Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

A Escola Secundáriade Porto de Mós

 

A Escola Secundária de Porto de Mós aparece entre as 50 escolas com melhores resultados a nível nacional: um honroso 46º lugar. Assegura , desta forma a liderança em termos de resultados finais do 12º ano no Concelho de Porto de Mós. Segue- se Mira de Aire em 53º e Instituto Educativo do Juncal em 88º,segundo o Jornal ionline.

 Eu sei que é discutível esta hierarquização de escolas com base em resultados  semserem observadas  e contabilizadas todas as variaveis. Mas prefiro discutir  um lugar de topo do que encontrar desculpas pra estar em último lugar; é uma questão de perspectiva :vê-se melhor o caminho.

   Imaginem que as condições melhoravam:requalificação das salas de aula a começar pela acústica, aquecimento no Inverno , frescura no Verão, auto suficiência  em termos energéticos, projectos  aprovados  para todos os ciclos de ensino em todas as áreas e  ciclos de ensino, gabinetes de apoio  adequados e equipados para os alunos com Necessidades Educativas Especiais, Cursos profissionais com ateliers  de trabalho de vanguarda  e tenho  a certeza que saltaríamos  para outro nível e outro patamar de inovação e desenvolvimento. Os nossos alunos merecem o melhor.  Mas não foi candidatada ao QREN, nem se perspectiva essa candidatura a julgar pelos comentários aqui deixados por conselheiros do Presidente reeleito. Reafirmo o que já escrevi aqui: As  escolas com projectos do QREN   tiveram uma ajuda preciosa dos Municípios  da sua implantação geográfica: disponibilizaram apoio técnico,  logístico e urbanístico . Por que não aqui?

 É pena. Podíamos, de facto , fazer  a diferença e estarmos entre as 20 primeiras.Aprendi bem a lição do professor António Câmara: é preciso sonhar ! Eu sonho acordada todos os dias!

 

 

 Gostei de ler

 (...) O estabelecimento de ensino que acompanha as duas escolas das Caldas da Rainha este ano é a secundária de Porto de Mós, a terceira melhor, com uma média de 12 valores, ocupando, assim, um dos lugares que pertencia à Escola Secundária Francisco Rodrigues Lobo no ano passado. in Diário de Leiria

Sábado, 10 de Janeiro de 2009

Não cumpriu!

 

A Carta Educativa apresentada com pompa e circunstância a 29 de Maio de 2007 tinha esta e outras fotografias comprovativas do elevado estado de degradação das instalações da Eb2 Dr Manuel de Oliveira Perpétua. Este espaço (Anfiteatro) continua na mesma. O frio  e a chuva continuam a degradar o resto.

Salva-se a Biblioteca que mereceu uma intervenção de fundo e é hoje o sítio mais procurado pelos alunos.

 

Para memória futura :         

 

"Ao nível do reordenamento da rede educativa do 2º CEB, propõe-se a manutenção da situação existente para a escola de Mira de Aire e a relocalização da escola de Porto de Mós. Esta última sugestão é feita com base não na pressão de população escolar, mas sim tendo em conta o estado de degradação das instalações (fotos 1, 2 e 3), a falta de estacionamento para professores e funcionários, os maus acessos, nomeadamente pedonais, e ainda, a perigosidade associada à via principal de entrada e saída da escola – EN 243, que regista um fluxo de tráfego muito intenso."

 

Em 2009, a oito meses de terminar o mandato, este executivo deixou-nos sem estacionamento, com instalações degradadas e acessos com poucas ou nenhumas melhorias.  Sofremos pó e barulho para a colocação de ecopontos !!!!

Salva-se a Biblioteca que mereceu uma intervenção de fundo (pelo Ministério da Educação e não por outra entidade) e é hoje o sítio mais procurado pelos alunos.

Ah! é verdade aumentou-nos os passeio à entrada da escola ... muito apropriado para os carros estacionarem.Hélas!!

Entretanto batemos o dente no Inverno ; no Verão destilamos com calor.

Mas mais grave ainda é o seguinte: nem houve melhorias na Escola Secundária para receber mais alunos e professores nem houve intervenção de fundo na EB2. Através dos números e das candidaturas falhadas que o Jorge aqui nos trouxe,  acrescento mais esta: O  período de candidaturas para a  requalificação do parque escolar foi encerrado a 7 de Julho de 2008.  Já foram publicadas as candidaturas  (veja aqui) aprovadas no montante de 111.131.585,79 €.  Para Porto de Mós nem projecto nem cheta!!

Também não se candidataram  às três fases anteriores!!

As ilusões pagam-se caras!

 

estou:
música: Educação
publicado por Ana Narciso às 20:05

editado por Autores do blog às 22:27
endereço do post | comentar | É aqui que se vêem os comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 5 de Janeiro de 2009

1 ANO DO PROGRAMA "MAIS CENTRO" - A REALIDADE

PRIMEIRO ANO DO MAIS CENTRO (Programa Operacional da Região Centro) QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional (2007/2013)

 

Foi recentemente apresentado o balanço do primeiro ano do “Mais Centro” www.maiscentro.qren.pt, no âmbito do QREN.

Nessa Sessão Pública, que decorreu em Tomar no passado dia 16 de Dezembro, foi distribuída uma brochura que caracteriza todas as áreas de intervenção e identifica as candidaturas as Fundos Comunitários aprovadas até 30 de Novembro de 2008.

De acordo com a nota introdutória desse documento, o Presidente da Comissão Directiva do Mais Centro, refere que “Decorrido o primeiro ano desde a abertura dos concursos, o Mais Centro aprovou, no conjunto dos seus Regulamentos, 443 candidaturas, a que corresponde um montante total de investimento de 448 milhões de euros e a que foi atribuído um financiamento de 218 milhões de euros. Mais de 80% destas aprovações já se traduziram por contratos assinados entre a gestão do programa e os promotores, o que constitui um bom indicador da capacidade de disponibilizar os recursos em causa aos beneficiários. Os números referidos mostram também o importante efeito de alavanca do programa, ou seja, a sua capacidade para impulsionar o investimento dos promotores, entre os quais se encontram agentes públicos (especialmente autarquias locais) e agentes privados.”

Naquilo que são as Principais áreas de intervenção direccionadas para as Autarquias Locais verificamos que no Distrito de Leiria foram os seguintes os Projectos aprovados e respectiva comparticipação a “fundo perdido”:

1 – Desenvolvimento das Cidades e dos Sistemas Urbanos (Eixo 2)

Município de Leiria (1 Projecto)Comparticipação Feder                6.721.198,16

TOTAL QUE O DISTRITO DE LEIRIA VAI RECEBER DE FUNDOS FEDER PARA O PROGRAMA DE PARCERIAS PARA A REGENERAÇÃO URBANA €6.721.198,16

 

2 – Requalificação da Rede Escolar do 1º Ciclo do Ensino Básico e Pré-escolar (Eixo 3)

Município da Nazaré(3 Projectos)      Comparticipação Feder       3.424.998,67

Município de Caldas da Rainha         Comparticipação Feder       5.210.795,63

Município da Batalha (1 Projecto)      Comparticipação Feder       1.163.133,97

Município de Ansião (2 Projectos)    Comparticipação Feder       1.367.588,57

Município de Castanheira  Pêra         Comparticipação Feder          811.462,51

Município de Leiria (1 Projecto)         Comparticipação Feder          671.702,50

Município de Óbidos (3 Projectos)    Comparticipação Feder       3.119.407,36

Município de Pedrógão Grande        Comparticipação Feder           636.941,19

Município de Alcobaça (2 Projectos) Comparticipação Feder       2.077.936,86

Município de Alvaiázere (1 Projecto) Comparticipação Feder          634.987,84

Município de Pombal (5 Projectos)    Comparticipação Feder       3.197.529,95

 

TOTAL QUE O DISTRITO DE LEIRIA VAI RECEBER DE FUNDOS FEDER PARA RECUPERAÇÃO DO PARQUE ESCOLAR REFERENTE AOS 4 CONCURSOS ABERTOS PARA CANDIDATURAS AO PROGRAMA:      € 22.316.485,05

 

3 - Protecção e Valorização Ambiental (Eixo 4)

Município de Pombal (1 Projecto)Comparticipação Feder              23.958,00

 

TOTAL QUE O DISTRITO DE LEIRIA VAI RECEBER DE FUNDOS FEDER PARA a GESTÃO DE ESPAÇOS PROTEGIDOS E CLASSIFICADOS     €23.958,00                           

Município de Peniche          Comparticipação Feder                      825.190,50

Município Marinha Grande Comparticipação Feder                      405.642,00

Município de Leiria              Comparticipação Feder                      71.248,23

Município Caldas Rainha    Comparticipação Feder                      301.558,68

Município de Pombal           Comparticipação Feder                      23.027,81

TOTAL QUE O DISTRITO DE LEIRIA VAI RECEBER DE FUNDOS FEDER PARA ACÇÕES DE VALORIZAÇÃO DO LITORAL                                                            €1.626.667,22

 

TOTAL DO FUNDOS FEDER PARA COMPARTICIPAÇÃO DE PROJECTOS APROVADOS NO DISTRITO DE LEIRIA (13MUNICIPIOS CONTEMPLADOS)    30.688.308,43

 

BALANÇO DE 1º ANO DE QREN (MAIS CENTRO)

PARA PORTO DE MÓS NEM UM PROJECTO APROVADO E NEM UM CÊNTIMO DE FUNDOS FEDER.

Foi este o cenário, que de forma sintética ousei transmitir na última Assembleia Municipal e questionar o Presidente da Câmara sobre estes factos.

Apesar de ter sido de imediato desmentido (para ele parece-me que o balanço é positivo), infelizmente esta é uma triste realidade que revela bem a incapacidade dos nossos Autarcas, ou melhor, a capacidade de 13 dos 16 Autarcas do Distrito de Leiria.

Em Porto de Mós, o Poder Autárquico continua a “tapar o sol com uma peneira” e a usar a táctica de atirar “areia para os olhos” para fazer crer que aqui Governa quem tudo sabe e que só não faz mais porque não é possivel.

Há projectos "chumbados"? Há falta de projectos? Há falta de candidaturas?...a resposta do Presidente da Câmara é não a todas estas perguntas, só não há projectos aprovados, NEM UM!

 

Aliás, é como os outros! Só com a pequena diferença que os projectos dos outros são aprovados e as coisas acontecem e quando acontecem traduzem-se em euros, tendo como consequência maior investimento e mais desenvolvimento.

Por aqui, vão sendo dadas desculpas, arranjando-se subterfúgios, apontando o dedo à oposição, ao passado e pronto, “tá-se bem”…

 

Das 443 candidaturas aprovadas a que corresponde um montante total de investimento de 448 milhões de euros e a que foi atribuído um financiamento de 218 milhões de euros o Municipio de Porto de Mós não é beneficiário de qualquer apoio.

O Presidente da Câmara não se cansa de auto elogiar a sua capacidade para aprovar candidaturas e trazer para Porto de Mós muitos milhões de euros referentes ao QREN.

Passou um ano e o resultado está à vista

Afinal quem fala verdade?

tags:

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds