Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009

Trabalho infantil

O meu filho tem de apresentar na escola um trabalho sobre "trabalho infantil", pelo que abordou o assunto, para saber o que poderia ser dito sobre esta questão.

Tentamos, na medida do possível, fazer um pequeno resumo histórico, devidamente contextualizado, referindo que antigamente era um flagelo em Portugal, pois a maior parte das crianças não frequentavam a escola para ajudarem os pais nas suas actividades. Regra geral, as famílias eram bastante numerosas e a pobreza grassava em muitas casas do país, pelo que o garante da alimentação de tantas bocas passava, maioritariamente pela lavoura muito antes dos 16 anos. Como se não bastasse, a discriminação sexual era, também, muito acentuada, impedindo as meninas de pensarem sequer em pôr um pé na escola da aldeia.

A excepção passava pelas famílias abastadas que tinham tutores particulares para os seus filhos, mas que ainda assim, limitavam cada um dos sexos a áreas bem diferenciadas. As meninas dedicavam-se às artese lavores, enquanto os meninos seguiam as pisadas dos pais e avós na gestão das quintas ou outros negócios.

Hoje em dia, segundo esta notícia, haverá cerca de 50 000 crianças em actividade económica. Numa altura em que o desemprego aumenta, este número poderá vir a subir.

Muitos de nós, eu fui um deles, trabalhámos nas férias, pois não se falava, à época em ATL's e aquele pouco dinheiro que vinha ao fim do mês, sempre dava para comprar aquelas sapatilhas que há muito estavam  "namoradas".

Quanto a mim, continuo a pensar que este trabalho a que me refiro e o qual me fez crescer e perceber a importância das coisas, não deve ser considerado trabalho infantil, pois não era de sol a sol e tinha o mínimo de regras, mas o facto é que hoje em dia é, cada vez mais difícil para os pais, garantir uma ocupação aos seus filhos, que não qualquer outra actividade para além de jogar playstation.

No entanto, que comentários nos merecem os casos de crianças que são "forçadas", muitas vezes, pela família a participarem em castings para "actores" numa qualquer telenovela.

O governo quer aumentar a escolaridade minima para 12 anos, o que é em meu entender muito bom, mas será que foram devidamente ponderadas e asseguradas as condições que garantam aos pais ter os seus filhos a estudar até aos 18 anos?

A todos quantos considerarem um tema pertinentte, convido para uma reflexão e auscultar outras opiniões.

Obrigado

.vasculhar neste blog

 

.quem esteve à mesa

Ana Narciso

Eduardo Louro

Jorge Vala

Luis Malhó

Paulo Sousa

Pedro Oliveira

Telma Sousa

.Palestras Vila Forte

Prof. Júlio Pedrosa - Audio 

 

Prof. Júlio Pedrosa - Video 

 

Prof. António Câmara - Palestra

Prof. António Câmara - Debate

Prof. António Câmara - Video

 

Agradecemos à Zona TV

 

.Vila Forte na Imprensa

Região de Leiria 20100604

Público 20090721

O Portomosense20081030

O Portomosense20081016

Região de Leiria20081017

Região de Leiria20081017

Região de Leiria2008052

Jornal de Leiria 20080529

O Portomosense 20071018

Região de Leiria 20071019 II

Região de Leiria 20071019 I

Expresso 20071027

O Portomosense 20071101

Jornal de Leiria 20071101

Região de Leiria 20071102

.arquivos

.arquivos blog.com

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

.Vizinhos Fortes

.tags

. 25 abril(10)

. 80's(8)

. académica(8)

. adopção(5)

. adportomosense(11)

. aec's(21)

. alemanha(7)

. ambiente(9)

. amigos(5)

. amizade(7)

. angola(5)

. aniversário(9)

. antónio câmara(6)

. aquecimento global(7)

. armando vara(9)

. ass municipal(12)

. autarquicas 2009(46)

. avaliação de professores(9)

. be(7)

. benfica(13)

. blogosfera(16)

. blogs(38)

. blogues(19)

. bpn(6)

. casa velório porto de mós(10)

. casamentos gay(17)

. cavaco silva(8)

. censura(7)

. ciba(6)

. cincup(6)

. convidados(11)

. corrupção(7)

. crise(35)

. crise económica(8)

. cultura(7)

. curvas do livramento(10)

. democracia(7)

. desemprego(14)

. disto já não há(23)

. economia(25)

. educação(63)

. eleições(7)

. eleições 2009(55)

. eleições autárquicas(40)

. eleições europeias(12)

. eleições legislativas(46)

. escola(8)

. escola primária juncal(9)

. eua(8)

. europa(14)

. face oculta(18)

. freeport(14)

. futebol(39)

. futebolês(30)

. governo(6)

. governo ps(39)

. gripe a(8)

. humor(6)

. internacional(18)

. joao salgueiro(38)

. joão salgueiro(15)

. josé sócrates(7)

. júlio pedrosa(10)

. júlio vieira(6)

. juncal(31)

. justiça(11)

. liberdade(11)

. magalhães(6)

. manuela ferreira leite(13)

. médio oriente(10)

. medo(12)

. natal(13)

. obama(6)

. orçamento estado 2010(7)

. pec(8)

. pedro passos coelho(7)

. podcast(11)

. politica(12)

. politica caseira(6)

. porto de mós(119)

. porto de mós e os outros(41)

. portugal(27)

. presidenciais 2011(6)

. ps(48)

. psd(54)

. psd porto de mós(11)

. publico(9)

. religião(6)

. rtp(12)

. s.pedro(6)

. salgueiro(16)

. sócrates(81)

. socrates(62)

. teixeira santos(6)

. tgv(6)

. turismo(8)

. tvi(6)

. twitter(17)

. ue(17)

. vila forte(24)

. todas as tags

.subscrever feeds