Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

A Diabetes:Educação e Comunicação. Onde está a diferença?

Em vésperas de se assinalar o Dia Mundial da Diabetes, em 14 de Novembro, a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) apelou à realização de um rastreio nacional, com o intuito de reduzir 90 por cento dos três mil casos anuais de cegueira resultantes da retinopatia diabética em Portugal. 
A SPO refere que as estimativas apontam para que o número de diabéticos seja cada vez maior, lembrando que o Estudo da Prevalência da Diabetes em Portugal indicou que 12 por cento da população entre os 20 e os 79 anos já sofria da doença.


Os dados da prevalência da retinopatia diabética em Portugal não são precisos, mas estima-se que 250 mil pessoas sofram da doença, 25 mil das quais terão algum problema visual e 13 mil ficarão cegas.

A SPO lembrou também que os dados da Organização Mundial da Saúde mostram que «na ausência de uma intervenção urgente, as mortes por diabetes deverão aumentar em mais de 50% nos próximos dez anos».

Os especialistas referem que, para além do rastreio, as pessoas devem adoptar estilos de vida saudáveis e realizar todos os anos um exame ao fundo ocular.

 


A este propósito, fui recentemente confrontado com um caso próximo, que me deixou, naturalmente mais desperto e sensível para o tema.
De facto, ainda é bom apanágio português pensar que isto só acontece ao vizinho do lado e não nos toca, mas há sempre uma primeira vez …
A educação para a prevenção da doença, apesar de várias campanhas de sensibilização, está, ainda, muito longe de atingir os seus verdadeiros objectivos. Senão, veja-se o caso em particular de uma diabética há, já, duas décadas, que até hoje não conseguiu ter assistência médica adequada à doença que a acompanha, não só a si, mas aos seus familiares directos que, hoje se vêem a braços com as consequências irreversíveis e que se sentem impotentes perante o diagnóstico apresentado.
Ao médico de família do diabético não compete um papel activo, de informação e educação, de sensibilização e de aproximação à família? Então, e os rastreios periódicos que devem ser realizados, para despistar quaisquer doenças específicas da diabetes? A quem pedir responsabilidades pela fraca informação prestada ao doente e à família?
Poderemos nós divorciar-nos da verdadeira ligação familiar, afastando-nos do acompanhamento próximo de quem diagnostica e avalia? Talvez não!
Naturalmente que à família, cabe acompanhar e apoiar onde e sempre que necessário, atempadamente, para evitar o pior. Neste caso, o tempo já passou e a oportunidade está perdida. Agora, há que acordar consciências e evitar que se repitam os mesmos erros.
De qualquer modo, tenho grande dificuldade em aceitar a falta de profissionalismo médico, de quem lida diariamente com a doença dos outros e não sabe chegar à família nos casos mais delicados. Não deveria existir uma articulação entre as várias disciplinas da medicina, para evitar as complicações já conhecidas da diabetes? Os gabinetes técnicos nos centros de saúde não deveriam contemplar a ligação entre as várias especialidades como um todo? É suposto deixar à responsabilidade  do doente a iniciativa de dirigir-se às especialidades que mais pensa adequarem-se  ao seu caso?
É sabido que o sistema público de saúde não responde de igual modo como o privado, mas afinal de contas são médicos nos dois cenários.  Nenhum será perfeito e terão os dois os seus defeitos e virtudes, mas a um falta-lhe seguramente o poder da comunicação, ou será que deve deixar morrer o paciente e só depois é que informa a família do seu estado grave? Ou será que nem se coloca a questão de comunicar?
E agora? …
 

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds