Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

Pais em part time

Muito temos falado em educar, sobre as responsabilidades dos pais na educação dos filhos e nos direitos das crianças em ter pais presentes e não ausentes.

Sabemos que hoje em dia, muitos dos pais vêem a escola como o local ideal para depositar, sem aspas, os seus filhos e, quanto mais tempo, melhor.

Muitos são aqueles, que por motivos profissionais colocam os filhos nos infantários, ATL's ou escolas, logo pela manhã e apenas os vão buscar já de noite, mas outros fazem-no porque os seus filhos mais não são do que incómodo e fonte de trabalhos extra. Se dúvidas tivesse sobre esta abordagem mais radical, dissipar-se-iam em segundos, depois de ter ouvido um alto responsável de um estabelecimento de ensino contar histórias incríveis ...

Este meu amigo, referiu episódios trágico-cómicos, de bradar aos céus! Seguramente, qualquer mãe ou pai, iria pôr mãos à cabeça, em tom de total incredulidade, colocando em questão a verdadeira capacidade parental. Será que iremos chegar ao ponto de assegurar previamente, à condição de pais, que ultrapassamos com sucesso um teste de avaliação? Ou será que aos filhos cabe o direito de serem, eles próprios, testados quanto aos seus pais. Se temos o direito de assumir a condição de mãe e pai, porque não têm eles o mesmo direito  de assegurar pais que cumpram os requisitos mínimos?

A título de exemplo do desleixo e ausência dos princípios básicos de paternidade, refiro apenas duas situações, que podem classificar como melhor entenderem. Pessoalmente, não posso deixar de criticar severamente e apontar o dedo, quando nos dias de hoje tomo conhecimento de casos verídicos de pais que não cuidam minimamente da higiene pessoal das suas crianças. Há crianças que chegam à escola sem tomar banho há vários dias, com irritações na pele e a cheirar mal. Quando confrontados com a situação, os pais chegam a ser agressivos e ameçam com queixas por difamação. Não são casos de crianças de qualquer etnia minoritária, sem casa ou sem condições economico-sociais. São crianças iguais a tantas outras, filhos de pais empregados, com habitação própria e carro.

Um outro exemplo diz respeito aos pais que gozam as suas férias no mesmo período que a escola proporciona aos seus filhos. Que dizer daqueles que conseguem ter a frieza de levar os meninos à escolinha, como tantou outros dias, ao longo do ano, e rumar à praia, por vezes até a mesma que as suas crianças frequentam, sem que estes os perturbem e possam, então, desfrutar dos prazeres do sol sem as pestinhas a incomodar? Também, não há lugar a preocupações com refeições, pois estão asseguradas. Sim, é verdade que há progenitores corajosos, capazes de deixar os filhos ao encargo da escola, em tempo de férias, e os recolhem ao final da tarde, como se de um dia de trabalho se tratasse.

Já diz o provérbio popular que "Deus dá as nozes a quem não tem dentes" e é bem verdade. Com tantos casais inférteis, que se sujeitam a dispendiosos tratamentos, sem garantias plenas de sucesso, cheios de amor para dar, chega a ser um pecado ver a ingratidão daqueles que não sabem aproveitar do dom que lhes foi oferecido.

As crianças têm o DIREITO de ser felizes e merecem pais decentes.

 

nota: porque se enquadra nesta temática da educação, vejam este vídeo sobre a pedagogia do exemplo.

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.connosco à mesa

Os nossos convidados

Dr. Miguel Horta e Costa

Eng. Cláudio de Jesus

Dr. Saúl António Gomes

Dra. Isabel Damasceno 

Prof. Júlio Pedrosa 

Cor. Valente dos Santos

 

Os nossos leitores

Ana Rita Sousa

Carlos Sintra

 

O nosso email

 

Siga-nos 

 

.podcast


Curvas do Livramento

oiça os nossos debates

Ed. Zero

Edição 1 - 04/Jun/009

Ed. 1.1 Europeias

Ed. 1.2 Autárquicas

Ed. 1.3 Casamentos Gay

Edição 2 - 30/Jun/009

com Clarisse Louro

Ed. 2.1 Pós Europeias

Ed. 2.2 Legislativas

Ed. 2.3 Autárquicas

Ed. 2.4 PMós 2º Clarisse Louro

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.Últimos Comentários

Special thanks to MrCosmos
The Feedburner expert

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.Quiosque

diários

semanários
  regionais
 
   

.Filme recomendado

 

 

Trailer

 

 

 

.Leitura em curso


A Revolução dos Cravos de Sangue

de Gerard de Villiers

Estamos em Portugal, no rescaldo do 25 de Abril, e Lisboa é um tabuleiro de xadrez onde CIA e KGB jogam uma partida mortal. Os serviços secretos americanos, desesperados por apenas terem sabido do golpe de Estado através dos jornais, esforçam-se para impedir que Portugal caia nas mãos do comunismo. Do outro lado, a KGB tem em mente um plano diabólico e põe em campo os seus melhores agentes. É então que um golpe de teatro promete desequilibrar esta guerra fria. Natália Grifanov, mulher de um poderoso coronel da KGB, está disposta a passar para o Ocidente e a relatar todos os segredos que sabe. Para organizar essa deserção a CIA escolhe o seu melhor agente: Malko Linge. Mas nem ele conseguirá levar a cabo esta missão sem evitar danos colaterais. E é então que, nas ruelas de Alfama e nos palácios da Lapa, entre traições e assassinatos, a Revolução dos Cravos mostra a sua outra face.

E, acredite, não é bonita!

Um thriller soberbo e original, passado no pós 25 de Abril de 1974.


Saida de Emergência

.Contador de visitas

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds