Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

I am sterdam

 

Após uns dias em Amesterdão, regresso a casa com vários pensamentos avulsos para aqui partilhar convosco.

É recorrente associar Amesterdão às bicicletas, aos canais com barcos habitados, à facilidade em consumir drogas levas e às montras da luz vermelha.

De facto, após algumas conversas que travei com estrageiros que lá moram, o imenso gosto pela cidade é comum a todos. Todos sentem a tolerância, outra das imagens de marca da cidade, e todos sentem que fazem parte da cidade. O turismo de Amesterdão foi muito feliz na escolha do seu slogan, I am sterdam.

Observando tantas pessoas a usar a bicicleta como principal meio de transporte, muitas mães com duas e três crianças assim como muitos executivos de gravata a pedalar ao sol e à chuva, não pude deixar de pensar que o mesmo hábito não existe cá por puro comodismo. Claro que podemos dizer que cá o terreno não é tão plano, mas a diferença maior é mesmo em termos culturais.

Outra questão que me assolou, foi a da legalização da prostituição. Na Holanda a mais antiga profissão do mundo é reconhecida, regulada e tributada. O mesmo acontence noutros países da Europa. Com o reconhecimento oficial da profissão, ganham as(os) profissionais pois pagando impostos têm acesso a serviço de saúde, a baixa, reforma e a acompanhamento médico espacífico, ganha o Estado que aumenta as suas receitas pelos impostos cobrados, ganha quem recorre aos serviços das(os) profissionais do sexo pelos benefícios decorrentes da regulação da actividade e perdem as máfias associadas à prostituição, pois num mercado regulado por lei têm menos espaço de manobra.

Especulemos sobre os motivos que levam os governantes portugueses a não tocar nesta questão.

1ª hip – A maioria dos dirigentes do país não acredita que exista prostituição em Portugal.

2ª hip – Uma pequena minoria já ouviu dizer que existe mas por achar que é um ofício pouco digno perfere fingir que não se passa nada. Claro que todos eles, mais ou menos crédulos, se consideram progressistas em termos sociais e todos, sem execepção, apoiam o reconhecimento do casamento gay, esse sim um tema fracturante que tem de ser resolvido.

3ª hip – Sendo o tráfico de pessoas  uma actividade associada à prostituição não regulada, um negócio muitíssimo rentável, existirão lobies empenhados na manutenção da actual situação.

Aceitam-se outras sugestões.

 

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds