, terão que ser mesmo muito fraquinhos.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds