Terça-feira, 16 de Março de 2010

Político ou Estadista?

  Apesar do tempo que passou , este texto que elaborei há quase um ano, continua actual! Mais ainda quando o PSD enfrenta a escolha de um líder e de um futuro Primeiro Ministro.

 

               " Ultimamente tenho colocado a várias personalidades da vida portuguesa a seguinte questão: “numa agenda  eleitoral pesada e com a responsabilidade democrática de  fazer escolhas, como vamos distinguir um estadista de um político ?” Invariavelmente as respostas abordam o problema da excessiva importância da imagem, e, a falta de esclarecimento político do cidadão. Nos dias que correm é absolutamente essencial distinguir um do outro.   
     Finalmente uma resposta clara e simples. James Freeman Clark , autor  Norte Americano,  escreveu no século XIX  o seguinte “ um político preocupa-se com a próxima eleição, enquanto que um estadista se preocupa com a próxima geração”. Hélas! Faz toda a diferença. Concentram-se forças e energias  no acto eleitoral, elencando promessas que não vão poder cumprir, deixando um vazio de esperança e a democracia cada vez mais fragilizada. Há uma  multidão silenciosa insatisfeita com o resultado das  escolhas que fez,  e,  sempre que isso acontece o populismo ou o voto de protesto fazem o seu caminho.  O nível  de degradação atingido é deveras preocupante.Educação pública e estatal (em litígio e   com poucos resultados) , Justiça  independente do poder legislativo, (mas alegadamente parcial na aplicação da lei). 

(...) Todos os dias temos novos episódios : uma lei de financiamento de partidos políticos aprovada por quase todos os Deputados (   228) mas que todos os líderes ( era na altura líder Paulo Rangel)se apressaram a criticar fora da Assembleia da República. Lamentável.   Um primeiro – ministro, alegadamente, acusado de usar as suas relações pessoais e políticas em benefício próprio. Um ministro da economia com uma linguagem pouco adequada ao cargo que ocupa . Um tecido social cada vez mais crispado e cada vez mais endividado. Estamos desconfiados.

 

 

(...) Mas há esperança .. o professor Adriano Moreira afirmou o seguinte” a crise económica veio agravar esta relação de confiança entre o cidadão e o estado . Contudo, a crise económica resolve-se com estudos, soluções e resultados. Mas a crise de confiança vai demorar gerações a repor” . Absolutamente de acordo. E continuou. Reclama para o seu país, um Conselho Estratégico Nacional: um Banco de Dados Nacional onde seja possível aceder à  informação sobre Escolas, Universidades, apoio social escolar, resultados, corpo docente, projectos, etc, para que as famílias e os alunos possam escolher a escola ou a Universidade que desejam frequentar. Deixou ainda como grande desígnio nacional  o regresso à máxima de Fernando Pessoa “ A minha Pátria é a minha Língua Portuguesa. Um Estadista" 
Será o último?

in Jornal de Leiria,  Maio de 2009

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds